Tamanho do texto

Afie sua habilidade na cozinha: com um jogo de facas variadas e de boa qualidade, as receitas ganham, sim, toque de chef

Acordo Ortográfico

Já tentou cortar bifes com uma faca de serra? Esmigalhou as fibras do filé, não foi? E ao descascar e picar frutas, no desespero de causa, você já usou aquela faca imensa de açougueiro? Tomara que os dedos tenham saído intactos dessa empreitada.

O fato é que cada tipo de faca serve para um tipo de trabalho na cozinha. No afã de economizar algum dinheiro, muitos acabam comprando apenas duas faquinhas mequetrefes e tocando o jantar com elas. Péssima ideia. Pois com um jogo de oito ou nove boas facas, a culinária pode ficar mais fácil.



A primeira aquisição pode ser uma boa faca para legumes e frutas. De corte reto e lâmina média, ela ajuda a firmar o trabalho de cortar os itens em tamanhos iguais (melhor para o cozimento igualado dos pedaços, por exemplo) e também a tirar apenas o essencial, como casca e sementes. Isso evita tanto o desperdício como garante um trabalho mais preciso.



Outra boa pedida é adquirir facas específicas para o corte de carnes, aves e peixes . A primeira, de carne, tem a lâmina larga e curva apenas na ponteira, especial para preparar os filés com largura semelhante. A segunda, das aves, é uma faca exótica ¿ mais fina, curva e estreita, já que a carne de frango ou peru rompe com maior facilidade. Por último, a faca de peixe, também chamada faca de filetar , é flexível e permite um corte com bastante precisão (assim os filés de peixe, delicados, não se desmancham).



A faca de açougueiro ¿ que precisa estar sempre muito bem afiada ¿ é indicada para peças maiores de carne. Seu tamanho de lâmina mais comprida, fina e dura produz cortes de carne especiais para ir ao forno, como assado, ou fazer churrasco. E acredite: as peças de um churrasco ficam muito melhores quando bem cortadas.



Já para usar uma faca especial para desossar , é preciso um pouquinho mais de experiência (e de tentativas). Em carnes e aves, sua lâmina média e reta ajuda a separar os ossos e aproveitar melhor cada corte. Vendida em medida de 5, 6 ou 7 polegadas, ela também precisa estar sempre extremamente afiada.



E pode parecer uma frescura, mas também existem facas mais apropriadas para fatiar e picar e outra para pães . Acontece que as facas especiais para fatiar/picar têm uma impugnadora mais apropriada, acima da lâmina, que ajuda a fazer o trabalho com maior rapidez (em cozinhas profissionais, picar legumes, verduras, ervas ou frutas, só se for com essa faca). No caso da faca para pão, ela é dona de uma lâmina bem longa e serra acentuada, que corta as fatias sem estragar a casca ¿ uma parte importante do sabor do pão.



Por último, os mais ousados podem também apostar na compra de um cutelo . Mais conhecido como arma de açougueiros ou fazendeiros em desenhos animados, o cutelo também requer prática bem séria. Ideal para cortes secos, para destrinchar costelas ou partir ossos, por exemplo, ele não permite um cozinheiro que titubeia na hora de usar bem suas preciosas facas.

Veja aqui os tipos de facas e suas utilidades citados nesta matéria


Leia mais sobre: facas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.