Cervejas escuras são ideais para beber no frio
Photo by Aaron Doucett on Unsplash
Cervejas escuras são ideais para beber no frio



O verão vai embora e, aparentemente, leva a cerveja do cardápio  de muitas pessoas, que escolhem o vinho como bebida para harmonizar com os dias frios de inverno e pratos elegantes . Porém, você não precisa abrir mão da sua bebida preferida nos dias frios. Inclusive, as chamadas winter ales ( cervejas de inverno) combinam com taças - e caso você não tenha uma, a de vinho funciona também.

Confira algumas dicas para você escolher sua cerveja de inverno, as diferenças entre as escolas cervejeiras e alguns pratos que harmonizam com a bebida e que tem tudo a ver com a estação mais fria do ano.

Maio teor alcóolico

Quanto maior a graduação de álcool na cerveja, a bebida vai adquirindo uma textura licorosa que parece esquentar a boca. Por isso dê preferência às mais encorpadas nesta época.

Você viu?

Não precisa ser tão gelada

Afinal, já é inverno. As chamadas winter ales não precisam estar trincando que nem as lagers servidas no verão. A partir de 7ºC já é possível apreciar a bebia - o que, em alguns estados, faz com que seja totalmente dispensável colocar ela na geladeira.

Foco nas cores

Os maltes que passam por algum nível de torra - adquirindo tons que variam entre o vermelho, cobre e preto - são ideais para climas frios.

Maturação em barril

Não é uma regra, mas é uma informação interessante de observar caso você busque por cervejas específicas de inverno.

Diferenças entre escolas cervejeiras

As principais escolas cervejeiras do mundo são a alemã, inglesa, franco-belga e americana. A sugestão é experimentar a mais conhecida de cada uma para conhecer melhor seu paladar e a partir daí explorar novas opções. Veja a seguir as características das cervejas mais famosas de cada escola e as sugestões para harmonização.

Escola alemã - Bock

Bock
Reprodução/Unsplash
Bock

Mais encorpadas e com carga maior de maltes, as cervejas bock são recomendadas para o início do inverno. A cor varia entre tons de marrom, o aroma pode lembrar castanhas e o sabor é pouco amargo. Você pode harmonizar esta cerveja com um  macarrão à bolonhesa e até um risoto de cogumelos .

Escola inglesa - Stout

Stout
Reprodução/Unsplash
Stout

Esta cerveja não é para qualquer paladar, mas vale experimentar por trazer aromas de café, chocolate e toffee. Para os alérgicos à lactose e veganos, algumas das variações da bebida podem conter adição de lactose. O ideal é servir com sobremesas, especialmente com base de chocolate .

Escola franco-belga - Flanders Red Ale

Red Ale
Reprodução/Unsplash
Red Ale

Com maturação em barris, esta é uma das cervejas que mais se aproxima de um vinho. O tom dela é avermelhado e é considerada a cara do inverno. Combina com sopas e caldos .

Escola americana - American Barley Wine

Mais amarga devido a maior quantidade de lúpulo - que também confere um aroma característico -, esta cerveja tem notas amadeiradas, caramelo e toffee, o que a torna ideal para beber enquanto come um  nhoque com gorgonzola ou torta de limão .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários