Tamanho do texto

Veja 21 restaurantes que têm mesmo estilo da nova casa de René Velmont, de Fina Estampa

Os
TV Globo/ Divulgação
Os "brasileiríssimos" da vida real não são baratos, mas prometem refeições de novela
Se na trama das 9 o Brasileiríssimo, restaurante do badalado chef René Velmont, vivido pelo ator Dalton Vigh, logo fez sucesso, é por que a arte imita a vida mesmo. No País, tem uma porção de restaurantes assim. São lugares comandados por chefs de primeira, capazes de transformar ingredientes simples em pratos sofisticados, que fazem alta cozinha com quiabo, abóbora, cenoura. O iG Comida listou 20 casas espalhadas pelo Brasil, que bem poderiam ser a de Fina Estampa. Nenhuma é barata, mas todas prometem refeições de novela.

Tartare de abóbora, receita da chef Roberta Sudbrack
Divulgação/Renato Neto
Tartare de abóbora, receita da chef Roberta Sudbrack
Faça o teste: Você conhece a cozinha brasileira?

No Rio de Janeiro, RJ
Roberta Sudbrack
Av. Lineu de Paula Machado, 916, Jd. Botânico, tel. 21 3874-0139
A chef Roberta Sudbrack prepara menus degustação diariamente, de acordo com os produtos que encontra no mercado.

Leia também: A corajosa cozinha de Roberta Sudbrack

Olympe
Rua Custódio Serrão, 62, tel. 21 2539-4542
Este é o restaurante mais sofisticado de Claude Troisgros, chef francês pioneiro em incluir ingredientes brasileiros na alta cozinha.

Oro
Rua Frei Leandro, 20, Jardim Botânico, tel. 21 2266-7591
Felipe Bronze trabalha com produtos nacionais e técnicas da cozinha espanhola moderna.

Aprenda a fazer: cinco receitas campeãs de audiência em telenovelas brasileiras

Le Pré Catelan
Av. Atlântica, 4240, Copacabana, tel. 21 2525-1160
O chef francês Roland Villard faz cardápios temáticos, como o "Amazônico" e o "Arroz com Feijão".

São Paulo, SP
D.O.M.
Rua Barão de Capanema, 549, Cerqueira Cesar, tel. 11 3088-0761
Eleito pela revista britânica Restaurant o sétimo melhor do mundo, é comandado por Alex Atala.

Leia também: D.O.M. é o sétimo melhor do mundo

Maní
Rua Joaquim Antunes, 210, Jardim Paulistano, tel. 11 3085-4148
Comandado pelo casal Helena Rizzo e Daniel Redondo também está ranqueado na lista dos 100 melhores do mundo, da revista Restaurant.

No couvert do restaurante Manì, em São Paulo, uma das estrelas é o biscoito de polvilho
Divulgação
No couvert do restaurante Manì, em São Paulo, uma das estrelas é o biscoito de polvilho
Carlota
Rua Sergipe, 753 São Paulo, Higienópolis, tel. 11 3661-8670; mais um endereço no Rio de Janeiro
A casa de Carla Pernambuco ganhou fama com pratos como o suflê de goiabada com calda de catupiry.

Leia também: Tão longe, tão perto: goiabada com queijo

Capim Santo
Alameda Ministro Rocha Azevedo, 471, tel. 11 3068-8486; mais um endereço em Trancoso
Morena Leite usa ingredientes de diversas regiões do País em pratos delicados.

Marcel
Rua da Consolação, 3555, Jardim Paulista, São Paulo, SP, tel. 11 3064-3089
A consistente pesquisa de Raphael Despirite privilegia os sabores brasileiros sem disfarces.

Epice
Rua Haddock Lobo, 1002 São Paulo, SP, tel. 11 3062-0866
Alberto Landgraf tem cozinha cuidadosa e sofisticada

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Aprenda a fazer: acabamento de restaurantes nos pratos do dia a dia

Dui
Alameda Franca, 1590, São Paulo, tel. 11 2649-7952
A chef Bel Coelho serve releituras de pratos populares como o filé à Oswaldo Aranha.

Veja também: receita de Carolina Ferraz para O Astro

Marakuthai
Rua Consolação, 2919 São Paulo, tel. 11 3062-7556
A casa que começou com sotaque asiático está, cada vez mais, investindo sabores nacionais.

Petit baru: bolinho de castanha do cerrado com sorvete de hibisco. Receita de Ana Luiza Trajano
David Santos Jr./Foto Arena
Petit baru: bolinho de castanha do cerrado com sorvete de hibisco. Receita de Ana Luiza Trajano

Brasil a Gosto
Rua Professor Azevedo Amaral, 70 São Paulo, tel. 11 3086-3565
Ana Luiza Trajano é pesquisadora da culinária brasileira e homenageia os Estados do Brasil em cardápios fechados. Também há serviço à la carte.

Leia também: Cozinha (brasileira) exótica?

Vitória, ES
Soeta
Rua Desembargador Sampaio, 352, Praia do Canto, tel. 27 3026-4433/4466
Bárbara Verzola e o espanhol Pablo Pavón usam ingredientes capixabas a serviço da técnica burilada no extinto El Bulli, de Ferran Adrià.

Recife,PE
Ponte Nova
Rua do Cupim, 172 – Graças, Recife, 81 3327-7226
O refinado cardápio de Joca Pontes mistura clássicos com elementos da infância vivida em Pernambuco.

Wiella Bistrô
Av. Engenheiro Domingos Ferreira, 1274, Boa Viagem, tel. 81 3463 3108
Claudemir Barros usa técnicas modernas para trabalhar ingredientes pernambucanos típicos.

Leia também: Todos os pratos do Festival de Pernambuco

Salvador, BA
Amado
Av. Lafayete Coutinho, 660, Comércio, tel. 71 3321-6200
Edinho Engel faz cozinha baiana leve.

Brasília, DF
Aquavit
Setor de Mansões Lago Norte, ML12 Conj. 1 Casa 5, Brasília,DF , tel. 61 3369-230
Funciona na varanda da casa do chef dinamarquês Simon Lau, pesquisador de ingredientes do Cerrado, e serve apenas menu degustação.

Leia também: Minha casa, meu restaurante

Belém do Pará, PA
Remanso do Bosque
Travessa Perebebuí, 2350, Marco, tel. 91 3347-2829
Thiago Castanho, chef também do Remanso do Peixe, faz comida regional refinada.

Cuiabá, MT
Mahalo
Presidente Castelo Branco, 359, Quilombo, tel. 30287700
Ariane Malouf usa produtos da região e técnica francesa na releitura de suas receitas origem armênia.

Continue lendo: Chefs da vida real riem do chef da novela

E ainda : Pratos de René Velmont para você fazer em casa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.