Tamanho do texto

Saiba o que as casas especializadas estão preparando para seu cãozinho neste Natal e aprenda a preparar muffin de chocolate canino

Pet também tem direito a comida árabe: na foto, esfihas e quibes especiais para eles
Divulgação
Pet também tem direito a comida árabe: na foto, esfihas e quibes especiais para eles

Foi-se o tempo em que “dia de cão” era sinônimo de sofrimento. Com os casais tendo cada vez menos filhos, conforme atestam as recentes estatísticas divulgadas pelo IBGE, os animais de estimação vêm ganhando privilégios e mimos. Além de rações balanceadas, com vários sabores diferentes e especiais para bichinhos com necessidades específicas (diet, para pets com problemas renais, feitas exclusivamente com ingredientes orgânicos e etc), os cachorros agora têm também uma série de opções de petisquinhos para saciar seus paladares, que estão, cada vez mais, exigentes e refinados.

Siga o iG Comida no Facebook e no Twitter


Muffins especiais para pets, com ingredientes que não fazem mal à saúde deles
Divulgação
Muffins especiais para pets, com ingredientes que não fazem mal à saúde deles
Em 2004, a chef carioca Roberta Sudbrack compilou receitas para cães gourmet no livro “Bom Pra Cachorro” (editora Senac-Rio). A primeira edição está esgotada, mas quem conseguir eventualmente conseguir encontrar um exemplar poderá aprender a preparar iguarias como lagarto desfiado com abóbora, tortinha crocante de banana com gergelim e biscoitinhos de amendoim com aveia e açúcar mascavo.

Para o Natal que se aproxima, a empresa paulistana Panneteria di Canni (Rua Luis Góis, 19, Saúde, são Paulo, SP, tel. 11 2589-4614), há oito anos comandada pelo veterinário Ângelo Carotta na Vila Clementino, preparou duas variedades de apetitosos panetones. A primeira opção é doce, recheada de passas, e a segunda alternativa é salgada, com floquinhos de carne no lugar das frutas cristalizadas que tanto sucesso fazem entre os humanos. Os dois tipos são elaborados sem a adição de conservantes e outros produtos que não podem ser ingeridos pelos sensíveis totós. Eles são vendidos em inúmeras pet shops de São Paulo ao preço médio de R$ 7 (embalagem com 80 gramas).

Leia também: entrevista com Boo, o cachorro escritor (!) mais fofo do mundo

Também na Panneteria di Canni é possível comprar grissinis de tomate seco, rocambolezinhos de bacon e até graciosos cupcakes, comidinhas que nos últimos anos viraram mania entre a criançada. Para os cães, esses bolinhos não são enfeitados com glacês açucarados e confeitos coloridos, mas a massa pode ter sabor de laranja, de coco ou de chocolate com baunilha.

Por falar em chocolate, é importante verificar se os quitutes que você dá para o seu cão são feitos de alfarroba. É que o cacau é um alimento muito perigoso e tóxico para eles, já que possui uma metilxantina denominada teobromina, que age no sistema nervoso central, no aparelho cardiovascular, nos rins e na musculatura dos cachorros. Estudos indicam que o consumo dessa substância em quantidade igual ou superior a 90 ou 100 miligramas por quilo de peso corporal pode ser fatal ao animal. Para se ter uma ideia, se um cão de porte médio pesando 11 quilos consumir 100 gramas de chocolate, vai estar ingerindo uma dose potencialmente mortal.

Leia também: Surfe e ioga para cachorros? Veja estas e outras curiosidades

Natal canino também tem panetone
Divulgação
Natal canino também tem panetone
A alfarroba é uma vagem utilizada no preparo de chocolates e pode ser encontrada em qualquer loja de produtos naturais. Quem usa muito esse ingrediente é a chef Renata Vargas, proprietária da grife de petiscos caninos Eurico Come Doces. Ela já trabalhou na cozinha da lanchonete Ritz e no restaurante do Hotel Emiliano , mas desde 2009 dedica-se a preparar em casa quitutes para cães e gatos. Eles podem ser encontrados em diversas pet shops de São Paulo, e quem quiser fazer alguma encomenda especial deve entrar em contato pelo e-mail renatamv77@hotmail.com .

Quem prova e aprova as criações de Renata é o buldogue francês Eurico, de quem ela cuida com carinho há nove anos. Do fogão da chef saem muffins, biscoitos, pastilhas e bolos. “É importante lembrar que estes agrados só podem ser consumidos por cães saudáveis, sem alergias ou obesidade. Para não ter erro, é bom acostumar os pets com receitas bem simples feitas com ingredientes frescos, orgânicos e integrais como os flocos de aveia, o gérmen de trigo e a farinha de trigo integral. É bom evitar também condimentos como sal e açúcar. Utilize mel ou melado de cana para adoçar os bolos e misture canela, gengibre, cravo ou baunilha para dar um gostinho – essas especiarias estão liberadas”, afirma.

Clique aqui e aprenda a fazer muffins de chocolate para o seu dog

Por fim, outra boa dica para quem quiser comprar gostosuras para os seus pets é a Dog Bakery (Rua Lacerda Franco, 92, Cambuci, São Paulo, SP, tel. 11 3399-3060). Estabelecida há quase dez anos num casarão antigo, a padaria tem um balcão onde sempre está exposto um bonito bolo feito especialmente para os animais de estimação e possui também uma estufa onde dá para escolher salgados ou doces. Tem quibes feitos de trigo integral embebidos em caldo de carne, que também servem de recheio para esfihas, sonhos com creme de frutas e biscoitos -- vendidos em sabores como banana e maçã, além dos eternos favoritos queijo, carne e barbecue.

Continue lendo: De ração caseira a biscoitos, faça um banquete para seu cachorro

E ainda: Qual o signo do seu pet?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.