Comemorado no dia 24 de maio, o Dia Nacional do Café celebra a segunda bebida mais consumida não só no Brasil, mas no mundo inteiro - o cafezinho perde apenas para a água. 

Leia também: Nem aguado nem forte demais! Veja dicas de como fazer café sem erros

café em uma xícara
shutterstock
Daniela Santos, Coffee Ambassador da Nespresso Brasil, ensina as diferenças que a escolha do grão do café podem ter no seu cafezinho

Apesar de ser amplamente consumida em território nacional, muitas pessoas não sabem diferenciar aspectos importantes na hora de escolher o café , como o grão e a intensidade da torra. Prestar atenção a esses pontos na hora da compra vai ter ajudar a escolher um café mais de acordo com seu paladar. 

Para esclarecer alguns pontos importantes na hora da escolha do café, o iG Receitas conversou com Daniela Santos , Coffee Ambassador da Nespresso Brasil. Daniela explicou a diferença entre os grãos e como isso pode impactar na hora de fazer aquele cafezinho.

Café Arábica ou Café Canéfora?

Café em uma xícara, com vários grãos de café ao lado.
shutterstock
As diferentes espécies do grão de café também impactam no sabor

Os dois grãos contam com suas diferenças. Enquanto o grão de café do tipo arábica é mais suave, doces e com um pouco mais de acidez, os grãos de café tipo canéfora têm um sabor mais forte por conter o quase o dobro de cafeína comparada ao café arábica. Os dois são grãos de qualidade, mas que resultam em cafés diferentes, portanto, esse é o primeiro ponto a ser observado na hora da escolha. 

O café arábica é ainda o mais conhecido e produzido. ''Os grãos do tipo arábica faz parte de 60% da produção de café no mundo inteiro, enquanto os grãos do tipo canéfora contam com os 40% restantes'', diz Daniela. No Brasil a produção é ainda mais desigual, com os grãos do tipo arábica fazendo parte de 70% de toda a produção nacional.

Leia também: Bolo, brigadeiro e mais: 5 receitas com café 

A intensidade da torra do café é muito importante!

pessoa pondo café em um copo
shutterstock
Sim, o tipo de água pode interferir no resultado final da bebida. Os tipos indicados são: filtrada ou mineral

O processo de torra dos grãos de café acaba impactando, e muito, no resultado do cafezinho. Se o grão for torrado por muito tempo, em uma temperatura muito alta, ele pode ficar mais forte e intenso, por outro lado, assim como se o grão for torrado em uma temperatura mais baixa e por um tempo menor, o resultado pode ser mais suave. Procure tais informações na embalagem do café.

Leia também: 6 dicas práticas para fazer "o" pudim de leite condensado

Café nas receitas

Pó de café e grãos de café espalhados em uma mesa
shutterstock
O grão também pode ser utilizado em diversas receitas na cozinha

Não só para beber, o café também serve muito bem em uma variedade de pratos na cozinha.

Para a escolha do grão certo, Daniela indica entender um pouco mais do prato que será preparado. ''É preciso entender a intensidade do alimento e a intensidade do café'', diz a Coffee Ambassador da Nespresso no Brasil. ''Para alimentos mais pesados, como uma carne, o grão escolhido pode ser mais intenso. Já em alimentos mais suaves, como um brigadeiro de café, a escolha deve ser por um grão mais suave, com uma intensidade menor'', completa.

    Veja Também

      Mostrar mais