Tamanho do texto

A sommelière Marcia Gombos ensina a escolher a bebida certa para a sua festa

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535083413&_c_=MiGComponente_C

Depois de conversar com muitas pessoas e observar de perto o comportamento humano frente a uma taça de vinho, percebi que já é hora de uma dica importante : como escolher o vinho certo para a sua festa.

Faz tempo que os espumantes (champagne, prosecco, cava, etc) ganharam espaço nas comemorações. Contudo, ainda é bastante difícil definir que tipo de espumante e, mais ainda, que vinho tranquilo¹ servir.

O estilo da festa dá o tom

Bem, tomemos como base o estilo da festa . Se for algo mais formal e que envolva serviço de jantar, o correto é ter um champagne (ou afins) para recepcionar os convidados e harmonizar um vinho para cada prato de acordo com a estrutura, molho, tipo de carne, untuosidade...

Num jantar mais informal pode-se escolher um vinho mais "coringa" que fique razoavelmente bem com todos os pratos. Essa é uma opção de acompanhamento e não uma harmonização, posto que temos a entrada, o prato principal e a sobremesa, coisas bastante distintas. A melhor pedida são os espumantes que ficam relativamente bem diferentes sabores.

Casamentos e vinhos diplomáticos

Nos casamentos podemos sugerir a mesma linha de pensamento, já que alguns são seguidos de jantar. Mas se os noivos escolherem uma opção mais simples, servindo finger food e salgados, uma boa saída são os vinhos de médio corpo .

Costumo dizer que a Merlot figura entre as uvas mais diplomáticas que existe, agradando a um número maior de pessoas. Você ainda pode optar por  vinhos de corte² , que tem o paladar mais aveludado, como o Syrah com Grenache; Cabernet com Merlot e por aí vai.

Em meu casamento optei pelo belo espumante brasileiro Salton Demi-sec e o harmônico tinto chileno Isla Negra Syrah com Cabernet Sauvignon. Orientei aos garçons sobre a importância de servir pouco e constantemente , mantendo assim a temperatura ideal dos vinhos no copo dos convidados, evitando desperdício e resultando em uma série de elogios.

Lembre-se

Montar uma harmonizar é uma tarefa que demanda atenção e conhecimento , mas você pode pedir a ajuda de profissionais como os da consultoria Tout du Vin que farão todo esse trabalho por você, levando em conta que o vinho não precisa, nem deve, ser caro para ser bom e tornar a sua festa um grande sucesso.

DICAS: Champagne Piper Hiedsieck (França), Santa Rita Gran Hacienda Merlot e Joffre e Hijas Gran Bonarda (Argentina).

1 ¿ vinho sem a presença de gás carbônico (sem borbulhas);
2 ¿ vinho produzido a partir de mais de uma uva sem predominância de nenhuma delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.