1º de janeiro é dia de churrasco para você, seus amigos e família? Mas para começar o ano tem quer ser um churrasco perfeito e com opções que agrade os diversos paladares. 

churrasco
shutterstock
Churrasco perfeito exige alguns cuidados; veja quais são


E para não errar, veja alguns passos que você deve seguir para ter o churrasco perfeito

Churrasco perfeito - passo #1: quantidade de carne e acompanhamentos

carne para churrasco
Aretha Martins/iG
Você sabe a quantidade de carne ideal para seu churrasco?

As carnes já devem estar compradas e separadas, mas vale uma conta rápida para garantir que terá comida para todo mundo. Segundo especialistas Tirolez, o ideal é calcular, em média, 450 g de carne para cada convidado, considerando a linguiça, a picanha, o frango, entre outros. 

Além disso, capriche nos acompanhamentos para incrementar o seu churrasco. Vale arroz, farofa, pão de alho e mais. Veja ideias e receitas de ótimos acompanhamentos aqui

Churrasco perfeito - passo #2: quantidade de carvão e brasa ideal

churrasco
shutterstock
Saber preparar o fogo também faz parte do churrasco perfeito

Você também já comprou carvão, certo? Por exemplo, a cada quilo de carne, é necessário de 1 a 1,5 kg de carvão, diz a Tirolez. 

Acender a churrasqueira também é fundamental para garantir o sucesso no preparo do churrasco. Faça isso com uma certa antecedência, afinal, a brasa pode demorar de 40 minutos a uma hora para chegar à temperatura ideal para colocar a carne. 

E para ter certeza que é hora de começar o churrasco de fato, faça o teste da mão, muito comum entre os churrasqueiros. Você deve colocar a mão a altura da grelha e contar 5 segundos. Se conseguir ficar mais do que isso, é sinal que o fogo está baixo e, dessa forma, sua carne vai cozinhar e não assar. 

Leia também: Dicas para acertar no fogo do churrasco e mais preparos

Churrasco perfeito - passo #3: o que temperar e o que não temperar

sal na carne
Aretha Martins/iG
Segundo chefs, sal só deve ser colocado depois da carne pronta

Enquanto a churrasqueira ainda não chegou ao ideal, aproveite para temperar o que precisa ser temperado, como o frango. O ideal é  fazer uma marinada e deixar as asinhas, por exemplo, de um dia para o outro.

Está em cima da hora? Não tem problema! Deixe o frango no tempero essa uma hora até o fogo chegar e já terá um sabor diferente em seu churrasco. Uma sugestão é usar uma base alcóolica, como vinho ou cerveja, e incluir temperos de sua preferência, pode ser alho, mostarda, manjericão e pimentas. A carne deve ficar marinando na geladeria

Já a carne vermelha, para muitos mestres churrasqueiros, não teve ser temperada. Esse é um dos grandes erros do churrasco . A indicação é colocar sal , que pode ser o de parrilla, só quando a carne estiver pronta e deixá-la descansar uns instantes antes de cortar. Isso garantirá suculência da carne. 

Churrasco perfeito - passo #4: molhos para acompanhar a carne

Molho de queijo
Divulgação/Tirolez
Molho de queijo é uma boa pedida para acompanhar carne de churrasco

Tem gente que gosta de, além dos acompanhamentos já citados acima, ter um molho para comer junto com o churrasco. Carne vermelha, por exemplo, vai bem com um molho de queijo. Veja essa receita que fica pronta em apenas 30 minutos. 

Você pode também ir para o lado mais tradicional, como vinagrete e molho barbecue. Veja como prepará-los também: 

Churrasco perfeito - passo #5: como arrumar as carnes na churrasqueira

churrasco
Aretha Martins/iG
Atenção a disposição das carnes na churrasqueira

Fogo no ponto, convidados chegando, é hora de colocar as carnes na churrasqueira. Mais uma vez, a dica é da Tirolez. "Coloque para assar primeiro as peças maiores e que demandam mais tempo na churrasqueira, como a costela suína, acomodando-a a 40 cm da brasa. Para peças menores, o ideal é grelhar, mantendo 15 cm de distância da grelha", orientam os chefs da marca. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários