Panetone
Divulgação
O panetone é um clássico e pode ser feito em casa


O clássico panetone  é uma das guloseimas mais queridas desta época do ano. A receita inspirada na tradição italiana conquistou o paladar dos brasileiros e não pode faltar na ceia de natal. 


Que tal preparar essa gostosura em casa para sua ceia, dar de presente ou aumentar a renda? Confira as receitas de panetone salgado caseiro da Nestlé e o panetone de frutas cristalizadas da Panelinha da Rita Lobo e deixe seu natal ainda mais saboroso.

Panetone Salgado à Moda Maggi

panetone
Reprodução/Receitas Nestlé
O panetone caseiro pode ser doce ou salgado e agradar a todos os paladares


Esta receita rende duas unidades e demora 1h20 para ficar pronta. O panetone salgado utiliza caldo de bacon para ficar ainda mais saboroso. Uma ideia diferente e fácil para a ceia natalina.

Ingredientes:

Massa:

  • 3 tabletes de fermento biológico (45 g)
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de leite líquido integral morno
  • 3 ovos
  • 150 g de manteiga
  • 4 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo 
  • 1 gema para pincelar

Recheio:

  • 1/2 kg de linguiça calabresa picada
  • 100 g de bacon picado
  • 2 cebolas picadas
  • 1/2 xícara (chá) de azeitonas verde picadas
  • 1 tablete de caldo de bacon
  • 3 colheres (sopa) de salsa picada

Modo de preparo:

Massa:

Em um recipiente fundo, dissolva o fermento no açúcar. Acrescente o leite, os ovos, a manteiga e vá incorporando a farinha de trigo até que a massa desgrude das mãos. Sove bem, devolva para o recipiente, cubra e deixe crescer em local aquecido até dobrar de volume (cerca de 1 hora). Reserve.

Recheio:

Em uma frigideira, refogue a linguiça e o bacon em sua própria gordura. Quando começar a dourar, acrescente as cebolas, a azeitona e os tabletes de caldo. Misture bem, até dissolver. Acrescente 2 colheres (sopa) de água, se necessário. Refogue até que a cebola esteja macia. Acrescente a salsa e reserve. Transfira a massa para uma superfície limpa, seca e polvilhada com farinha de trigo.

Misture o recheio à massa e trabalhe-a para que o recheio seja bem incorporado. Divida a massa em duas porções. Coloque-as em formas de papel-manteiga especiais para panetone (para meio quilo cada), cubra e deixe descansar até dobrar de volume (cerca de 30 minutos). Pincele com a gema e leve ao forno médio-alto (200°C) preaquecido, por cerca de 40 minutos.

DICA: - Se desejar um toque agridoce, acrescente 1 xícara (chá) de uva-passa ao recheio do panetone.

Panetone caseiro de frutas cristalizadas

panetone
Reprodução/Panelinha
O panetone de frutas é perfeito para presentear


Nesta receita da Rita Lobo, você pode utilizar raspas de limão, raspas de laranja, extrato de baunilha e até vinho para deixar o panetone ainda mais perfumado. A receita que rende dois panetones de 500g e demora 2 horas para ficar pronta.

Ingredientes:

Para a esponja:

  • 1 tablete de fermento biológico fresco (15 g)
  • ½ xícara (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo

Para a massa:

  • 2 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo
  • ½ xícara (chá) de açúcar
  • 4 gemas
  • ⅓ de xícara (chá) de leite
  • 75 g de manteiga em ponto pomada
  • ½ colher (chá) de sal
  • raspas de 1 limão-siciliano
  • raspas de 1 laranja
  • 1 colher (sopa) de extrato de baunilha
  • 1 colher (sopa) de vinho tinto
  • 1 xícara (chá) de frutas cristalizadas
  • ⅔ de xícara (chá) de uvas-passas
  • manteiga a gosto para assar
  • óleo a gosto para untar as mãos

Modo de preparo:

Numa tigela, misture o fermento na água para dissolver. Acrescente a farinha e misture bem com uma colher até incorporar todo o líquido. Cubra com plástico filme ou um pano e deixe descansar em temperatura ambiente por 30 minutos ou até a mistura crescer e ficar aerada.

Obs: se preferir, utilize ½ colher (sopa) de fermento biológico seco instantâneo (cerca 5 g).

Separe 2 formas descartáveis para panetone de 15 cm de diâmetro (para 500 g) e 8 palitos de churrasco. Reserve ¼ de xícara (chá) da farinha para adicionar na hora da sova e coloque o restante numa tigela. Misture com o açúcar e o sal, reserve.

Assim que a esponja estiver pronta, comece o preparo da massa final. Numa tigela grande junte as gemas e o leite e bata com um garfo, apenas para misturar. Acrescente a esponja e misture com uma colher de pau – não precisa desmanchar completamente a esponja, apenas o suficiente para facilitar a mistura com os ingredientes secos.

Acrescente os secos à mistura de gemas e mexa bem com a colher para incorporar todos os ingredientes e formar uma massa – no começo parece uma massa seca e pesada, mas logo perde esse aspecto, se preferir misture com as mãos. Adicione as raspas de limão e de laranja, o extrato de baunilha e o vinho. Misture novamente.

Atenção: é importante que a manteiga esteja em ponto pomada, ou seja, macia mas sem derreter. Se estiver muito gelada leve para rodar no micro-ondas por alguns segundos. Junte a manteiga à massa em três etapas, misturando bem com a colher de pau a cada adição para incorporar – dobre e aperte a massa sobre ela mesma. Nesse ponto, ela vai começar a ficar mais pegajosa e densa.

Ainda na tigela, comece a sovar a massa – como ela é densa, elástica e um pouco grudenta, é melhor sovar com a colher de pau. Estique, vire e dobre a massa sobre ela mesma. Não é preciso colocar força. Durante a sova, vá adicionando a farinha de trigo reservada aos poucos. Sove a massa por pelo menos 10 minutos, ela vai ficando mais lisa, elástica e menos pegajosa. Se preferir, sove na batedeira com o gancho, em velocidade baixa – na metade do tempo, pare de bater, vire a massa e raspe a lateral da tigela para sovar por igual.

Acrescente as frutas cristalizadas, as passas e misture para que fiquem bem distribuídas. Com a espátula (ou as mãos untadas com um pouco de óleo), ajeite a massa para ficar redonda – não precisa ficar uma bola perfeita, apenas o suficiente para crescer de maneira uniforme. Cubra com plástico filme ou um pano e deixe descansar em temperatura ambiente por 2 horas, ou até crescer e aumentar o volume em ⅔.

Unte a bancada com um pouco de óleo e transfira a massa já crescida. Com uma faca (ou espátula de padeiro) divida a massa em duas porções. Para bolear a massa: posicione as mãos na lateral da massa, girando e tensionando a massa contra a bancada para formar uma bola.
Transfira as duas bolas de massa para as fôrmas de panetone, cubra com filme (ou pano) e deixe descansar por mais 1 hora e meia.

Quando faltar 30 minutos para o tempo do panetone, preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média). Antes de levar ao forno, usando uma navalha (ou faca bem afiada), faça um corte em cruz, pequeno e superficial, no topo dos panetones. Disponha um pedacinho de manteiga no centro de cada corte, cerca de ½ colher (chá), e coloque os panetones numa assadeira.

Leve ao forno para assar por cerca de 40 minutos ou até ficarem dourados. Se na metade do tempo os panetones já estiverem dourados, cubra cada um com um pedaço de papel alumínio para que terminem de assar sem queimar a superfície. Para verificar se estão assados, espete um palito no centro da massa, se sair limpo estão prontos.

Assim que os panetones saírem do forno improvise um recurso usado pelos padeiros profissionais: a ideia é deixar o panetone esfriando de cabeça para baixo. Para isso, espete dois palitos de cada lado como se fossem dois cabos de panela alinhados. Vire os panetones de cabeça para baixo e apoie as extremidades os palitos em duas panelas altas.

Deixe descansar de cabeça para baixo, até esfriar – isso serve para que a massa não perca volume à medida que esfria. Sirva a seguir com frutas frescas. Se preferir armazenar, coloque os panetones em sacos plásticos para não ressecar. Eles podem ser consumidos em até 5 dias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários