Tamanho do texto

O decanter é uma garrafa de vidro ou cristal que possui base ampla, permitindo uma superfície maior de contato do vinho com o ar

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535069568&_c_=MiGComponente_C

Sua função vai além de tornar o serviço do vinho charmoso, pois com o seu uso o ajudamos a respirar, a evoluir, desabrochando seus aromas e segredos.

O processo de decantação é sempre aconselhável para os bons vinhos (mais caros), sobretudo os tintos encorpados e longevos que normalmente apresentam sedimentos em decorrência de sua evolução na garrafa, ou, pelo fato de não serem filtrados antes do engarrafamento. Para os tintos jovens de cor profunda, ainda bastante tânicos e ácidos também é uma boa alternativa.

Quando o vinho é decantado, vemos a reação química das substâncias presentes no mesmo que, ao entrarem em contato com o ar, sofrem mudanças, na maioria das vezes, benéficas. Quanto melhor o vinho, sua estrutura e complexidade, maior será o tempo de aeração no decanter. Os vinhos mais simples (mais baratos), considerados vinhos do dia-a-dia, não ganham em nada com o processo de decantação, portanto, ele é totalmente dispensável.

Um alerta: vinhos muito velhos podem sofrer com a decantação, uma vez que, com o envelhecimento prolongado, ele vai se afinando e em dado momento sua estrutura passa a apresentar certa fragilidade às mudanças bruscas. Ao entrar em contato com o ar, esta delicadeza fará com que o liquido oxide rapidamente.

Portanto, você encontrará um vinho maravilhoso nos primeiros minutos, que se tornará intragável pouco depois. Recomendo que nesta situação o vinho seja colocado num cesto próprio para serviço, no qual ele se manterá deitado. Depois de uma hora nesta posição, sirva com muito cuidado para não agitar a garrafa e levantar partículas que o tornarão turvo e deguste em seguida. Assim, você diminuirá o tempo de contato com o ar.

Não tenho decanter, o que faço?
Bem, com certeza esse não será um impedimento para que consiga degustar o vinho em sua plenitude. Portanto, o segredo é ter PACIÊNCIA . Escolha uma taça grande de cristal ¹ , sirva apenas até a metade e espere um pouco. Se quiser gire a taça de vez em quando, pois isso ajudará bastante e acelera o processo. Cheire e dê pequenos goles, assim perceberá claramente suas mudanças e terá a oportunidade de degustar vários vinhos em um só.

¹ O cristal é poroso e quebra as moléculas do vinho, fazendo com que seus aromas desprendam da taça e subam em direção ao nariz.

Dicas: Naggiar Syrah ¿ Nova Zelândia; Fleur Du Cap Pinotage ¿ África do Sul e Chateau Haut Brion ¿ França.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.