A maionese tem o poder de incrementar variados pratos e fazer a diferença no cardápio, mas fazer maionese caseira não é uma tarefa muito simples. A receita exige muitos cuidados, principalmente com o armazenamento do produto, e nós estamos aqui para te ajudar a não errar no preparo.

Leia também: 6 receitas de cheesecake para se deliciar

Uma das dicas para não errar no preparo da maionese caseira é escolher bem os ingredientes da receita
Shutterstock
Uma das dicas para não errar no preparo da maionese caseira é escolher bem os ingredientes da receita


O iG Receitas conversou com especialistas para apresentar dicas de como acertar a receita de maionese caseira sem sofrimentos. Segundo a chef Nana Oliveira, fazer uma maionese saborosa e no ponto ideal exige boas escolhas dos ingredientes.

Tem que ter um toque de acidez, que vai ser proporcionado pelo limão ou vinagre. Também é necessário usar óleo de boa qualidade e, claro, colocar o sal na lista de especiarias imprescindíveis.

As dicas integram uma série do iG Receitas que vai ao ar todas as quintas-feiras com o objetivo de ajudar a preparar pratos comuns no dia a dia. Confira o que já ensinamos:

O passo a passo da maionese caseira

Chefs consultados pelo portal apresentam opções de receitas para fazer uma maionese caseira sem erros
Shutterstock
Chefs consultados pelo portal apresentam opções de receitas para fazer uma maionese caseira sem erros


A maionese pode ser feita com leite ou ovos, conforme explica Nana Oliveira. Na receita, a chef utiliza 400 ml de leite, que podem ser substituídos por seis ovos. Além disso, são necessários 30 gramas de cebola, suco de um limão, 10 ml de vinagre, sal a gosto, óleo e 80 gramas de mostarda.

  • Ingredientes aos poucos

Um momento crucial para definir se o prato vai dar certo ou não é na hora de bater os ingredientes no liquidificador. Nessa etapa é fundamental ter cuidado e atenção para você não escorregar na receita.

Colocar os produtos no liquidificador aos poucos, enquanto ele ainda está batendo, é uma boa alternativa. "É uma atitude simples que pode fazer a diferença no resultado final do preparo", conta Nana.

Leia também: No forno, na frigideira ou na salada! 7 receitas com batata para se deliciar

"Bata o leite com a cebola no liquidificador até dissolver bem, acrescente o óleo aos poucos e coloque a mostarda e o vinagre", recomenda ela. Depois, a chef sugere colocar mais um pouco de óleo e o limão. Após isso, deposite mais óleo "até dar ponto de creme" e, por último, acrescente o sal.

Você viu?

O passo a passo é o mesmo caso os ovos sejam usados no lugar do leite, mas tome cuidado com a quantidade de óleo. "Pode ser que precise de menos ou mais óleo para dar ponto de creme", diz.

  • Também dá para usar somente as gemas

Outra opção é fazer apenas com as gemas dos ovos, conforme explica o chef Alex Sotero, ex-participante do programa "Top Chef", da Record TV . Nesta receita, são necessários 60 gramas de gemas, 15 gramas de mostarda, 20 ml de suco de limão, 400 gramas de óleo de canola e sal.

Uma particularidade do chef é deixar o óleo na geladeira por 12 horas. Quando levar ao liquidificador, bata as gemas e a mostarda e acrescente o óleo fio a fio enquanto os demais ingredientes batem. Depois, basta ajustar o sal.

A textura correta

O óleo é o ingrediente que determina a textura da maionese. Quanto mais óleo, mais espessa ela fica
Shutterstock
O óleo é o ingrediente que determina a textura da maionese. Quanto mais óleo, mais espessa ela fica


Ao parar o liquidificador, deve-se observar se a maionese ficou com uma textura espessa, semelhante a um creme. Esse é o ponto ideal do prato. "Para fazer isso, com uma colher, puxe de cima para baixo e veja se ela está adequada", aconselha Nana.

  • E se ficar líquida?

Quanto mais óleo é utilizado, mais espessa a maionese fica. Se acontecer da textura estar muito líquida, uma alternativa é tirar do liquidificador e colocar na geladeira por alguns minutos para depois, então, bater novamente.

Cuidado com a validade

É importante estar atento ao armazenamento do produto e não comer após o vencimento do prazo de validade
Shutterstock
É importante estar atento ao armazenamento do produto e não comer após o vencimento do prazo de validade


O armazenamento da maionese caseira exige muita atenção, e o prazo de validade é de, no máximo, dois dias após o preparo. Nana Oliveira instrui que o produto também deve ser mantido fechado e em temperatura de até 6°C.  

Caso a maionese seja consumida fora do prazo de validade , há riscos de contrair intoxicação alimentar e salmonelose, infecção causada pelo consumo de água ou alimentos contaminados.

Maionese é versátil

A maionese caseira pode integrar diversas receitas, dentre elas o hambúrguer e as batatas
Shutterstock
A maionese caseira pode integrar diversas receitas, dentre elas o hambúrguer e as batatas


Leia também: Praticidade na cozinha: 3 receitas de torta de liquidificador

A maionese caseira combina com qualquer alimento crocante, além de ser uma deliciosa aliada do hambúrguer e das batatas. "Ela pode acompanhar vários pratos diferentes. Eu tenho receitas, por exemplo, de maionese com bacon e com wasabi (a raiz forte da comida japonesa)", declara Nana Oliveira. Agora que você já sabe como não errar na receita, é só colocar as dicas em prática e saborear os pratos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários