Tamanho do texto

Chef Elzio Callefi, da Tramontina, conversou com o iG Receitas e te ajuda a descobrir a verdade sobre alguns ditos populares na cozinha

Se você já teve uma conversa sobre como cozinhar com seus amigos certamente ouviu indicações de como fazer para a comida não queimar, como deixar o arroz soltinho, que tipo de panela usar e etc.

Leia também: Qual a panela ideal para cada tipo de alimento?

E dentre tantas indicações de familiares e amigos, às vezes nos deparamos com frases que não são verídicas. Mas como saber o que é certo e quais são mitos ? O iG Receitas conversou com o chef Elzio Callefi, da Tramontina, para desvendar oito mitos que ele mais escutou durante sua carreira. Confira abaixo.

1. Colocar óleo na água do macarrão

macarrão arrow-options
shutterstock
Se você coloca óleo na água do macarrão, pare!

Se você costuma colocar o macarrão para cozinhar com água e óleo é melhor parar. Segundo o chef, o óleo pode deixar a massa mais gordurosa e dificultar na hora de misturar o molho. A indicação é colocar apenas sal.

2. Açúcar não tira acidez do molho

açúcar arrow-options
Getty Images
Acrescentar açúcar no molho deixa o condimento próximo dos tomates italianos

Essa é uma afirmação correta. O açúcar não tira a acidez, só ‘mascara’ adoçando o molho. Essa técnica aproxima os condimentos dos tomates da Itália que por conta do solo vulcânico não deixa os alimentos tão ácidos.

3. Lavar a faca em água quente não estraga o corte

facas arrow-options
shutterstock
As facas podem perder o corte se usadas em superfícies duras

Outra afirmação correta. “O que estraga o fio da faca é cortar em superfícies duras como tábua de vidro, pia e etc”, explica Elzio.

4. Forno a gás é melhor do que o elétrico

forno arrow-options
shutterstock
Fornos elétricos são melhores do que os fornos a gás

Mito dos grandes. O representante da Tramontina afirma que o forno elétrico é muito melhor e mais seguro. “O elétrico assa com uniformidade e é mais econômico, além do aquecimento ser mais rápido e a distribuição completa”, explica.

5. Aquecer o azeite é prejudicial a saúde

azeite arrow-options
Thinkstock Photos
Aquecer azeite não faz mal

Se essa afirmação fosse verdade, metade da população italiana já estaria morta. De acordo com o chef, como qualquer outra gordura, o azeite não pode ser saturado e exposto a altas temperaturas.

6. Revestimento antiaderente é cancerígeno

panela arrow-options
Divulgação
A panela antiaderente é boa para quem quer uma comida rápida e não causa câncer

Esse é um mito muito comum. As  panelas antiaderente foram criadas para facilitar a limpeza e o máximo que fazem é liberar gases tóxicos no ar. Porém, segundo Elzio, para isso é necessário que a panela seja exposta a altas temperaturas (acima de 380ºC e 400ºC) o que cozinhas domésticas não conseguem fazer.

7. Cozinhar o arroz com a panela semitampada evita que ele fique empapado

arroz arrow-options
shutterstock
Deixar a panela semitampada não ajuda a melhorar o arroz

Não se engane, o erro no ponto do arroz é na quantidade de água. O chef indica que para cada uma xícara de arroz coloque-se duas de água.

8. Panela inox queima e gruda comida

panelas arrow-options
shutterstock
As panelas de inox não grudam comida, isso é um dos mitos desvendados pelo chef Elzio

Especialista em panelas e utensílios, o chef Elzio afirma que as panelas inox são das mais saudáveis para cozinhar. “As pessoas tem mania de cozinhar com fogo alto, o que faz com que você estrague as preparações na cozinha. O ideal é trabalhar no inox com fogo médio ou baixo”, explica.

Leia também: 10 mitos e verdades sobre o chocolate

O que achou das dicas do chef Elzio Callefi? Tem algum outros mitos que você já ouviu na cozinha e depois descobrir estar errado? Comente abaixo.

    Leia tudo sobre: receitas