Tamanho do texto

Receita de liquidificador combina ingredientes saudáveis e dispensa o açúcar

MiGComponente_C:undefined

A chef e nutricionista Neka Menna Barreto comandou uma aula sobre "Comida Viva", no evento Casa Boa Mesa. Para quem não conhece, essa é uma vertente do vegetarianismo que defende a ingestão de produtos crus ou levemente cozidos. A vantagem, segundo os defensores da dieta, é que a vitalidade da comida é transferida para quem a consome ( leia mais sobre comida viva ). Neka é adepta dessa filosofia. Aproveitou a ocasião para falar, entre outras coisas, de receitas que seguem essa filosofia. E insistiu na importância e na versatilidade dos brotos germinados, cuja técnica desperta os nutrientes dos alimentos. “É uma maneira simples de aproveitar o melhor dos ingredientes, que muitas vezes chegam até nós com poucas vitaminas”, disse a chef ( aprenda a fazer brotos e sementes germinadas )

MiGComponente_C:undefined Neka explica que um broto ou um grão germinado tem muito mais vitamina do que um grão normal. "Quando uma semente fica cerca de três dias brotando no algodão, por exemplo, ela se transforma, fica mais digestiva, é melhor assimilada pelo organismo". É só colocar os brotinhos no algodão e molhá-lo duas vezes por dia. Depois de três dias ele germina. “Assim, se você tem pão, azeite e os brotos, é só juntar e fazer um delicioso e saudável lanche”.

Neka completou a palestra preparando uma receita de bolo para lá de saudável. “Minha história na cozinha começou com esse bolinho”, contou. Trata-se de um prato de liquidificador feita à base de quinoa, grão típico da região andina considerado pelos nutricionistas um alimento completo. Na receita, ele aparece em flocos e em grão. Cenoura, ovo caipira, noz moscada, canela e ameixa completam a lista de ingredientes. Detalhe: o bolinho dispensa a adição de açúcar ou mel à massa. “Vale quase por uma refeição”, disse Neka. Dá até para fazer uma versão salgada, usando folhas de brócolis e vagem no lugar da ameixa.

Minibolo de quinoa
Rendimento:
20 porções

Ingredientes
1 xícara (chá) de ameixa preta seca sem caroço
5 cenouras
1 xícara (chá) de flocos de quinua
1 colher (chá) de fermento em pó
½ xícara (chá) de damasco ou figo secos
1 xícara (chá) de tâmaras sem caroço
1 colher (sobremesa) de canela em pó
1 pitada de noz moscada
½ xícara (chá) de azeite (ou óleo de milho ou de gergelim)
5 ovos orgânicos
½ xícara (chá) de quinua em grão
1 pitada de sal marinho
1 xícara (chá) de baru cozido
1 colher (sopa) de mel
Manteiga para untar
Farinha de milho para polvilhar

Modo de fazer
Bata no liquidificador a cenoura, o mel, sal, os ovos, a metade da quantidade da ameixa, o azeite, a canela e a noz moscada. Em uma tigela à parte, coloque os flocos de quinua e adicione o conteúdo batido no liquidificador. Pique as frutas secas (damasco ou figo) grosseiramente, com exceção da ameixa (ela deve estar inteira). Inclua a tâmaras. Coloque o baru e as frutas na massa do bolo. Acrescente o fermento e mexa delicadamente. Unte bem a forma com manteiga e polvilhe com a farinha de milho. Coloque a massa na fôrma. Enfeite com a quinua em grão e asse no forno por aproximadamente 40 minutos.

Germinação (no ar)
Lave bem as sementes e deixe de molho na água por 8 horas. Escorra e lave bem. Coloque a semente em num vidro, num local inclinado (45º), de maneira que possa pegar ar, escorrer o excesso de água e ficar na sombra. Lave bem e escorra pela manhã e à noite, retornando ao local inclinado (duas vezes ao dia). Estarão prontas para comer quando estiverem com o “narizinho para fora” (a partir de 24h no verão). Guarde em geladeira e o consumo deve ser em até três dias.
Exemplos de sementes:
amendoim, girassol, baru, lentinha, grão-de-bico, trigo, centeio, quinua, amaranto, gergelim preto, linhaça.

Germinação (na água)
Lave bem as sementes e deixe de molho na água por 24 horas. As sementes que germinam na água continuarão imersas, com o cuidado de trocar a água duas vezes por dia. Peneire e coloque-as na geladeira no máximo por três dias.
Exemplos de sementes: nozes, amêndoas, avelãs, castanhas.

Casa Cor - Boa Mesa
Quando:
até 30 de novembro
Horário: segunda a sábado e feriado, 12h às 21h30; domingo, 12h às 20h
Onde: Jockey Club de São Paulo. Av. Lineu de Paula Machado, 1075, São Paulo
Ingresso: R$ 30,00 / Meia entrada: R$15,00. Passaporte para todos os dias de evento: R$ 50,00

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.