Tamanho do texto

Restaurante organiza passeios gastronômicos em fazendas no interior paulista

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535102172&_c_=MiGComponente_C

O restaurante Friccò, em São Paulo, encontrou um jeito inusitado de mostrar de onde vêm e como são produzidos os ingredientes usados em sua cozinha. O caminho escolhido é levar os clientes diretamente à fonte. Desde julho, o chef e proprietário da casa, o italiano Sauro Scarabotta, organiza passeios de um dia rumo a fazendas no interior paulista.

A ideia é aproximar consumidores e pequenos produtores em encontros que começam com uma aula sobre determinada matéria-prima e terminam com a mesma no prato, num festivo piquenique. Quatro passeios já ocorreram nesse esquema. A experiência é inspiradora e divertida, diz o publicitário Marcelo Lopez, que já fez uma das viagens. Segundo ele, é um privilégio para quem mora na metrópole, vai pouco ao campo e está habituado a ver apenas as gôndolas dos supermercados como ponto de partida.

História avessa à do chef Sauro Scarabotta. Ele guarda boas lembranças de sua infância na pequena Gubbio, cidade medieval da Úmbria, na parte central da Itália. Quase todos os dias, regava a horta no quintal da avó, comia frutas e legumes colhidos do pé e costumava perambular com porcos à caça de trufas, iguaria típica da região. Quero que as pessoas estreitem o vínculo com os alimentos que chegam prontos à mesa, diz Scarabotta.

Recentemente, o Piquenique do Friccò, como ficou conhecido seu projeto, mostrou a um grupo de cinquenta pessoas como é feito o cultivo de cogumelos shiitake em Mogi das Cruzes, a 50 quilômetros da capital. Eles puderam ver tudo de pertinho e colher os fungos comestíveis nos carvalhos japoneses onde são germinados ¿ uma tarefa delicada e trabalhosa. Depois desse contato, fica mais fácil entender porque ingredientes de origem orgânica, por exemplo, são mais caros que os comuns", conta o chef.

O próximo encontro está marcado para este sábado (28), em Araçariguama, a 60 quilômetros de São Paulo, numa pequena propriedade onde são criados javalis. Especialistas vão explicar detalhes sobre a vida do animal, os tipos de corte e como são processados os embutidos. Ao final, o grupo experimenta o gostinho da carne num piquenique preparado pelo chef, com direito a música ao vivo e refeição à sombra. O passeio completo custa 130 reais. Bebidas alcoólicas não estão incluídas, mas é permitido levar de casa ou comprar uma das opções da carta de vinhos do Friccò.

Piquenique do Friccò
Quando:
28 de novembro, a partir das 9h
Onde: Araçariguama (com saída do restaurante Friccò , Rua Cubatão, 837, Paraíso)
Quanto custa: R$ 130,00
Inscrições pelo telefone 5084-0480 ou 5084-0415

Encontros programados para 2010: 27/mar, 22/mai, 21/ago e 30/out

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.