Tamanho do texto

Na hora de preparar assados e outros pratos, que tal apanhar as ervas necessárias logo ali, na floreira? Acredite, fará toda a diferença

Não é todo mundo que conta com o privilégio de possuir terreno suficiente para organizar uma bela horta própria. Mas nem é preciso tanto. Para temperar as receitas com as mais diversas ervas, por exemplo, alguns vasos e uma boa sacada ensolarada já bastam.

A maioria das ervas aromáticas nasce e se desenvolve com bastante generosidade. No peitoril das janelas, nas floreiras de cerâmica ou mesmo em modestos vasinhos, tipos como manjericão, tomilho, salsinha, cebolinha, coentro, alecrim, hortelã, sálvia e tantos outros dão o ar de sua graça ¿ e de seu sabor ¿ com certa facilidade. Basta estar de olho em algumas dicas para cultivá-las. O paisagista e jardineiro Fabiano Luiz Bretas, de São Paulo, fala sobre elas.

Este é o AeroGarden: um jardim de ervas de cozinha que, ligado na tomada, avisa quando é preciso regar e colher as plantas. Ele tem luz própria para manter as ervas e, em lojas especializadas do exterior, tem preço a partir de US$ 150


Onde plantar
Ao decidir fazer uma pequena horta de ervas, comece checando as possibilidades da sua casa e da sua rotina ¿ sol em boa quantidade e tempo e disposição para regar e cuidar das plantas são essenciais. Além disso, será preciso escolher onde acomodá-las.

A melhor opção entre os vasos e floreiras são os de terracota (cerâmica), apesar de os recipientes de plástico também serem aceitáveis. Os vasos precisam mesmo é ter tamanho apropriado para o tipo e quantidade de ervas que vai abrigar (conte cerca de 20 cm2 para cada muda de erva) e ter furos no fundo, para deixar a água vazar.

Quanto à terra, é preciso que haja uma mistura com boa drenagem ¿ ou seja, que deixe a água passar facilmente até chegar às raízes mais fundas. Misturar um pouco de areia pode tornar a terra mais solta, por exemplo. Antes de colocá-la no vaso ou na floreira, ponha alguns pedriscos forrando o fundo do vaso. Isso vai impedir que a terra tampe os furos do recipiente e sufoque as raízes da planta.

Como cuidar
Depois de plantadas, as ervas aromáticas precisam de um bom local para crescer. Seja na varanda, no quintal ou mesmo em uma pequena sacada, escolha o ponto onde bate mais sol diariamente (pelo menos duas horas ao dia).

Os vasos precisam ser molhados com frequência, pois a maioria das ervas pede boa quantidade de água. No verão, elas precisam de rega ao menos uma vez por dia (ou, com calor mais forte, até duas vezes) e no inverno, a cada dois dias. Para checar se a umidade está correta, aperte a terra com a ponta do dedo ¿ é preciso senti-lo um pouco molhado. E prefira fazer a rega bem cedo ou no final do dia, para que a água acumulada nas folhas não cozinhe com o sol.

O bom, com relação às ervas, é que não se deve poupá-las. Quanto mais as folhas forem colhidas e usadas, maior o reflorescimento. E para algumas ervas, que florescem rápido demais, basta podá-las regularmente para manter a produção.

Como combater pragas
Existem inseticidas naturais (como óleo de nim, calda de fumo ou bordalesa) que espantam ameaças de insetos e pragas sem estragar as plantas para consumo. As ervas aromáticas costumam atrair pulgões, mas é relativamente fácil se livrar deles: use um esguicho forte de água nas folhas e eles tendem a sair.

Como aproveitar
Basta empunhar uma faquinha ou tesoura e ir colher os frutos de uma horta de ervas. Em molhos, o manjericão fresco cairá perfeitamente (de preferência, usado no final, para não murchar). Para um lombinho assado, a sálvia é que dará um cheiro especial. O tomilho fica muito bem temperando frango e a hortelã fica ótima em receitas doces com iogurte ou salgadas, como no tabule. Salsa e cebolinha, então, entram em um sem-número de pratos.

Lembre-se apenas de lavá-las bem em água corrente antes de usar, pois nas grandes cidades a poeira tende a se acumular até mesmo nas plantas. Depois, é só escolher a receita mais adequada e mostrar todo o potencial das ervas cultivadas por você mesmo.


Leia mais sobre: horta em casa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.