Tamanho do texto

Capítulo 2: Comidinhas

Quem pensa que a melhor compania para hambúrguer é refrigerante, se engana
Gladstone Campos / Divulgação
Quem pensa que a melhor compania para hambúrguer é refrigerante, se engana
Hambúrguer
Quem dá a dica de boa bebida não-alcoólica para harmonizar com hambúrgueres é o chef Diego Belda, do Rothko , em São Paulo. “Na minha opinião, o ideal é um bom suco de tomate temperado. Essa bebida tem uma acidez que se equilibra com pratos mais gordurosos e potentes, como um hambúrguer”, diz. Seu Burger da Casa tem como recheio um patty feito com carne bovina moída, queijo Serra da Canastra, folhas de mostarda e tiras de bacon fritas.

Veja também: Dicas para preparar hambúrguer

Cachorro-quente
Adriana Cymes é a dona do bufê Arroz de Festa e adora cachorro quente. Mas o que a gente deve beber enquanto devora seus minidogs? “Sugiro uma soda italiana de romã, feita com uma mistura de água com gás, suco de limão, gelo e grenadine (xarope de romã)”, diz. A justificativa é convincente: “esse lanche tem sabor forte e costuma ser bastante condimentado, e o gás serve para limpar o paladar”. Segundo ela, seu drinque não-alcoólico tem cor bonita e alegre, que combina com o espírito do sanduíche. Além de pão e salsicha, a receita de Adriana leva queijo fundido, molho de tomate, compota de cebola e mostarda de Dijon.

Veja também: Cachorro-quente é muito mais do que pão com salsicha

Curta o iG Comida no Facebook e siga no Twitter

Pastel de carne
Aqui não tem jeito: a voz do povo é a voz de Deus. Para acompanhar um pastel de feira recheado de carne moída, a especialista em cervejas Cilene Saorin recomenda o bom e velho caldo de cana. “Essa combinação tem razões culturais muito fortes, faz parte do hábito alimentar dos brasileiros há décadas”, afirma. E a preferência popular tem justificativas sensoriais. “A doçura do caldo cria um contraste agradável com o sal do quitute, que às vezes ainda é reforçado pela presença de azeitonas pretas. Em geral, todas as bebidas com notas de melado rendem bons casamentos com carnes”, afirma Cilene.

Veja também: Paulistanos elegem o melhor pastel da cidade

Pizza marguerita
A melhor opção não-alcoólica para acompanhar uma pizza margherita, na opinião de Everaldo dos Santos, sommelier da pizzaria paulistana Veridiana , é um belo suco de uvas tintas. “Essa bebida possui taninos, substâncias presentes na casca das uvas vermelhas e que também têm papel importante na composição dos vinhos. Além de casarem bem com a redonda por causa dos sabores, ajudam na digestão e até auxiliam na redução dos índices de colesterol no sangue”, afirma. Para arrematar, o sabor das frutinhas dialoga harmoniosamente com o do manjericão.

Veja também: A vera pizza paulistana

Bruschetta
Na carioca Prima Bruschetteria , o chef Erik Nako prepara deliciosas bruschettas caprese (com mozzarella de búfala, rodelas de tomate fresco, molho pesto e folhinhas de manjericão). Para acompanhá-la, sugere suco de laranjas. “É importante que a intensidade do prato seja equivalente à da bebida. Essa receita tem sabor delicado e pede bebida com acidez leve, para equilibrar a gordura dos ingredientes sem anular a complexidade dos sabores”, afirma. Para ele, os refrigerantes não são uma boa pedida. “Eles são muito doces. O gás e o açúcar tomam conta da boca e ofuscam o sabor do prato.”

Veja também: Receitas de bruschetta

Clique aqui para voltar para a página inicial

Continue lendo: Pequeno guia de harmonização - capítulo 3: doces

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.