Tamanho do texto

A mais nacional das sobremesas francesas ganha versões de ingredientes brasileiríssimos, como pequi e doce de leite

Carla Pernambuco criou uma versão feita com queijo da Serra da Estrela, servida com calda de vinho do Porto
Divulgação
Carla Pernambuco criou uma versão feita com queijo da Serra da Estrela, servida com calda de vinho do Porto

O petit gâteau , tradicionalmente um bolinho de chocolate cujo interior se revela como se fosse um recheio ao ser partido, é talvez a mais brasileira das sobremesas francesas. Ou a mais francesa das sobremesas brasileiras. Já foi chique. Depois, de tão comum ganhou os refrigeradores dos supermercados no estilo “industrializado para micro-ondas ”.

Mas o objetivo não é crucificar a receita vitimada pelo modismo, e sim celebrar a variedade. Escoltados por sorvete, ingredientes como limão siciliano, capim santo, pequi, doce de leite e queijo estão entre os que subvertem a fórmula original.

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Pequi gâteau, receita do Marakuthai
Divulgação/Paulo Mercadante
Pequi gâteau, receita do Marakuthai
“Muitas receitas tradicionais passam por isso, como o suflê, que ganha diversos sabores em cozinhas contemporâneas”, conta Marie-France Henry, proprietária do restaurante La Casserole . “É uma adaptação natural.” Para ela, variar é um jeito criativo de salvar uma receita que perdeu qualidade e espaço nos grandes restaurantes por causa do modismo, complementa.

Leia também: o verdadeiro petit gâteau

Renata Vanzetto, do Marakuthai , com endereços em Ilhabela e em São Paulo, oferece em seu cardápio um petit gâteau à base de pequi, uma fruta do cerrado. Também na capital paulista, Morena Leite, chef do Capim Santo , usa o ingrediente que batiza a casa para preparar os bolinhos. No Rio, o CT Brasserie , do francês Claude Troisgros, serve uma receita de castanha-do-pará. A execução é do chef Didier Labbé.

Leia também: A suave panna cotta

Em seu Carlota , Carla Pernambuco promove doce de leite, goiabada , queijo da Serra da Estrela e coco. Todos viram pequenos bolos. 

Leia também: Três vezes pudim de leite

A rigor, o bolinho é assado em forno alto, durante poucos minutos, assim o interior não cozinha totalmente e escorre quando o petit gâteau é partido ao meio. Mas não é todo mundo que o prepara dessa forma. Veja a seguir, algumas receitas.

Leia também: Bolo gelado, doçura em pedaço

Petit gâteau de doce de leite, receita do restaurante Carlota, em São Paulo
Divulgação
Petit gâteau de doce de leite, receita do restaurante Carlota, em São Paulo

Petit gâteau de doce de leite do Carlota

Petit gâteau de doce de leite da Anhembi Morumbi

Petit gâteau de capim santo

Petit gâteau de queijo Serra da Estrela

Petit gâteau de pequi

    Leia tudo sobre: receitas
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.