Tamanho do texto

Cultuada pelos especialistas e produzida por monges na Bélgica, Westvleteren poderá ser comprada pela web; serão duas caixas por pessoa

Planeta

Para combater a influência inflacionária de atravessadores, os reclusos monges trapistas da abadia de São Sisto, em Westvleteren (Bélgica), decidiram vender sua famosa cerveja via mercado digital, informa o jornal The Guardian. O site, que entra em funcionamento nesta semana, permitirá que os interessados encomendem diretamente as duas caixas do produto (cada uma com 24 garrafas) permitidas por comprador. Na loja da abadia, cada caixa custa 45 euros (quase R$ 200).

Leia também: Padres belgas produzem cerveja medieval cuja receita tem mais de 200 anos

Westvleteren, cerveja
Brunno Kono/iG São Paulo
Westvleteren 12 é considerada a melhor cerveja do mundo

Considerada a cerveja com mais alta demanda no mundo, a produzida em São Sisto tem fabricação limitada: pouco mais de 5 mil barris são feitos por ano. O fato de poder fazer a encomenda online não livra o comprador de ir até a abadia para retirar suas caixas. Mas pelo menos ele não precisa telefonar para a loja, cuja linha telefônica, em horários de pico, chega a receber 85 mil chamadas por hora.

Leia também: Conheça a Mito, cerveja criada em homenagem a Jair Bolsonaro

Os monges fabricam três tipos de cerveja: uma clara, com 5,8% de álcool, e as escuras Westvleteren  8 e 12. Esta última é regularmente considerada a melhor cerveja do mundo, apesar do elevado teor alcoólico de 10,2%.

cerveja, Westvleteren
Arquivo pessoal/Paulo Almeida
Apesar das vendas online, comprador terá de ir até a Bélgica para pegar a cerveja

Manu van Hecke, abade de São Sisto , disse que estava decidido a garantir que o mosteiro mantivesse o controle de sua cerveja após um incidente recente em que o produto foi encontrado em um supermercado holandês. Sem conhecimento ou permissão da abadia, o estabelecimento vendia os três tipos da cerveja a um preço cinco vezes maior do que o cobrado em São Sisto.

“O novo sistema de vendas atende às necessidades de muitos entusiastas da Westvleteren”, afirmou Van Hecke. “Temos pensado muito sobre uma alternativa boa e amigável ao cliente. As vendas de cerveja na abadia permanecerão exclusivamente destinadas a clientes particulares.”

Leia também: Veja como fazer a sua própria cerveja em casa

“Portanto, a loja virtual só é acessível aos consumidores, não aos compradores profissionais”, acrescenta. “Queremos oferecer ao maior número possível de pessoas a oportunidade de comprar a cerveja pelo preço correto. Qualquer pessoa que não aderir às regras de vendas e abusar do sistema não terá acesso à loja online.”

    Leia tudo sobre: Receitas