Massa vai bem com tudo! A dica é servir acompanhado de carne ou mesmo sozinho, como prato principal. A receita é saborosa e muito simples de fazer

Macarrão ao Pesto
Divulgação
Macarrão ao Pesto

A origem do macarrão ainda não foi atribuída de fato a um povo especificamente. No entanto, embora não se saiba ao certo quem inventou a massa, árabes, chineses e, é claro, italianos, lutam para ter esse mérito. 

Veja Também: Churrasco, a melhor opção para o final de semana

O mais provável até o momento é que o macarrão tenha sido criado na China porque um fiapo da massa foi encontrado por cientistas da Academia de Ciências de Pequim num sítio arqueológico conhecido como Lajia, na região noroeste da capital. Nesse território, por volta do ano 2.500 antes de Cristo, havia um povoado destruído por uma enchente ou alguma outra catástrofe. Apesar da destruição. O fiapo de macarrão teria sido achado dentro de uma vasilha soterrada três metros sob a superfície.

Eu, como descendente de italianos, sempre acreditei que a origem do macarrão é o que menos importa. O importante mesmo é ter uma boa massa e combinar com o molho certo

Macarrão pelo mundo 

É atribuída ao aventureiro veneziano Marco Polo a responsabilidade de ter espalhado pelo mundo a receita do macarrão, mas, de acordo com uma pesquisa publicada pela revista Superinteressante, não foi bem assim.

“O explorador viveu entre 1254 e 1324 e, de fato, segundo o seu livro de viagens, II milione, encontrou no Oriente a cidade de Fanfur, meio mongol e meio chinesa, na qual Ihe ofereceram ‘magiari di pasta assai e buoni’, excelentes pratos de massas. As receitas, todavia, não utilizavam farinha de trigo em sua composição, mas sim, um impasto de sagu”, diz o texto. 

Ainda de acordo com a pesquisa, “na realidade, a palavra e o produto macarrão são sicilianos, de raízes arabes-mouriscas. A expressão é dialetal e perdura até hoje, derivada de maccarrani, plural maccarruna, filha do verbo maccari, que significa achatar ou esmagar—amassar com bastante força, enfim. Naqueles idos, a Sicília controlava a produção, o transporte e a comercialização do Triticum durum, lá implantado pelos fenícios ao menos 2 mil anos antes de o pai de Marco Polo ter se casado”.

Veja Também: Picanha Secreta: Descubra como fazer essa delícia

Molho pesto

Quem gosta de macarrão, geralmente adapta um molho para chamar de sua à receita. Molhos tradicionais, como o pesto, que leva manjericão, azeite, pinoli e parmesão, acabam ganhando variações com outras ervas e nozes. Mas, hoje, a dica é um tradicional Macarrão ao Molho Pesto . A massa fica à sua escolha, podendo ser spaghetti ou penne, por exemplo, ou com recheio, como capeletti ou ravioli.

Veja Também: Bife de Ancho - Conheça uma alternativa à rainha do churrasco

Receita de Macarrão ao molho pesto

Ingredientes

Molho Pesto

1/4 de xícara de folhas de manjericão

2 colheres (sopa) de nozes picadas ou Pinholes (encontrado em casas especializadas)

1 pitada de sal

2 dentes de alho sem casca

2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

1/2 xícara de azeite 

Massa

3 litros de água fervente

1 colher de sopa de sal

300 g da massa de sua preferência

2 colheres (sopa) de nozes picadas

Preparo

Molho Pesto

Em um pilão ou processador amasse bem as folhas de manjericão com as nozes, os alhos, e o sal. Acrescente aos poucos o queijo e o azeite, formando uma pasta homogênea. Fácil né? 

Massa

Coloque um fio de azeite e uma pitada de sal na água fervente. Isso evita que a água suba e transborde no fogão.

Acrescente a massa e siga o tempo de fervura de acordo com o informado na embalagem. Esse tempo varia entre 7 e 12 minutos.

Após a fervura, escorra o macarrão. Não jogue água fria sobre a massa, pois isso tira o poder de absorção da massa.

Coloque o macarrão em uma travessa e despeje o pesto sobre ela, e logo em seguida as nozes picadas. Sirva ainda quente. Bom apetite!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.