Tamanho do texto

No calor ou no frio, de manhã, de noite, com pão ou na comida... É difícil imaginar a vida sem os queijos. E nunca se sabe ao certo se ele é vilão ou mocinho. Aliás, será que é possível algum alimento ter apenas qualidades boas ou ruins? Veja o que o iG Gourmet apurou sobre esse derivado do leite e saiba quais são os mitos e as verdades que o rodeiam

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535045482&_c_=MiGComponente_C

Acordo Ortográfico

O queijo tem mais cálcio que o leite
Verdade: Os queijos fazem parte dos derivados do leite. Contêm proteínas, vitaminas D, A, b12, b2, ferro e potássio, dentre outros nutrientes. Além disso, são riquíssimos em cálcio, diz Valéria Goulart, médica nutróloga de São Paulo. E ela explica porque ele ganha do leite nesse quesito. Para produzir um quilo de queijo, são necessários 10 litros de leite. Portanto, o queijo possui, em média, de 4 a 8 vezes a quantidade de cálcio existente no leite.

Queijo amarelo é muito mais calórico
Mito:
Dependendo do queijo amarelo, a diferença de calorias não é tão gritante assim e às vezes é até menor. O teor de gordura saturada nos queijos varia muito de um tipo para o outro, segundo Valéria. Existem queijos amarelos com teor de gordura igual ou menor que os brancos. A diferença entre eles é que os brancos são frescos e tem muita umidade. Sua cor não quer dizer excesso de gordura, pois diversos deles tem quantidade pequena de gordura, mas foram coloridos para dar a cor característica.

É preciso ter cuidado com o colesterol
Verdade: O queijo é de origem animal, portanto tem a gordura saturada. Por isso, não devemos consumir em excesso, para evitar aumento do colesterol. Existem queijos que possuem apenas 4% de gordura total, como o cottage e a ricota.

Queijo embolorado nem sempre é estragado
Verdade: Existem três tipos de queijos com bolor: queijos de casca lavada, azuis e curados moles. Se um queijo estiver embolorado, não quer dizer que ele está estragado, pois alguns queijos como o gorgonzola, camembert e roquefort (queijos do leite de cabras e ovelhas), têm o sabor característico devido o bolor dos fungos, explica a nutróloga.

Mas ela faz um alerta: Estes bolores são diferentes daqueles de um queijo estragado. Existem alguns tipos de fungos que produz a citrinina, que é uma toxina que ataca o fígado e é muito ruim para nosso corpo. Portanto, cuidado em comer queijo estragado pensando que está comendo um queijo com fungos amigos da saúde.

8 dicas para aproveitar bem o queijo

1. Os queijos estragam com facilidade, portanto, ao comprar, sempre olhe o prazo de validade e como está armazenado. Verifique, também, se a embalagem não está estufada ou com aparência duvidosa, indica Valeria;

2. Embrulhe o queijo em um pano úmido com vinagre e água. Isso evita que ele forme bolor com mais facilidade, ensina a nutróloga. Se preferir, pode embalá-lo em plástico (tipo filme) ou papel alumínio;


3. Se o queijo estiver endurecido, coloque-o de molho no leite;

4. Prefira comprar peças inteiras de queijo, pois os fatiados e ralados duram menos tempo. Se for fatiado, após abrir a embalagem, ele deve ser consumido em até 3 dias. 

5. Nunca desperdice as sobras de queijo: utilize-o em sopas, molhos os saladas.

6. Se o parmesão estiver muito endurecido, embrulhe-o em um pano úmido por 2 dias. Isso vai facilitar sua vida na hora de ralar. 

7. Para evitar que o queijo fique ressecado na parte onde é cortado, passe um pouco de margarina antes de guardá-lo.

8. Se o queijo estiver com um bolor pequeno, você pode cortar e desprezar este pedaço, mas, claro, dando uma boa margem de segurança e certificando-se de que o bolor não está em outras partes da peça.

Gordos e magros
Como disse a nutróloga Valéria Goulart, alguns queijos amarelos são mais magros do que os brancos. E Disney Criscione, da fábrica de queijos Tirolez, concorda. Para você saber quais são, ele faz uma lista de queijos, dos menos aos mais gordurosos:

Magros
Ricota
Cottage
Creme de Ricota
Minas Frescal
Parmesão

Gordinhos
Prato Mussarela
Minas Padrão
Reino
Estepe
Gruyère
Emental
Provolone

Obesos
Marcarpone
Cream Cheese
Requeijão
Gorgonzola


Leia mais sobre: queijos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.