Tamanho do texto

Conheça as propriedades, uso e curiosidades relacionadas a esta pimenta

Pimenta-da-jamaica
Nome científico:
Pimenta dioica

Apresentação
Seca, inteira ou em pó

Usos
Seu sabor lembra uma mistura de cravo, canela e noz-moscada. Os grãos inteiros são usados para condimentar marinadas, patês, embutidos, sopas, molhos, picles, carnes, vinagres e bebidas. A pimenta-da-jamaica branca é ideal para carnes brancas, maioneses e molhos brancos, por ser mais suave. A preta é indicada para carnes vermelhas e marinadas. A pimenta moída serve para aromatizar bolos, biscoitos, pudins, carnes, sopas e molhos. Na culinária caribenha, esta pimenta com sabor relacionado ao do cravo é largamente utilizada. Carnes são normalmente recheadas com as folhas desta planta e assadas com a madeira. São também feitas pastas combinando a pimenta jamaica com cebola e outros tipos de pimenta para marinar carne de frango ou de porco antes de assá-las. Na Inglaterra e nos Estados Unidos é utilizada em caldos, molhos e para temperar conservas de vegetais, juntamente com sementes de mostarda branca. Na culinária asiática não é um condimento muito aceito, apesar de ser utilizado algumas vezes no preparo do curry.

Curiosidade

A pimenta-da-jamaica é conhecida em inglês como "allspice", devido ao seu aroma, que remete a uma combinação de especiarias, principalmente canela, cravo-da-índia, gengibre e noz moscada. Por este motivo, ela pode ser usada como substituta na combinação destes condimentos (uma parte de noz-moscada para duas partes de canela e cravos).

Nomes em outras línguas
Inglês: Allspice
Francês: pimenta, tout-épice
Italiano: pimento