Tamanho do texto

Turmas serão atendidas durante a Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, em SP

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535066950&_c_=MiGComponente_C

Deficientes visuais que comparecerem à VIII Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade (Reatech), entre 02 e 05 de abril, no Centro de Convenções Imigrantes (Km 1,5 da Rodovia dos Imigrantes), São Paulo, poderão contar com aulas gratuitas de culinária e re-educação alimentar.

Segundo informou a assessoria de imprensa, as aulas seguem os princípios do programa "Alimente-se Bem", do SESI-SP, criado em 1999. O projeto tem como objetivo  incentivar o aproveitamento integral dos alimentos, como a utilização de partes não convencionais de frutas, legumes e verduras como cascas, talos e ramas no preparo de receitas econômicas, saborosas e nutritivas. Para atender os portadores de necessidades especias, o material didático utilizado nas aulas, com 24 receitas espertas, foi elaborado na versão braile.

A Reatech está aberta à visitação pública gratuita nesta quinta e sexta-feira, das 13h às 21 horas, e no sábado e domingo, das 10h às 19 h. Uma opção para chegar ao Centro de Convenções Imigrantes é a condução (também gratuita) que parte do metrô Jabaquara, à rua  Nelson Fernandes, 400. As aulas do Alimente-se bem na feira serão oferecidas em três horários: às 14h, às 15h30 e às 17 h. Cada aula tem a duração de uma hora e comporta 30 alunos. As inscrições podem ser feitas no local.

Alimente-se bem
O curso educativo "Alimente-se bem", criado em 1999, é oferecido gratuitamente nas unidades SESI-SP. Consulte o site da instituição para informações como horários, locais e turmas. Para os deficientes visuais, o programa conta com material didático adaptado em braile, com 30 receitas. 


Leia mais sobre: culinária econômica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.