Tamanho do texto

Para consertar os erros no sal, o caminho é conhecer a técnica correta; veja

Errar a mão e exagerar nos temperos, em especial no sal, pode tornar qualquer alimento difícil de engolir, por mais delicioso que ele seja – ou pareça ser. Esse deslize acontece e não é impossível de resolver, pelo contrario, com algumas dicas é fácil saber como corrigir o sal da comida e evitar desperdícios. Essa é a missão de hoje na série do iG Receitas que vai ao ar às quintas-feiras com sugestões para não passar perrengue na cozinha.

Leia também: Sequinha e crocante! Saiba como fazer batata frita sem erros e arrase na cozinha

saiba como corrigir o sal da comida arrow-options
shutterstock
Tirar o excesso de sal da comida é importante para a saúde e ajuda a melhorar os sabores dos alimentos

A chef Malu Mello conta que um descuido pode ocasionar o erro na quantidade da especiaria e ensina truques de como corrigir o sal da comida . Ela diz que a melhor forma de prevenir esses deslizes é usar "a técnica de ajustar o sal no andamento da cocção".

Malu conta que "recuperar" um prato com excesso de sal exige criatividade e muito conhecimento. "O problema em si não é quantidade usada e, sim, o quanto este sal se concentrou na receita e é isso que precisa ser combatido", afirma ela.

Como corrigir o sal da comida

A chef esclarece que cada tipo de alimento possui uma alternativa mais viável para reduzir o sal. No caso de arroz, feijão e outros grãos, o processo fica mais fácil se eles ainda estiverem cozinhando porque a água ainda não evaporou por completo. "Pode [ainda no cozimento, colocando na água] usar um tubérculo – batata, cenoura e raízes – ou frutos – como abóboras e chuchu – para que este componente absorva o sal", explica.

Outra técnica é a "dobra de receita", que consiste em cozinhar as mesmas quantidades da receita que deu errado, mas sem o sal, e recuperar gradativamente a anterior com a nova para a sensação salgada diminuir.

Além disso, no caso de grãos ou carnes, também é possível lavar os ingredientes cozidos e submetê-los a outro processo de cocção. Contudo, a chef alerta que isso pode comprometer o sabor do prato. O truque da lavagem é mais eficaz se o alimento estiver cru ou apenas parcialmente cozido.

Salguei demais o molho... Tem solução?

molho de tomate arrow-options
shutterstock
Se errou a mão e colocou sal demais no molho de tomate, um truque simples e fácil promete ajudar

Os molhos também estão suscetíveis a receberem uma quantidade exagerada de sal, porém, é possível corrigir isso também. Malu ressalta que, em caso de molhos de tomate, colocar mais unidades da fruta ou optar por cenouras e abóboras são boas alternativas. A chef enfatiza que não se pode usar batata em hipótese alguma.

"O amido da batata é um polissacarídeo insolúvel e comprometerá o molho, já a abóbora e cenoura – que são beta caroteno solúvel – e os tomates – licopeno solúvel – conseguem dissipar as moléculas de sal que ainda não se dissolveram", esclarece.

Para facilitar, Malu Mello indica uma lista de alimentos que ajudam a corrigir o sal da comida:

  • Batata (sem casca em cortes grandes para que depois sejam fáceis de retirar da cocção);
  • Cenoura;
  • Mandiocas (cará, inhame, etc.);
  • Mandioquinha;
  • Chuchu;
  • Abobrinha;
  • Abóboras;
  • Tomate (com casca e cortado ao meio);
  • Pepino;
  • Nabo;
  • Rabanetes.

Leia também: Glitter, pão rosa e divas pop: conheça a hamburgueria "mais gay de São Paulo"

É fundamental saber como corrigir o sal da comida visto que, além de prejudicar o sabor do prato, esse excesso pode ocasionar problemas à saúde. "Quando você salga demais, é exatamente a concentração de sal não dissolvido pelo volume da receita que fica e dá a sensação de salgado. Este é o "vilão" que precisa ser combatido", conta a chef. Dessa forma, ele é consumido em estado puro, e isso compromete o organismo.

    Leia tudo sobre: Receitas