Tamanho do texto

O florido também pode fazer parte das refeições! Chef ensina cuidados necessários e dá dicas de como adicionar flores nas receitas; confira

É primavera! A estação mais florida do ano chegou e as flores não precisam ficar apenas nas árvores e nos vasos. Você sabia que existem flores comestíveis? Muito comum na gastronomia oriental, estão ganhando cada vez mais espaço no ocidente em pratos como saladas, peixes, bolos e mais.

Leia também: Frango empanado, chips e mais: 7 receitas para fazer na air fryer

sala com camarão e flores comestíveis arrow-options
shutterstock
As flores comestíveis são cada vez mais comuns na culinária e combinam com saladas, bolos e carnes

Segundo a personal chef Bianca Folla, além de dar um toque especial e colorido ao prato, as flores comestíveis são nutritivas e dão um gosto diferente à comida. “Elas transformam e surpreendem o paladar quando consumidas. A maior parte das espécies tem alta quantidade de nutrientes, além de carotenoides e óleos essenciais”, explica.

Bianca também aponta as flores como uma ótima forma de aproximar as crianças da alimentação saudável, já que são chamativas e atraem pelo gosto exótico.

Cuidados ao usar flores na receita

Vale colocar a criatividade em prática e fazer pratos bem coloridos inspirados na primavera . Mas, antes disso, Bianca alerta para alguns cuidados na hora de preparar  receitas com flores comestíveis . O primeiro passo é consumir apenas flores que você tem certeza que são comestíveis. Caso contrário, o problema pode ser grande.

“Algumas flores permitem o consumo das pétalas e ao mesmo tempo em que podem conter toxinas no caule ou no miolo, por exemplo. Por isso, conhecer a flor que deseja consumir é fundamental para evitar indigestão ou o mal-estar após a ingestão”, explica.

A chef orienta nunca comer flores de floricultura ou que foram cultivadas para serem vendidas para vasos ou decoração. Também não pode consumir aquelas que estão em parques urbanos ou canteiros públicos. “Essas flores podem estar contaminadas com agrotóxicos e metais pesados”, fala.

Além disso, lembra que as flores são potencialmente alergênicas. “Então, se você é alérgico a pólen e pigmentos, tenha bastante cuidado ao usá-las em seus pratos”, fala.

Leia também: Receita fácil: aprenda a fazer risoto de abobrinha e pimentões

Como consumir flores comestíveis

prato de macarrão com flores comestíveis arrow-options
shutterstock
As flores comestíveis dão uma cara nova ao prato, mas é preciso cuidado na hora de consumi-las

É recomendado colher as flores em horários de clima mais fresco. “Após colhidas, deve ser realizada a retirada das partes desnecessárias. Em seguida, as flores são lavadas delicadamente com água em temperatura ambiente e deixadas para secar em toalhas de papel. Assim, não perdem o sabor e aroma e permanecem perfeitas para o uso”, fala.

Bianca sugere usar as flores para preparar saladas, sopas, frutas, bolos, pratos frescos, peixes, bebidas, vinhos, doces e conservas. “Também podem ser consumidas cristalizadas”, dá a dica.

Quais flores são comestíveis?

Abaixo, Bianca lista as principais flores comestíveis, benefícios para a saúde e como prepará-las. Confira:

  • Amor Perfeito

Com sabor levemente adocicado, pode ser utilizada inteira e é perfeita para aromatizar vinagres, bebidas, sopas e até mesmo saladas.

  • Capuchinha

Essa espécie é rica em vitamina C, tem sabor picante e é muito utilizada em saladas.

  • Áster da China

Costuma ser usada em saladas cortadas bem finas como repolho. No entanto, seu miolo não deve ser consumido.

  • Calêndula Dobrada

Esta flor é rica em carotenoides e pode substituir o açafrão nas receitas. Muito utilizada em saladas, arroz e sobremesa. O miolo é indigesto e deve ser retirado antes do preparo.

  • Lavanda

Costuma ser utilizada para o preparo de chás e bebidas medicinais, mas também pode entrar na receita de biscoitos, bolos e sorvetes. 

  • Violeta

Flores da espécie Viola odorata são ideias para o preparo de doces, xaropes e bolos.

  • Hibisco

O sabor cítrico do hibisco é perfeito para bebidas, saladas e xaropes. Como é um pouco ácido, é preciso atenção para não consumir em excesso.

  • Rosa

As pétalas de rosas são perfeitas para enfeitar bolos, sobremesas, saladas e pratos de verão.

  • Malmequer

É consumida principalmente em saladas.

  • Dente de Leão

Com um sabor muito semelhante ao do mel, essa flor é frequentemente utilizada em doces, sobremesas e geleias. Possui propriedades antioxidantes e antirreumáticas.

  • Tagetes

A flor de origem mexicana tem um gosto levemente amargo, mas suas pétalas vão bem em saladas, sopas, molhos, bolos e pães.

  • Borragem

As folhas e flores dessa espécie têm aroma e sabor fresco, o que lembra pepino. Combina com saladas, molhos, sopas e bebidas.

    Leia tudo sobre: receitas