Fazer o peixe com caldo ou molho pode ajudar a render a receita
Guia da Cozinha
Fazer o peixe com caldo ou molho pode ajudar a render a receita


A tradição da época de Páscoa é comer peixe na  Sexta-Feira Santa . Para quem não está habituado, a escolha e preparo dos pescados pode ser um desafio. Por isso o iG Receitas conversou com chef André Palma, que preparou um guia para você arrasar no peixe da Semana Santa. Confira as dicas a seguir.



Quais os melhores peixes?

Além do bacalhau, que é o mais tradicional, André indica procurar peixes regionais. "Cioba, Dourada e Xaréu são os mais utilizados por aqui, mas procure por peixes de mar, como agulhão e pampo", diz. Outro peixe muito famoso e mais econômico é o cação, de água salgada e a tilápia (Saint Peter), que é de água doce. 

Como temperar?

Independente do peixe, é preciso cuidado na hora de temperar, já que se trata de uma carne mais delicada. "Peixe requer um cuidado especial de não levar temperos muito fortes, por absorver muito", diz.

"O tempero básico é sal e limão, ralado e espremido, com um pouco da casca do limão. Misture os dois com alho e leve logo ao fogo. Em até 10 minutos o peixe pode começar a cozinhar e não pegar bem os outros temperos e complementos", afirma. 

Você viu?

Aposte em molhos ou caldos para o peixe render mais

Ao invés de fazer iscas ou preparar um filé em postas, aposte em um prato com caldos e molhos. "Uma receita de molho sempre rende mais. Acrescente verduras, batata, ovo cozido, assim você terá um volume maior. Se fizer uma salada com salmão ou peixe branco, você terá algo legal, mas para uma mesa familiar, é melhor algo com molho ou caldo", diz. 

Outra dica é um molho com leite de coco, ingrediente muito usado na culinária do norte e nordeste do país. "Todas as comidas aqui em Pernambuco são feitas com leite de coco. Desde o feijão mulatinho até o arroz. No caso do peixe, para acompanhar com leite de coco, coloque cenoura, batata e azeite para fazer o molho de coco", diz. 

Atenção no tempo de cozimento para evitar que o peixe fique seco

"O cozimento dele não leva mais que 15 a 20 minutos para ter um peixe suculento e gostoso. Tudo depende do processo da receita e de respeitar o tempero do peixe", diz o chef. 

Arroz de peixe: alternativa econômica e gostosa 

Segundo André, não é necessário gastar muito para ter um almoço saboroso. "Em tempos de recessão, de pouca renda, o que você pode fazer e ter um retorno positivo é fazer um arroz com peixe", afirma. 

Ele a preparar o prato que tem como base peixe e arroz. "Frite o peixe em posta, no óleo, com sal e farinha de trigo e desfie o peixe. Cozinhe o arroz e adicione temperos e acompanhamentos como milho, ervilha, cheiro-verde bem picado, uma cenoura ralada. Com o peixe desfiado, você envolve no arroz e acrescenta creme de leite, um copo de requeijão, mistura tudo, acrescenta rodelas de ovo cozido e leva ao forno", afirma. 

"Não Erre"

As dicas e receitas para o preparo do peixe na sexta-feira Santa fazem parte de uma série publicada todas as quintas-feiras no iG Receitas, a "Não Erre". A ideia é dar dicas para acertar no preparo de pratos simples do nosso dia a dia, doces ou salgados. Veja o que já foi assunto da nossa série no infográfico abaixo:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários