Tamanho do texto

Encontradas em 2010 na costa da Alemanha, cada garrafa será vendida por aproximadamente R$ 150 mil em um leilão que acontecerá em Londres

Menu

A grande casa de leilões Christie’s, de Londres, anunciou duas garrafas de vinho que datam do século XVII – o vinho mais velho a ser leiloado pela casa – encontrados em 2010, na costa da Alemanha.

Leia também: Cerveja dos faraós é recriada por cientistas israelenses

naufrágio
Reprodução/istock
Foram encontradas 14 garrafas de vinho provenientes de um naufrágio

O leilão vai acontecer nos dias 5 e 6 de junho, como parte do evento Finest and Rarest Wines and Spirits – Os melhores e mais raros vinhos e destilados, em tradução livre -, que também inclui garrafas do famoso Domaine de la Romanée-Conti.

Leia também: Estudo mostra o que a escolha do vinho diz sobre a personalidade dos americanos

Agora conhecidas como “ vinho do naufrágio ”, as garrafas foram encontradas, ao lado de outras 12, enterradas em uma cesta no fundo do mar. Depois de testadas, cientistas informaram que se tratava de um poderoso vinho tinto, que data de 1670 a 1690.

Leia também: Padres belgas produzem cerveja medieval cuja receita tem mais de 200 anos

Segundo a Christie’s, o preço estimado de cada garrafa é de 38 mil dólares, o que equivale a cerca de R$ 150 mil. Porém, por ser extremamente antigo e não ser um vinho fortificado, a possibilidade de tomar o vinho é questionável.