Hot dog, cachorro-quente, dogão. Ele recebe diversos nomes pelo Brasil e é queridinho de todo mundo que quer fazer aquele lanche especial, mas o hot dog não se resume apenas a pão, salsicha, ketchup e mostarda, não! 

Leia também: Do hot dog de Nova York à versão vegana: aprenda 5 receitas de cachorro-quente

O restaurante The Dags, especializado no prato, trouxe dicas para você que quer fazer o  hot dog perfeito! 

Qual a melhor salsinha para o cachorro-quente?

salsicha
Pixabay
Apostar em diferentes tipos de salsicha pode elevar o sabor do lanche


Escolher o tipo de salsicha muda muito o sabor do hot dog. O The Dags indica a All Beef , feita com carne bovina, e a Frankfurter , alemã de carne suína e mais fácil de se encontrar no mercado.

Mas se não quer ter o trabalho de procurar, compre a Viena, que vem em pacotes e tem uma qualidade maior do que as tradicionais.

Para tudo há uma ordem, inclusive no hot dog

hotdog
Divulgação/The Dags
O hot dog não se resume a apenas pão, salsicha e molhos!


Primeiro, prepare o pão. A dica de mestre é fazer um corte em cima do pão, não na lateral, assim, a chance de você se lambuzar é menor! Depois a salsicha e os complementos, que podem ser desde o molho de tomate até uma fatia de queijo muçarela.

Leia também: Cachorro-quente com história

Ferva a salsicha, mas também frite

hot dog
Divulgação/The Dags
Fritar a salsicha deixa ela mais saborosa


Você sabia que a salsicha vem praticamente pronta para consumo? Por ser um embutido como o presunto e defumado, não há necessidade total em ser fervida. Mas, para tirar o corante, jogar na água fervendo é uma dica.

Outra ideia é fritar a salsicha, como nos clássicos churrascos americanos. Pode ser feita na frigideira, churrasqueira ou chapa. Ou junte os dois! Ferva a salsicha e finalize ela na frigideira para ficar mais saborosa.

Dê chance a novas combinações

hot dog
Divulgação/The Dags
Crie novas combinações, mas com moderação para não ficar enjoativo.


Parece estranho, mas já pensou em adicionar vinagrete, cheddar ou bacon no hot dog? Seja criativo, a mostarda e o ketchup podem até ficar de lado. Apostar em ingredientes que harmonizam , como molho de tomate e vinagrete, ou cheddar com bacon são boas pedidas que deixam o hot dog incrível.

Leia também: Cachorro-quente é muito mais do que pão com salsicha 

E a redação tem uma dica: se não tiver cheddar, envolva a salsicha com uma fatia de queijo prato ou muçarela quando for colocar no pão, assim, ela não fica solta no lanche e as chances de escapar ficam menores!

E o Ketchup e a mostarda, quando entram?

mostrarda, ketchup e maionese
shutterstock
Ketchup e mostarda são complementos, a maionese pode ir na montagem, passada no pão


Na hora da montagem, é normal adicionar muito ketchup e mostarda, mas isso é errado. O The Dags recomenda apenas adicionar os molhos na hora de comer, porque é apenas um complemento no hot dog. A maionese pode ser passada no pão.

Purê de batata, a maior polêmica desde biscoito x bolacha



Tradionalmente paulista, o uso de purê de batata no hot dog é polêmica na internet, algum até acham que é um crime com o lanche. Mas como o mundo é livre, os chefs e restaurantes indicam utilizar se for harmonizar com outros ingredientes! O cachorro-quente é seu!

Para quem curte, uma dica é colocar queijo muçarela fatiado na hora de fazer o purê, para ficar mais cremoso e saboroso.

E se você acha estranho colocar purê de batata no hot dog, cariocas colocam ovo de codorna e até uva passa no lanche! É, o dogão é democrático!


Série "Não Erre"

As dicas para o preparo do hot dog fazem parte de uma série publicada todas as quintas-feiras no iG Receitas, o "Não Erre". A ideia é dar dicas para acertar no preparo de pratos simples do nosso dia a dia, doces ou salgados. Veja o que já foi assunto da nossa série no infográfico abaixo:





    Veja Também

      Mostrar mais