Tamanho do texto

Conheça as propriedades, uso e curiosidades relacionadas a esta especiaria

Gergelim
Nome científico:
Sesamum indicum

Apresentação
As sementes podem ser encontradas desidratadas, inteiras, trituradas sob a forma de pasta de Tahine ou em óleo. As sementes devem ser levemente tostadas antes de usar.  Elas estão prontas quando começam a saltar.

Usos
O mais comum é a utilização de sementes de gergelim  polvilhadas em bolos e pães, como a semente de papoula. Na Síria e no Líbano, ele é misturado com sumagre e tomilho para fazer o condimento zatar. Gergelim é um ingrediente chave na Halva, confeccionado no Médio Oriente, onde as sementes são trituradas e prensadas em blocos com diversos doces ou nozes. Gergelim, em sua forma triturada, tahine, é amplamente utilizada em todo o Oriente Médio e Mediterrâneo. É o responsável pelo aroma característico do homus, do molho de kebab e é muitas vezes misturado com limão e alho para fazer um pão dip - um aperitivo árabe muito popular por lá. No México, seu óleo é chamado ajonjoli e é frequentemente usado para cozinhar. O gergelim preto aparece com frequência na culinária chinesa, japonesa e coreana, onde carnes ou peixe são envoltas pelas sementes antes de cozinhar, para dar crocância ao prato.

Curiosidades
É muito rico em proteínas; suas gorduras polinsaturadas são utilizadas na produção de margarinas e óleos de cozinha. Também é usado como ingrediente de sabonetes, cosméticos, medicamentos e lubrificantes. Elas irrompem de cápsulas uma vez por ano e, para evitar que o vento as carregue, são colhidas ainda verdes. Para o preparo do gersal, é só moer em liquidificador 10 partes de gergelim ligeiramente tostado com 1 parte de sal moído. Isso pode substituir o sal em qualquer preparação.

Nomes em outras línguas
Inglês: Sesame
Francês: sesame
Italiano: sesamo

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.