Guia de Cozinha

Aprenda a fazer as receitas da Rafaela, vencedora do MasterChef Brasil 2020
Mayara Rozario
Aprenda a fazer as receitas da Rafaela, vencedora do MasterChef Brasil 2020

Prepare refeições deliciosas com as receitas da Rafaela Rissoli, vencedora do 23º episódio do MasterChef Brasil 2020!

A jornalista e fotógrafa Rafaela Rissoli, de 24 anos, foi a grande vencedora do MasterChef Brasil 2020 , sendo escolhida por Paola Carosella, Érick Jacquin e Henrique Fogaça, jurados do talent show que está em sua sétima temporada, como a melhor cozinheira amadora do 23º episódio. Ex-estagiária do Guia da Cozinha, durante sua passagem pelo portal, a paulista compartilhou experiências culinárias e o amor que cultiva pela gastronomia com preparos deliciosos e cheias de afeto. Aprenda a seguir as receitas da Rafaela e prepare um cardápio digno de um Masterchef para a família!

Receitas da Rafaela para testar em casa

Pão travesseiro da Rafa

receita de pão caseiro rafaela rissoli

Tempo: 1 hora de preparo (+ respectivos tempos de fermentação)
Rendimento: 18 pãezinhos de 55g cada ou 2 pães grandes
Dificuldade: Médio

Ingredientes para o Pão Travesseiro

  • Tangzhong – (⅓ xícara (chá) ou 50g de farinha + 1 xícara (chá) ou 250ml de leite)
  • 3 e ¼ xícaras (chá) ou 450g de farinha branca
  • 1 colher (sopa) ou 10g de sal
  • ½ sachê ou 5g de fermento seco
  • 2 colheres (sopa) ou 20g de açúcar
  • 2 ovos (ou 100g de fermento natural, se quiser uma alternativa vegana para este pão)
  • ½ xícara (chá) ou 100ml de leite – colocar aos poucos até atingir o ponto da massa
  • 3 colheres (sopa) ou 40g de manteiga

Obs1:
Você pode substituir a farinha de trigo por farinha integral

Obs2:
Para a versão vegana do pão, substitua o leite por leite vegetal ou leite de coco, troque a manteiga por manteiga vegana com gordura vegetal e use fermento natural no lugar dos 2 ovos

Obs3:
Fermento natural é aquele método de fermentação feito em casa, com água, farinha, ação dos microrganismos, tempo e vigilância

Modo de preparo

A primeira coisa a ser preparada é o Tangzhong. A quantidade de líquido é sempre 5x a quantidade de farinha para o preparo dessa técnica. Coloque a farinha e o leite em uma panela e misture com um fuê para não empelotar. Se você tiver um termômetro culinário, mexa o Tangzhong até atingir a temperatura de 65ºC. Caso você não tenha um termômetro culinário, mexa bem até começar a ter a textura de um mingau. Desligue o fogo, mexa mais um pouco (mexa bem!) até homogeneizar toda a mistura. Por estar quente, programe-se para fazer um pouco antes do preparo do pão. Coloque o Tangzhong em um recipiente e deixe na geladeira até não estar mais quente.

O total de farinha para esta receita é 500g. Como já foram utilizados 50g no preparo do Tangzhong, peneire em uma bacia/bowl 450g de farinha e os demais ingredientes secos.

DICA:
NÃO deixe o fermento e o sal entrarem em contato direto, porque o sal interrompe o processo de fermentação quando entra em contato com o fermento na hora de misturar. Misture primeiro o sal com a farinha e depois acrescente o fermento.

Adicione o fermento natural (ou os ovos, se você não for usar fermento natural) e o Tangzhong.

ATENÇÃO:
Nos ingredientes está escrito “100ml de leite”, mas não esqueça que tem que adicionar aos poucos, porque cada farinha tem um ponto de hidratação diferenciado. Deve-se parar de acrescentar leite (ou acrescentar mais de 100ml, se for o caso) quando a farinha incorporar por completo. A massa, nesse estágio, deve estar macia, mas não mole.

Agora coloque sua massa na bancada e comece a sovar. Esse processo de sovar leva de 10 a 15 minutos, até a massa não grudar mais e estar bem macia. Após sovar, acrescente a manteiga (em temperatura ambiente, “ponto de pomada”) e misture mais, até incorporar a manteiga (ela fica lisa e macia). Deixe a massa descansar por 10 minutos. Abra a massa com um rolo (isso faz com que a cadeia de glúten fique ainda mais comprida).

Faça uma dobra nela (como se fosse dobrar um papel duas vezes). Coloque-a em uma bacia limpa e cubra com um pano úmido. Leve para a geladeira e deixe por 12 horas (ela cresce bastante, triplica de volume, mas a temperatura baixa estagna a fermentação em algum momento e isso que dá aroma e sabor para o pão). Hora de modelar os pães (eu fiz 18 bolinhas de 55g cada), mas você pode fazer um pão grande ou qualquer outro formato que preferir. Coloque o pão ou pães na assadeira/forma untada com óleo ou manteiga, cubra com um pano e deixe em temperatura ambiente para a segunda fermentação, até que a massa triplique de volume.

pão rafaela rissoli

Pré aqueça o forno a 180ºC e pincele a superfície do pão (ou com gema de ovo ou com páprica misturada com água).

Tempo de forno:
Pães menores – 15 a 20 min a 180°
Pão grande – 30 a 35 min a 180°

Brigadeirão da Rafa

brigadeirão rafaela rissoli

Houve um dia em que eu achei que não sabia mais fazer brigadeirão. Eu lembrava que eu amo, mas eu queria muito reviver essa paixão. Então saiu essa receita.

O rendimento dessa receita vai depender muito do seu humor no dia. Se for compartilhar, rende de 6 a 10 porções, depende o tamanho do pedaço. Mas se estiver em um dia “ chocolover ” ou se você for mulher e estiver de TPM, muito provavelmente será porção individual.

Ingredientes para o brigadeirão

1 lata de leite condensado (395g)
1 lata de creme de leite com soro (300g)
OU 1 caixinha de creme de leite (200g) + 200ml de leite
4 colheres (sopa) de açúcar (40g)
1 xícara (chá) de cacau em pó (100g)
Dica: se optar por algum achocolatado, não coloque o açúcar na massa do brigadeirão, senão vai ficar extremamente doce!
1 colher (sopa) de manteiga sem sal ou margarina (20g)
3 ovos

Modo de preparo

Separe os ingredientes. Coloque o forno para préaquecer a 180°C
Bata todos os ingredientes no liquidificador (se estiver com dificuldade de bater, coloque mais leite, aos poucos, até a mistura ficar mais fluida no liquidificador). Enquanto a mistura bate, separe duas assadeiras (uma pra ser suporte da água que será utilizada pro banho-maria e outra pra massa do brigadeirão). Coloque um caneco ou uma panela com água para ferver
Unte com manteiga/margarina a forma que usará para o brigadeirão (eu optei pela forma que usamos, normalmente, pra fazer pudim, aquela de furo, sabe?). Polvilhe com açúcar a forma que você untou, pois isso garantirá brilho e uma calda sutil ao desenformar o brigadeirão.
Depois de misturar bem os ingredientes no liquidificador, desligue (raspe as laterais do copo do liquidificador pra unificar alguns excessos que ficam grudados).

Despeje a mistura na forma untada e polvilhada, cubra com papel alumínio (lembrem que o lado brilhante fica virado pro lado que tem o alimento, por uma questão termofísica), depois coloque ela na assadeira maior (por enquanto sem a água do banho-maria). Abra o forno e coloque as duas assadeiras. Agora sim é o momento de pôr a água quente na assadeira que você vai usar pro banho-maria. Feche o forno e asse em 180°C por 1 hora e 30 minutos (quando der 1 hora, fure com algum utensílio ou palito, se sair limpo, já estará pronto, senão, deixe mais 30 minutos). Depois de assado, remova o papel alumínio e deixe esfriar um pouco e desenforme ainda morno

brigadeirão rafaela rissoli

Eu sou capaz de apostar que é impossível não querer fazer essa receita mais de uma vez. Essa massa transita entre brigadeiro, pudim, bolo, mousse… De qualquer forma, a textura é maravilhosa e o sabor mais ainda. O brigadeirão uma delícia ainda morno e mais gostoso ainda gelado, são duas experiências que valem a pena. Faça em casa, experimente e decida se você vai fazer uma segunda receita para compartilhar, porque a primeira, provavelmente, irá querer só para você!

Pavê fácil da Rafa

pavê Rafaela Rissoli

Tempo: 1h
Rendimento:
8 porções generosas ou 10 porções comedidas
Dificuldade: fácil

Receita do pavê da Rafa

Ingredientes para o creme

  • 395g de leite condensado (reserve um pouco para usar na camada de bolacha)
  • 200ml de chantilly (você pode fazer artesanalmente com creme de leite fresco ou comprar creme tipo chantilly no mercado e bater até criar o ideal. Não é recomendado o uso de chantilly em spray, porque ser mais difícil de trabalhar nesta receita)

Ingredientes para a camada de bolacha/biscoito

  • 200g de bolacha de “maisena” sabor chocolate
  • 20g de leite
  • O leite condensado que você reservou para misturar no leite e agregar sabor

Ingredientes para ganache do pavê

  • 300g de chocolate
  • 150g de creme de leite

Ingredientes para o merengue suíço

  • 125g de açúcar (é importante ter a medida certa)
  • 2 claras (em temperatura ambiente)

Modo de preparo

Creme

Bata o creme de leite fresco ou o conteúdo da embalagem de creme para chantilly até dobrar de volume e atingir o ponto firme de chantily. Acrescente o leite condensado. Misture o leite condensado com o chantilly e bata novamente por cinco minutos, apenas para incorporar bem. Deixe na geladeira por 20 minutos

Montagem

Após 20 minutos, tire o creme da geladeira e reserve. Escolha a travessa que utilizará para montar seu pavê. Coloque uma primeira camada de creme. É importante começar com o creme, porque as bolachas tendem a grudar no fundo do refratário e não queremos que as camadas se desmanchem. Em seguida, passe as bolachas no leite com leite condensado rapidamente e construa uma camada com elas. Vá intercalando camadas de creme e de bolacha até encher a travessa e coloque-a na geladeira.

Ganache

Pique e derreta o chocolate em banho-maria ou de 30 em 30 segundos no micro-ondas, mexendo até que ele derreta por completo sem queimar. Aqueça o creme de leite e misture com o chocolate. É importante ambos estarem uma temperatura semelhante para incorporar melhor. Mexa bem a mistura de creme de leite e chocolate e bata com fuê até ficar cremoso e acetinado. Espalhe uniformemente o ganache em cima do pavê.

pavê Rafaela Rissoli

Merengue

A última camada é, nada mais, nada menos que: merengue! Eu acho ele uma coisa linda, delicada e saborosa. Há três tipos de merengue mais conhecidos: francês, italiano e suíço. O que eu usei na última camada do pavê foi o merengue suíço.

A quantidade de açúcar aumenta proporcionalmente, de acordo com a quantidade de claras. Sempre isso: 125g de açúcar para cada duas claras.

Como preparar o merengue?

Você vai precisar dos seguintes utensílios: uma panela, uma colher, fuê ou uma batedeira e um termômetro culinário. Coloque o açúcar e as claras na panela em fogo médio e não deixe a temperatura passar de 60°C. Caso não tenha o termômetro, faça essa parte em banho maria para não perder o ponto, pois é muito delicado e rápido. Mexa até dissolver todo o açúcar nas claras.

Um jeito de descobrir se está pronto é passar o dedo em uma colher com um pouco da mistura da panela e verificar se não há mais grãos de açúcar sólidos. Se não tiver, está ok! Despeje a mistura ainda quente, dentro de um bowl. Bata na batedeira em alta velocidade ou bata à mão com o auxílio de um fuê, até atingir ponto de merengue, que é quando ele ganha volume, fica esbranquiçado, aveludado e não cai facilmente do recipiente. Depois que o merengue estiver pronto, tire a travessa de pavê da geladeira. Espalhe o merengue em cima do ganache e faça as texturas que desejar com o auxilio de uma colher. Use um maçarico para dourar o merengue. Volte com o pavê para a geladeira. Depois de 30 minutos, estará pronto para servir!

Torta pantone da Rafa

rafaela rissoli

Para que esta receita funcione, você vai precisar de alguns utensílios:

  • Um batedor (fuê e/ou batedeira) – você vai utilizar em vários momentos (para claras em neve , para bater o creme de leite, para aerar a mousse delicadamente – lembrando que para incorporar todos os elementos na mousse, não pode usar a batedeira, porque deve ser feito com movimentos delicados e sutis)
  • Papel manteiga ou assadeira com fundo removível – para desenformar o brownie sem grudar
  • Acetato ou assadeira com fundo removível – para dar forma à torta antes de levar à geladeira
  • DICA: se não tiver nem assadeira de fundo removível e nem acetato, faça uma torta desconstruída! Corte o brownie, coloque um pedaço em um prato, junte um pouco da mousse e despeje o quanto desejar de calda por cima, fica delicioso também

Receita de Torta Pantone da Rafa

Ingredientes :

Para a massa base de brownie

  • 200g de chocolate amargo
  • 100g manteiga sem sal
  • 18g chocolate em pó
  • 280g açúcar
  • 3 ovos
  • 10 gotas de essência de baunilha
  • 225g farinha

Para a mousse de chocolate

  • 4 gemas
  • 25 g de açúcar
  • 25 ml de café expresso
  • 2 g de sal
  • 2 claras
  • 15 g de açúcar
  • 85 ml de creme de leite fresco (eu usei o creme de leite convencional, mas dê preferência para o creme de leite fresco)
  • 170 g de chocolate meio amargo

Para a calda

  • 200g de frutas vermelhas (eu usei apenas morango, mas você pode incrementar com outras frutas com essa mesma variação de cor)
  • 150ml de água
  • suco de 1/2 limão
  • 80g de açúcar
  • 1 colher (sopa) de xarope de glucose para dar brilho (não é fundamental, mas ele traz um brilho maravilhoso se usar)

Para finalização

  • 90g de chocolate com até, no máximo, 50% cacau
  • Frutas vermelhas

Modo de preparo

Brownie

Coloque o chocolate meio amargo e a manteiga para derreter em banho maria. Lembre-se que a água NUNCA deve encostar na tigela que estiver com os ingredientes envolvidos no uso dessa técnica. Misture até ficar bem homogêneo. Adicione o chocolate em pó, mexa novamente até que esteja bem incorporado na mistura de chocolate com manteiga. Retire do banho maria e reserve. Em outro recipiente, coloque os ovos, o açúcar e a essência de baunilha. Bata tudo até o açúcar dissolver e adicione a mistura do chocolate derretido.

Você viu?

Misture tudo, acrescente a farinha e mexa até obter uma massa bem homogênea. Mas não precisa misturar demais, não queremos incorporar ar no brownie. Agora é preciso untar uma forma com manteiga e cobrir com papel manteiga. Despeje a massa bem densa em cima do papel manteiga que está forrando a assadeira. Espalhe bem e leve para assar em forno preaquecido, em 180ºC. Asse por 30 minutos, não mais que isso. Assim como o petit gâteau , o brownie também é um bolo cru, a gordura da manteiga junto com o chocolate é que dá estrutura e ele não precisa de muito tempo de forno.

torta rafaela rissoli

Tire o brownie do forno quando o palitinho sair parcialmente melecado. Espere esfriar, tire ele da assadeira usando um prato de apoio para virar o bolo. Depois disso tire o papel manteiga e coloque o brownie no recipiente que for fazer a montagem da torta. Reserve.

Mousse

Misture as gemas, o açúcar, o café e o sal em uma vasilha. Cozinhe em banho-maria, sempre mexendo, até a mistura dobrar de tamanho. Adicione o chocolate e mexa com delicadeza até que esteja completamente derretido. Agora bata as claras, adicionando o açúcar lentamente, até atingir picos firmes, mas cuidado para não passar do ponto! Divida as claras em neve em 3 partes e adicione uma por vez à mousse, bem devagar e com cuidado para não perder as bolhas de ar (que é o que desejamos para a mousse ficar bem aerada). Use a batedeira ou um batedor manual para o creme de leite formar picos firmes. Adicione suavemente ao restante da mistura, até incorporar por completo. Reserve.

Calda

Misture todos os ingredientes na panela até dissolver o açúcar. Deixe reduzir até ficar um pouco consistente, mas não precisa virar geleia, é legal que tenha ainda pedaços de frutas.

Finalização

No refratário onde reservou o brownie, envolva-o com acetato, cubra com a mousse e deixe gelar por quatro horas. Depois que a mousse estiver firme, despeje a calda de frutas vermelhas, remova o acetato e decore como preferir. Se quiser fazer como eu fiz, é assim: Derreta todo o chocolate em banho maria. Mergulhe as frutas escolhidas até a metade delas (lembre de secá-las com um papel toalha, para conseguir criar aderência ao chocolate). Para fazer mais firulas como eu fiz, pegue um pedaço de acetato, coloque um pouco de chocolate, passe uma espátula para deixar mais uniforme a camada de chocolate. Passe um garfo ou um raspador com dentinhos (foi o que eu usei) bem devagar para criar “caminhos” nessa superfície de chocolate. Enrole só um pouco esse acetato, coloque dentro de um copo ou de um aro e deixe repousar na geladeira, para que o choque térmico endureça essas camadas de chocolate. Depois que estiverem firmes, basta decorar como quiser!

Receita de Speculoos: magnífico biscoito amanteigado

speculoos bicoito amanteigado rafaela rissoli

Tempo:  1h
Rendimento:  80 biscoitos
Dificuldade:  médio

Ingredientes para o biscoito amanteigado

  • 245g de farinha de trigo
  • 90g de açúcar cristal/granulado
  • 90g de açúcar mascavo ou demerara
  • 150g de manteiga gelada (em cubinhos)
  • 1 ovo
  • 15g de melado ou 15g de caramelo seco* + 10g de manteiga
  • 10g de canela em pó
  • 5g de gengibre em pó
  • 3g de sal
  • 3g de bicarbonato de sódio
  • 5g de cravo**
  • 3g de noz moscada ralada na hora
  • 5g de pimenta rosa***
  • Raspas de 1 laranja lima
  • Raspas de 1 limão siciliano

Observações

As receitas mais tradicionais levam melado, mas dá pra fazer como eu fiz na minha adaptação da receita. Resolvi me virar em casa mesmo e fiz caramelo seco com duas colheres de açúcar (só derreter o açúcar até virar ponto de caramelo) e, depois de pronto, misturei com uma colher de manteiga (manteiga, NÃO margarina). Faça na hora de usar ou aqueça por 20 segundos no micro-ondas antes de acrescentar na mistura, porque o caramelo vai endurecer.

  • Use cravo em pó ou, se tiver em grãos, use um pilão para triturar.
  • Use um pilão para moer a pimenta rosa.

Modo de preparo

Misture, em uma tigela, a farinha, os açúcares, o bicarbonato, o sal e todas as especiarias. Lembre de ralar a noz moscada e triturar a pimenta rosa e o cravo se você só tiver em grãos. Coloque a manteiga gelada, em cubinhos, e esfarele com os dedos até virar uma farofa grossa. Acrescente o ovo, o caramelo seco com manteiga* (primeiro tópico acima em “Observações”), as raspas da laranja e do limão e misture tudo até formar uma bola. Não se preocupe, a massa fica meio pegajosa mesmo, não precisa misturar demais. Envolva a massa em um plástico filme ou deixe na tigela e cubra com um pano e ponha na geladeira por 2 horas, para que a manteiga recupere estrutura e dê firmeza no manuseio da massa. Se quiser acelerar o processo, deixe no freezer por 30 minutos.

Lembre de pré aquecer o forno a 180°C antes de começar a abrir sua massa
Polvilhe uma bancada lisa com farinha (se você não tiver um lugar liso, coloque plástico filme na superfície da sua bancada e outro plástico em cima da massa quando for abrir) e, com um rolo (também enfarinhado), abra a massa com uma espessura de, aproximadamente, 6mm e corte com cortadores no formato desejado (você tem a opção de usar a boca de um copo) ou faça tirinhas com a faca. Em uma assadeira/forma/tabuleiro, coloque papel manteiga ou silpat (eu usei papel manteiga e reutilizei o mesmo papel em todas as fornadas do biscoito). Coloque a massa já em pedaços cortados na assadeira forrada. Deixe espaços entre os biscoitos (veja no vídeo acima que eles crescem e se aproximam uns dos outros).

Os biscoitos vão precisar de 15 minutinhos no forno ou até terem aparência de sequinhos na superfície. Após cinco minutos, você começará a se embriagar com o aroma impecável. Retire a assadeira do forno e, com cuidado, tire os biscoitos (se tiver dificuldade, deixe ficar morno, sairão com mais facilidade) e deixe-os esfriar em algum lugar arejado em todas as laterais (eu usei uma grade própria para isso, mas improvise – use a trempe do seu fogão -, não queremos que ele perca a crocância).

Dicas e informações adicionais

A receita me rendeu 80 (sim, oitenta!) biscoitos que não decepcionam jamais (e eu comi tudo de um dia pro outro: SÉRIO). Tá aí sua oportunidade de presentear alguém! Coloque em algum pote hermético ou embrulhe em um tecido e presenteie Os biscoitos duram de 5 a 7 dias e podem ser conservados em potes fora da geladeira.

Criei a seguinte teoria: “Se a massa crua já for gostosa de comer, a chance da receita ser boa aumenta em 200%”. Pois bem, Speculoos se encaixa perfeitamente nessa teoria. Depois de pronto, é crocante quando morde e derrete na boca enquanto mastiga, aroma impecável, cheiroso demais, sabor incrível, só é possível descrever com o próprio paladar.

Creme de café da Rafa

creme de café rafaela rissoli

Ingredientes para o creme de café

As medidas abaixo servem duas pessoas, mas, basicamente, se você medir em gramas, vai ser sempre a mesma medida de café e açúcar. Porcione conforme quiser aumentar ou diminuir a quantidade.

  • 2 colheres (sopa) de café coado ainda quente (20g) OU 1 colher (sopa) de café solúvel (10g) + 1 colher (sopa) de água morna (10g)
  • 3 colheres (sopa) de açúcar (20g)

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes no bowl da batedeira. Bata até atingir uma consistência de creme, quase que um merengue. Dá pra bater na mão? Dá, mas é trabalhoso. Adicione o creme de café na superfície da bebida de sua preferência (ex: leite, café, drinks), pode ser bebida quente ou gelada (se for gelada, o creme de café ficará na superfície e você pode escolher misturar ou não; se for bebida quente, o café vai se dissolver e incorporar).

Pizza de caneca fácil da Rafa

Se você é fã de carteirinha dessa maravilha composta por massa, molho e recheio, você vai adorar a receita a seguir: super prática, pode ser feita em qualquer lugar que tiver uma caneca e um micro-ondas!

Ingredientes para a pizza de caneca

Massa:

  • Sua caneca preferida
  • 4 colheres rasas (sopa) de farinha
  • 2 colheres (sopa) de leite
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (chá) de fermento químico em pó
  • 1 pitada de sal (é uma pitada mesmo)

Cobertura:

  • Molho de tomate
  • Complementos da sua preferência para a cobertura da pizza (pode ser queijo muçarela, tomate fresco picado, queijo parmesão ralado, requeijão e orégano)

Ingredientes para a pizza vegana de caneca

Massa:

  • Sua caneca preferida
  • 4 colheres rasas (sopa) de farinha
  • 2 colheres (sopa) de água filtrada ou leite vegetal
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (chá) de fermento químico em pó
  • 1 pitada de sal (é uma pitada mesmo)

Cobertura:

  • Molho de tomate
  • Complementos da sua preferência para a cobertura da pizza (pode ser alho poró, cogumelos, abobrinha refogada, vegarela, ervas aromáticas, tomate fresco, tomate seco, azeitonas etc…)

Modo de preparo

Prepare os complementos para a cobertura da sua pizza e reserve. Em sua caneca preferida, misture todos os ingredientes da massa até ficar bastante homogêneo. Pode usar uma colher para incorporar tudo e não precisa misturar por muito tempo. Se ficar uma massa muito dura ou sobrar farinha no fundo da caneca, adicione mais leite (ou água e azeite). A consistência da massa não pode ser muito espessa e nem muito fluida, deve ser macia, mas com uma certa consistência. Agora acrescente camadas de complementos na superfície da massa. A partir daí, não misture mais! Monte as camadas do jeito que você quer que esteja na hora de comer, seguindo a mesma lógica da pizza convencional. No final, polvilhe com orégano, ou alecrim, ou tomilho ou outra coisa. Pode pôr nada também, a pizza é sua!

Leve a caneca com a pizza montada pra cozinhar no micro-ondas por 2 ou 3 minutos na potência alta. Se ainda assim não tiver cozinhado completamente, vá colocando de 1 em 1 minuto até que tudo esteja quentinho. Só cuidado para não esquentar demais e acabar ficando uma massa de pizza queimada e dura. Pronto! A pizza de caneca está prontinha para ser devorada!

Sorbet refrescante

diabetes

Desconhecemos quem não goste de algum tipo de sorvete, de alguma sobremesa gelada , principalmente, em dias de calor. Por que não ousar? Com esta receita você poderá fazer um sorbet ou sorbetto artesanal com todo aspecto profissional.

Ingredientes do sorbet de morango

  • 500g de fruta congelada
  • Dica: Pode ser absolutamente qualquer fruta, vou ensinar a fazer um sorbet de morango e outro de limão siciliano com gengibre. Se você escolher uma fruta que se usa a parte sólida (como o morango, ex: manga, banana, maçã, uva, amora, etc) use 500g da fruta. Caso opte por uma fruta ou ingrediente protagonista que seja mais líquido (como o limão, ex: café — sorbet de café é maravilhoso — , melancia, maracujá, etc), não tem medida certa, imagine a intensidade de sabor que você quer. Para o limão siciliano, que é mais sutil, usei 200mL (ou suco de 2 limões), mas se fosse o limão taiti, com certeza colocaria menos, por ter uma acidez mais concentrada.
  • 1 e 1/3 de xícara (chá) de açúcar (250g)
  • 1 xícara de água (250mL)
  • 4 colheres (sopa) de xarope de glucose
  • Dica: Feito a partir de amido de milho, é utilizado para trazer uma textura mais leve no sorbet , aumentar volume, prevenir cristalização do açúcar e salientar sabor.
  • 2 colheres (chá) de estabilizante/emulsificante
  • Dica: Emulsificante é um ingrediente que vai deixar o sorbet mais cremoso e agradável ao paladar. Para esta receita é importante colocar, no máximo, duas colheres (chá) de emulsificante, no caso desse ingrediente, o famoso “menos é mais” cai super bem.

Modo de preparo

Sua fruta está congelada? Não?! Então corre lá e põe pra congelar.
Pronto, fruta congelada? Então é hora de começar! Em uma panela, coloque a fruta (nesse caso, o morango), o açúcar, a água e o xarope de glucose (exceto o emulsificante!). Misture os ingrediente que estão na panela até dissolver o açúcar e o xarope de glucose. Não precisa esperar virar geleia, basta dissolver tudo. Desligue o fogo, coloque a mistura da panela em um recipiente.

Enquanto isso, em outro bowl , coloque água e gelo. Coloque o recipiente (o que tem a mistura ainda quente), dentro do bowl com água e gelo e mexa até esfriar (é tipo um banho-maria só que ao contrário). Bata no liquidificador e agora sim vai o emulsificante! Não pesa a mão na hora de pôr, lembra da dica que eu falei lá nos ingredientes. Feito isso, transfira o líquido do liquidificador para o bowl da batedeira e deixe no congelador por 2 horinhas.

Duas horas depois, ou até o sorbet ficar consistente, tire do congelador e bata na batedeira por 5 minutos. Volte com o bowl para o congelador e deixe mais duas horas. Repita esse processo mais quatro vezes! Quanto mais vezes você o fizer, mais você garante cremosidade e menos cristais de gelo em seu sorbet . Bateu pela quinta vez? Refrigere mais uma vez até ficar com a consistência desejada e voilà, temos um sorbet pronto!

Sorbet de limão siciliano e gengibre

rafaela rissoli limão siciliano e gengibre

As únicas coisas que se diferenciam do preparo acima é que: Em vez de ser 500g, você usa de 200mL a 300mL de suco de limão siciliano (3/4 xícara) e pedaços ou raspas de gengibre (opcional). Não precisa congelar o suco e as raspas do limão e nem o gengibre! Na hora de misturar os ingredientes na panela (inclusive o gengibre), assim como o emulsificante fica de fora, o suco e as raspas de limão entram na hora de bater no liquidificador!

Dica: você pode usar gengibre em pó se preferir. O restante dos preparos se igualam ao modo de preparo do sorbet de morango. Você pode variar as misturas e sabores do seu sorbet. Uma opção bastante famosa é o sorbet de limão com manjericão!

Cookie vegano sem lactose e sem glúten

rafaela rissoli cookie vegano

Tempo:  50min
Rendimento:  6 cookies de 55g cada (se você fizer cookies menores, vai render muito mais)
Dificuldade:  fácil

Ingredientes para o cookie

  • 10g ou 2 colheres (sopa) de farinha de linhaça dourada
  • 45g ou 3 colheres (sopa) de água
  • 120g ou 1/2 xícara de pasta de tahine ou pasta de amendoim (usei pasta de amendoim que eu mesma fiz em casa)
  • 1,3g ou 1/2 colher (chá) de fermento em pó
  • 45g ou 1/4 xícara de açúcar demerara ou mascavo
  • gotas de chocolate ou pedaços de chocolate (pra ser vegano e sem lactose, tem que ser chocolate 100% cacau)

Modo de preparo

Pré aqueça o forna à 180°C. Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Com a massa, faça bolinhas médias. Asse os cookies sobre um papel manteiga (ou silpat) até dourar – assei os meus por 20 min. Sirva da maneira que preferir!

Dicas bônus

rafaela rissoli cookie vegano

Farinha de linhaça e água podem substituir as propriedades do ovo em algumas receitas;
• Para fazer pasta de amendoim em casa , basta colocar amendoim torrado e sem casca em um processador e bater até liberar o óleo do amendoim e ficar uma textura cremosa (na receita do cookie eu quis testar a pasta de amendoim mais espessa, um ponto antes de virar pasta de amendoim real oficial).

Gostou das receitas da Rafaela? Deixe sua opinião e sugestões nos comentários!

The post Aprenda a fazer as receitas da Rafaela, vencedora do MasterChef Brasil 2020 appeared first on Guia da Cozinha .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários