A série "Não Erre" do iG Receitas continua no clima junino e depois de ensinar a fazer  arroz doce e canjica , nada como uma pamonha para trazer aquele clima de quermesse e de São João para casa. 

pamonha
shutterstock
A pamonha é um alimento que apesar de parecer complicado, é fácil de fazer


Para o chef André Palma, a pamonha é um clássico nordestino e fácil de preparar. "A maior dificuldade é o tipo de milho, que deve ser o verde, mas não muito verde e nem muito maduro", afirma André.

A base para a pamonha é o preparo da canjica nordestina (curau) e o leite de coco natural (veja receitas abaixo). Segundo André Palma, a diferença entre a salgada e a doce é exatamente o uso do sal e do açúcar no preparo. Mas em qualquer versão, há erros e acertos. Por isso, André conta dicas de como fazer aquela pamonha e deixar a época junina mais saborosa!

1. Milho verde sempre!

milho
shutterstock
O milho verde, que é o mais popular, é o mais indicado para a pamonha


Apesar de parecer mais fácil fazer a pamonha ou qualquer preparo com milho de lata, André não recomenda essa ideia. "Por ser pré-cozido, ao fazer a preparação, o milho vai se tornar um mingau e ficar muito líquido, sem ser qualificado para canjica, mugunzá e até pamonha", afirma o chef.

2. Leite de coco é o melhor

coco
shutterstock
Por ter mais gordura, o leite de coco é o mais indicado e tradicional para a receita


No sudeste, muitas pamonhas podem são feitas com leite de vaca, mas André afirma que o mais tradicional é com o leite de coco, que tem mais gordura. "O melhor é fazer o próprio, fervendo o coco seco ralado com água, em partes iguais, mas leites de coco com uma gordura boa no mercado também valem", aponta o chef.

3. Pamonha é como nhoque

pamonha
Guta Chaves
O ponto da pamonha é subir na fervura


Pode parecer estranho, mas a pamonha tem cozimento igual ao do nhoque. Ao colocar nas trouxas de palha na água fervente, o chef lembra que basta agir como se estivesse preparando a massa. "O ponto certo é quando a pamonha sobe no cozimento, como os clássicos nhoques", compara André.

4. Não tenho palha e agora?

pamonha
Dulla
Você pode fazer a pamonha no forno ou jogar direto na fervura


Apesar do ideal ser utilizar a palha do milho para fazer a trouxinha do cozimento, André diz que pode colocar a massa direto na água fervente ou dispor a massa em uma forma e fazer a pamonha no forno. "Colocar em panos ou em alumínio não é recomendado", aponta o chef.

Fazer a trouxinha da pamonha também pode gerar dúvida. Uma dica é usar um copo. Coloque a palha em um copo e faça uma "cama" com ela. Encha com a pamonha e feche com um barbante. 

Outra opção, a mais clássica, é moldar a palha. Dobre em formato de um copo e encha com a massa. Arrume outra palha de milho da mesma maneira, envolva a primeira e amarre na parte central com um barbante.

5. Até a pamonha pode ser incrementada

erva doce
Pixabay/ulleo
A erva doce é recomendada em todos os preparos com milho, desde o bolo até a pamonha


Segundo o chef André Palma, você pode adicionar parmesão ralado, noz-moscada e até erva-doce na massa da pamonha salgada para incrementar o sabor. "Tanto em chá com pouca água e jogado na massa, quanto em erva, a especiaria pode ir na pamonha salgada ou doce. A erva-doce é versátil e vai bem em qualquer preparação com milho", afirma André.

Anotou as dicas? Então confira essas receitas e se inspire a fazer a pamonha!

    Veja Também

      Mostrar mais