Segredos de liquidificador

Sugestões de batidos geladíssimos para enfrentar o calor

Marcela Besson, IG São Paulo |

Getty Images
Smoothie: pode ser feito com frutas congeladas e sorbet ou frozen yogurt
Em qualquer canto do país, refrescar a garganta no verão é uma questão de sobrevivência. Como é inútil lutar contra o termômetro, o jeito é remediar liquidando a sede. A água, pura e simples, sempre vai bem. Mas há outras boas opções saídas dos freezers dos bares e das barracas de água de coco espalhadas pelas praias. Também os picolés, singelos em sua fórmula, não ficam atrás no gosto popular.

Para a lista ficar ainda mais gelada, some outras duas sugestões: milk-shake e smoothie. Ambas podem ser preparadas no liquidificador. E nem precisa ser um modelo top de linha para obter bons resultados. A chef Carole Crema, expert nesse tipo de batido, explica que as lanchonetes e sorveterias usam máquinas específicas, que batem e gelam simultaneamente o líquido. No entanto, para o preparo caseiro, o bom e velho liquidificador não faz feio. É provável que as texturas não saiam perfeitas, fiquem menos cremosas do que deveriam, mas não há prejuízos no sabor, diz Carole.

De ingredientes e preparo igualmente fáceis, esses batidos guardam algumas diferenças importantes. Vamos a elas.

Milk-shake: sorvete + leite
Ok, não há muito segredo nessa mistura. A fórmula quase elementar de sorvete batido com leite faz sucesso com ou sem calda para decorar. Sua consistência é densa e cremosa por causa do sorvete, geralmente feito à base de muita gordura. É, portanto, uma bebida calórica e substanciosa. Mas nem sempre foi assim. No século XIV, quando os chineses já faziam sorvetes de vários sabores, adicionavam neve, leite e suco de frutas. Depois disso, o explorador Marco Polo levou a ideia para a Itália e, dali, o sorvete tal qual conhecemos hoje seguiu viagem para o resto do mundo.

Smoothie: frutas + frozen yogurt ou sorbet
A bebida nasceu nos Estados Unidos nos anos 70 e, no início, consistia de suco de uma fruta batido com outras frutas frescas. Na década de 1990, transformou-se numa bebida mais encorpada, feita com frutas congeladas, frozen yogurt (sorvete de iogurte) ou sorbet (sorvete à base de água).

Antes de bater tudo no liquidificador, alguns truques são fundamentais para fazer um bom smoothie caseiro. Quem ensina é a chef Carole Crema:

- a cremosidade do smoothie vem das frutas congeladas
- escolha as suas preferidas, corte e congele
- retire as frutas do freezer e espere 15 minutos antes de utilizá-las
- na falta do frozen yogurt, use iogurte natural firme e bem gelado

    Leia tudo sobre: milk-shakesmoothiesorbetverão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG