Tamanho do texto

Chef assador Alê Flit dá dicas de como comprar a carne ideal para churrasco

Acertar na hora de comprar a carne para churrasco já garante boa parte do bom resultado na brasa. A carne com uma gordura boa, no tempo certo e com o corte correto ficará bem mais macia e suculenta. 

Leia também: Sal antes, durante ou depois? Veja dicas de como temperar carne para churrasco

tábua de carnes arrow-options
Aretha Martins/iG
Seja um corte alto, como picanha, ou baixo, como fraldinha, saber comprar a carne para churrasco é importante para acertar no resultado

Para saber como encontrar essa carne para churrasco ideal no mercado ou no açougue de sua confiança, o chef assador Alê Flit revelou alguns segredos de especialista ao iG Receitas e deu dicas que servem para quase todos os tipos de carne, da picanha à fraldinha. 

Como é a melhor carne para churrasco?

carne para churrasco arrow-options
Aretha Martins/iG
Qual a melhor carne para churrasco? A opção da direita ou a da esquerda?

Segundo Alê, ao comprar a carne é preciso se atentar a alguns pontos: 

  • quantidade de gordura
  • características da gordura
  • cor da carne
  • data do abate do animal
  • data de validade da carne
  • condição de armazenamento do produto

Uma peça de contra-filé ou de picanha com a gordura muito fina pode ser um mal sinal. "Isso quer dizer que o animal era muito magro ou que não era bem tratado", explica o chef. Nesse caso, a carne ficará mais dura e não tão suculenta depois do preparo. 

Leia também: Qual a melhor carne para churrasco? E a pior? Tire suas dúvidas

contra-filé arrow-options
Aretha Martins/iG
A boa carne para churrasco, no caso do contra-filé, é aquela com uma capa de gordura mais resistente

A indicação de Alê é preferir, por exemplo, uma peça com a gordura mais firme e que não se desprenda com facilidade da carne.

fraldinha arrow-options
Aretha Martins/iG
No caso de carnes como fraldinha, o melhor é já comprar a carne limpa, sem nervos ou gordura

Já nos cortes baixos, como a fraldinha, vale a pena comprar a peça limpa . Segundo Alê, nesse caso a gordura não é bem-vinda. Diferente de uma picanha, aqui ela não vai agregar em nada, pelo contrário, só vai deixar a carne mais dura ainda no final do preparo.

E tentar limpar a gordura em casa pode ser um problema. É provável que você desperdice boa parte da peça e, com isso, jogue dinheiro fora. A peça limpa é mais cara, mas acaba sendo muito mais vantajosa. 

Leia também: Do carvão ao ponto da carne: dicas para fazer um churrasco

Por fim, Alê comenta que se atentar à data de abate na hora de comprar a carne para churrasco também é importante. Engana-se quem pensa que um animal que acabou de ser abativo é o melhor.