Tamanho do texto

Cidade histórica mineira recebe chefs brasileiras e internacionais

Praça central da cidade história de Tiradentes: o calor dos fogões faz subir as temperaturas de inverno
Leo Feltran
Praça central da cidade história de Tiradentes: o calor dos fogões faz subir as temperaturas de inverno

Com os termômetros em baixa, o clima em Tiradentes, Minas Gerais, só não está mais frio porque as panelas do Festival Cultura e Gastronomia estão a todo vapor. A 13ª edição do evento segue até o dia 29 de agosto com atrações saborosas. Neste ano, o festival celebra a figura feminina na cozinha e, por isso, as mulheres dominam a programação.

Elas comandam cursos, dão palestras e promovem degustações de comidas e bebidas na cidade cenográfica montada bem próxima à praça central da cidade, que também abriga tendas e estandes gastronômicos.

Com convites esgotados, os jantares especiais – chamados carinhosamente de festins – são o ponto alto da agenda do evento. Seis chefs internacionais foram escaladas para preparar os banquetes, entre elas a inglesa Angela Hartnett, que conquistou uma estrela no Guia Michelin trabalhando em uma das cozinhas do grupo Gordon Ramsay, e a francesa Adeline Grattard, também uma estrela no Michelin por seu Yam’Tcha, em Paris. As “nossas” Helena Rizzo, do restaurante Mani, e Bel Coelho, do Dui, ambos em São Paulo, completam a lista.

Mas quem ficou de fora dos jantares encontra também boas opções para matar a fome em outros cantinhos da cidade. Há dezenas de restaurantes locais que preparam pratos regionais no capricho. De passagem por Tiradentes, o iG Comida esteve no Virada’s do Largo, da celebrada cozinheira Beth Beltrão. Em breve, nossa reportagem conta aqui a experiência de comer pastel de angu, virado mineiro e frango com quiabo. Tudo com direito a vista para a bela horta caseira da chef, que nos concedeu gentilmente suas receitas. Aguardem.

Serviço
13º Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes (MG)
Até 29 de agosto
Confira a programação em
www.culturaegastronomia.com.br