Tamanho do texto

Receitas leves e fáceis de fazer, ideais para as altas temperaturas da estação

Quando o dia está muito quente, não é de se estranhar que o apetite seja de comida leve e, de preferência, geladinha. O iG Comida  selecionou pratos que não precisam de cozimento nenhum, para matar essa fome de verão, e ensina você a prepará-los.

Carpaccio
A carne crua cortada em fatias finíssimas e temperada é receita típica da Itália. Mas o delicado acepipe se espalhou pelo mundo e ganhou novas versões. Hoje, não é difícil encontrar carpaccio de salmão, de polvo, de pupunha e até de melancia. Segundo a consultora gastronômica do Ráscal , Nádia Pizzo, para o preparo clássico, uma peça de carne (geralmente lagarto) é congelada e, em seguida, cortada em fatias translúcidas, com cerca de 2mm de espessura. Para obter esse resultado, é preciso utilizar um fatiador de frios, utensílio que não é comum na cozinha de casa. Mas, por sorte, é possível comprar carpaccio pronto. Aí, é só caprichar no molho e na apresentação. Nádia dá as dicas: “monte o prato apenas na hora de servir, e coloque as fatias abertas e não dobradas”.

Veja a receita: molho para carpaccio do Ráscal

Aprenda dois carpaccios diferentes:
Carpaccio de bacalhau
Carpaccio de salmão

Steak tartar
Há quem diga que a técnica de preparo do steak tartar surgiu com o povo Tártaro, que ocupava a Ásia Central. Sabe-se também que o prato, que é muito popular na França, é outro craque em ganhar versões - há receitas com atum, salmão etc. Para o preparo tradicional, geralmente são utilizados cortes como patinho, coxão mole ou filé-mignon, sempre muito limpos, sem nenhum tendão. “O essencial para um bom tartar é picar a carne com a faca, evitando que ela vire um patê”, explica o chef Benny Novak, do Ici Bistrô , em São Paulo. Quem não tem essa habilidade, pode pedir para o açougueiro passar o corte no moedor mais largo, apenas uma vez. Para acompanhar o prato? “Fritas e salada”, diz o chef.

Veja a receita: steak tartar do Ici Bistrô

CURTA A PÁGINA DO IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Quibe cru
O quibe é uma das receitas árabes mais populares no Brasil. Frito, assado ou cru, é garantia de sucesso em qualquer refeiçao. Sua versão sem cozimento é das mais práticas: basta temperar patinho, miolo de acém ou filé-mignon moídos com sal e pimenta e acrescentar trigo hidratado para dar liga à massa -- são cerca de 100 gramas do ingrediente para cada quilo de carne. Na hora de servir, disponha cebola picada, cebolinha verde e hortelã ao lado do quibe e coloque azeite e pão sírio sobre a mesa.

Veja a receita: quibe cru

Leia mais sobre quibe aqui

Ceviche
A típica receita peruana consiste em cubos de peixe ou frutos do mar crus, marinados em leite de tigre, um molho à base de suco de limão e caldo de peixe, além de temperos como coentro, cebola, pimenta. É fundamental que todos esses ingredientes estejam bem frescos e sejam mantidos em baixa temperatura durante o preparo – a dica é usar pedras de gelo para resfriar os recipientes. Robalo, linguado, pescada branca, badejo, camarão, polvo e até manjubinha podem servir de matéria-prima para o prato. O ideal é usar exemplares jovens e cuja carne seja pouco fibrosa. 

Veja receitas: 
Ceviche clássico
Ceviche misto
Ceviche chiba

Aprenda passo a passo: Ceviche em três versões

Continue lendo: Receitas fresquinhas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.