Saboreando o primeiro adversário do Brasil na Copa

Conheça o pajeon sob deiji galbi, prato típico da Coreia do Norte servido no Tai Tai, em Itaipava

Valmir Moratelli, iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Pajeon sob deiji galbi: panquecas de vegetais com ovos, cenoura, cebolinha e cebola, sob costeletas de porco grelhadas

Tão difícil quanto citar o nome de um bom atacante norte-coreano, é falar de um típico prato local. Assim como nos gramados, a Coreia do Norte não tem tradição internacional com sua cozinha. Ainda assim, o país, que é governado por uma ditadura violenta há quase 70 anos, pode se revelar por seus bons temperos. A Coreia do Norte disputará sua segunda Copa do Mundo. A primeira foi em 1966, na Inglaterra, quando surpreendeu ao eliminar a Itália na primeira fase, chegando às quartas de final. Dessa vez, na África do Sul, eles têm logo no primeiro jogo o desafio de enfrentar a Seleção Brasileira.

Se para os norte-coreanos este prato de entrada pode não soar nada apetitoso, espera-se que, para os brasileiros, o primeiro jogo seja um estimulador de apetite. Para ir saboreando o adversário, a reportagem do iG traz esta semana uma receita típica da culinária da Coréia do Norte.

O pajeon sob deiji galbi é um prato composto por panquecas de vegetais com ovos, cenoura, cebolinha e cebola sob costeletas de porco grelhadas (barbecued pork chops). É servido, sazonalmente, no restaurante Tai Tai, que fica em Itaipava, região serrana do Rio e é comandado pela chef cambojana Mu Mu San. A especialidade da casa é a cozinha da região da Indochina – China, Indonésia, Malásia, Camboja, entre outros. O pajeon ocupa, no mês de junho, o cardápio do restaurante.

“Para o Brasil, adaptamos alguns sabores, diminuímos os temperos, deixamos a comida mais leve. Porque por lá as coisas são mais carregadas", diz a chef Mu Mu San, que já comandou restaurantes de hotéis em Hong Kong e Miami Beach. "Os ingredientes são fáceis de se achar por aqui, não preciso recorrer a substitutos.”

Mu Mu gosta de ressaltar que a culinária desta região da Ásia está muito associada ao chá. Por isso, o restaurante tem uma carta de chás muito bem feita. Cada prato vem com indicação da bebida. No oriente, o chá é harmonizado com a comida - tanto quanto se recomenda o vinho por aqui. “Os chás são aromáticos, saborosos, melhores que café ou refrigerante, próprios para todo momento, mesmo às refeições. Queria ver o brasileiro descobrir e se encantar com essa experiência”, conta Mu Mu que sugere, para este prato da reportagem, o chá de Ginseng como acompanhamento.

A torcida é para que esta grata surpresa da cozinha norte-coreana não se repita também no futebol, contra a Seleção Brasileira.

Receita

Pajeon sob deiji galbi

Ingredientes para a panqueca
2 xícaras de farinha de trigo, 2 ovos batidos, 1/5 xícara de água, 1 molho de cebolinha (Cortado ao meio e em pedaços de 6 cm), pimenta vermelha, 1 colher de chá de sal, óleo de soja para cozinhar.

Preparo:
Misture todos os ingredientes juntos e deixe descansar por 10 minutos. Verificar a consistência antes de cozinhar. A massa deve ser um pouco mais escorrida do que a panqueca americana para que o Pajeon cozinhe por igual. Esquente uma frigideira com fogo médio e cubra com uma fina camada de óleo. Derrame a massa até cobrir a frigideira com uma camada fina (1/3 da massa preparada deve cobrir uma frigideira média). Cozinhe por 3 ou 4 minutos, até que a parte de baixo fique dourada. Vire com uma espátula, ou no prato, (ou vire no ar se você for bom nisso) e termine cozinhando 1 a 2 minutos, adicionando mais óleo se for necessário. Sirva com shoyu.

Ingredientes para a costeleta de porco (ou Deji Galbi)
6 costeletas de porco (contra-filet com osso), 1 xícara de shoyu, ¾ xícara de açúcar, ½ xícara de água, 1 pêra Asiática ou ½ pêra Koreana, 1 cebola picada, 2 colheres de sopa de alho picado, 4 colheres de sopa de óleo de gergelim, 1 colher de sopa de pimenta do reino, 1 colher de sopa de gengibre.

Preparo:
Deixe as costeletas, que devem ter de 1,5 a 2,0 centímetros de espessura, em molho na água por 1 hora. Enxágue. No processador, adicione a cebola picada e a pêra até fazer um purê fino. Despeje numa tigela grande, adicione os outros ingredientes e misture. Deixe as costelas mergulhadas nesse molho por 8 a 10 horas. Grelhe numa frigideira com óleo bem quente por 2 a 3 minutos de cada lado.

Serviço
Preço do prato: 42 reais (por pessoa)
Restaurante Tai Tai - Rua das Casuarinas, nº 70 – Itaipava, RJ. Tel: (24) 2222-5285
Horário e dias em que o prato norte-coreano será oferecido no mês da Copa: Dias 10, 11, 12 e 13 de junho e dias 17, 18, 19 e 20 de junho – Quinta-feira, das 19h às 10h30; sexta-feira, das 19h às 12h; sábado, das 13h à 1h; domingo, das 13h às 18h.

Divulgação
Fachada do restaurante Tai Tai, especializado em culinária da Indochina. Nesta temporada, tem um prato da Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coreia do nortecozinha asiáticatai tai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG