Tamanho do texto

Os suspeitos de sempre, como frituras de origem duvidosa, devem ser evitados na praia

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535108704&_c_=MiGComponente_C

Caipirinha, milho verde, picolé. Espetinho de camarão, batida de coco, pastel, queijo de coalho. Um dia na praia, um cardápio tentador. Antes de fazer suas escolhas, veja as recomendações das nutricionistas Beatriz Botéquio, da consultoria nutricional Equilibrium, e Sarah Rosário, da Universidade de São Paulo (USP).

Não se trata de fazer uma patrulha contra a comida de praia. Vale o bom senso, a busca pelos melhores fornecedores. Com as informações contidas nas duas páginas a seguir, o leitor pode tirar as próprias conclusões.

Vilões (clique aqui)
Aliados (clique aqui)


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.