Tamanho do texto

Em um dia, as manchetes dizem que café faz mal. No dia seguinte, ele é um poderoso aliado para a saúde... Como não se perder no meio de tanta informação contraditória?

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535034318&_c_=MiGComponente_C

Quantas vezes você viu uma pesquisa dizendo que um alimento fazia bem para a saúde e logo depois outra dizia que na verdade ele fazia mal? Para acabar com essas dúvidas, o médico Dr. Paulo Eiró criou o livro O que É Bom Saber (MG Editores).

Segundo Paulo, um dos alimentos que mais causam discórdia é o café . Apontado como vilão por muitos, o café tem uma série de propriedades importantes para o organismo. Além de melhorar o sistema nervoso central, ajuda na memória e no sistema digestivo. Mas deve ser consumido moderadamente: no máximo quatro xícaras por dia, já que o estímulo excessivo no sistema nervoso pode causar insônia.

Uma característica pouco conhecida no café é a gordura. Sim! Aquele cafezinho expresso que você toma depois do almoço pode aumentar seu colesterol. Os cafés árabe e expresso, no processo de infusão, deixam passar gordura para a bebida. Bom mesmo é o velho e tradicional café coado .

Já o tomate , assim como as frutas vermelhas, é rico em licopeno, uma substância que previne o câncer -- principalmente o de próstata. Diminui ainda o mau colesterol, aumenta o bom e contribui para o funcionamento do sistema circulatório.

Mas o tomate é também um dos mais ricos em agrotóxico . Se não puder consumir o orgânico, lave bem ou descasque antes de usar. Se preferir, o catchup e o molho de tomate possuem os mesmos benefícios do tomate in natura .

Outro alimento que é bom para tudo e não tem contra indicação é o trigo germinado . E é fácil de fazer: basta deixar o trigo de molho em uma vasilha de um dia para o outro. No segundo dia retire a água e reserve, no terceiro dia está pronto! É só misturar nos alimentos e consumir normalmente.

A fermentação aumenta as vitaminas do trigo. Os benefícios são muitos: ativa a memória, o raciocínio, previne o envelhecimento precoce , além de ser bom para a pele e os cabelos .

Outro alerta: é importante estar atento para a diferença entre os produtos diet e light . Os diet têm a retirada total de algum ingrediente, como o sal, açúcar ou gordura. Já no light, essa retirada é parcial, normalmente de 25%. É preciso ter cuidado e não ingerir em excesso!

Dr. Eiró costuma dizer aos seus pacientes que remédio tem esse nome porque só remedia: o que cura mesmo são bons hábitos alimentares, exercícios físicos moderados e uma boa noite de sono. Anote as dicas e mude já!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.