Tamanho do texto

Confira dicas e receitas para bancar o pizzaiolo em casa, mesmo que sua cozinha seja pequena e o fogão bem simples

Pizza caprese, da Bráz: aprenda a receita e faça no forno doméstico
Divulgação
Pizza caprese, da Bráz: aprenda a receita e faça no forno doméstico



Quem não mora numa casa com quintal e forno a lenha, não precisa comprar discos na padaria e forrar com catchup para bancar o pizzaiolo.  Existem alguns macetes para fazer uma redonda gostosa e servi-la com as mãos e a ponta do nariz cheias de farinha. Confira as dicas de André Lima, sócio da pizzaria Bráz , com unidades em São Paulo e no Rio de Janeiro, para o iG Comida e divirta-se!

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Macetes para usar o forno doméstico
A grande vantagem do forno a lenha é que ele atinge uma temperatura bem mais alta do que o doméstico. Isso é fundamental para a pizza ficar macia e crocante.  Um bom truque para elevar a temperatura do utensílio caseiro é colocar uma pedra refratária em cima da grade do forno e assar o disco diretamente nela. Outra ideia é abrir a massa bem fininha . Assim, o calor penetra com mais facilidade na redonda. Nunca é demais lembrar que ingredientes de primeira ajudam a deixar a massa leve e com boa textura.

iG RECEITAS: PIZZA DE MUSSARELA COM TOMATE

Para melhor resultado no forno caseiro, abra a massa bem fininha
Getty Images
Para melhor resultado no forno caseiro, abra a massa bem fininha
Molho gostoso com tomate em lata
Tomates italianos rendem um molho de melhor qualidade. Mas os ingredientes não precisam ser colhidos no pomar, nem comprados em Nápoles. O enlatado, que já vem pelado e sem sementes , funciona bem para isso. Basta amassá-los com as mãos, adicionar alho picado, orégano e sal. Fica grosso e saboroso.

Leia também: a verdadeira pizza paulistana

Conheça a história das redondas
A pizza que conhecemos tem origem italiana. Mas as primeiras manifestações de pratos assim são bem mais antigas. Há seis mil anos os egípcios já produziam algo parecido: massa de farinha e água misturada a outros ingredientes.

MAIS RECEITAS:
PIZZA BRASILEIRA
PIZZA CAPRESE DA BRÁZ (FOTO)

A receita ficou popular e percorreu outras civilizações, como a hebraica, a babilônica e a grega (responsável por levar a mistura para assar sobre tijolos quentes). Já os fenícios deram seu toque colocando cebola e carnes sobre a massa, criando o conceito da cobertura.

Os turcos, por volta do século 11, teriam levado para Nápoles o hábito de consumir pão turco coberto com carne e iogurte. Os italianos se ocuparam de aperfeiçoar a massa e as coberturas, especialmente com queijo.

A pizzaria PortAlba, em Nápoles, é considerara por muitos a primeira do mundo. Foi fundada em 1830. A tradicional marguerita tem origem napolitana. Em 1889, os reis italianos Umberto I e Margherita de Savoy estavam hospedados na cidade e quiseram provar uma pizza. Em sua homenagem, ela foi preparada com as cores da bandeira italiana no recheio: mussarela, tomate e manjericão.

Que tal drinques refrescantes para acompanhar as redondas?

Laranja e cassis

Cranberry e pêssego

Leia também: Panino, uma pizza mais democrática

E ainda: Massas são prato favorito do mundo, segundo pesquisa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.