Tamanho do texto

Tintos leves ou brancos mais acentuados? Qual o melhor vinho para acompanhar seu sabor preferido de pizza? Veja dicas

Tintos leves, para recheios mais básicos, e brancos encorpados para combinações de sabor acentuado
Getty Images
Tintos leves, para recheios mais básicos, e brancos encorpados para combinações de sabor acentuado

A base da pizza é feita de massa de farinha de trigo, molho de tomates e orégano. Nada muito forte, mas levemente ácido e adocicado por causa do molho. 

Vinhos tintos de corpo leve são, a princípio, bons acompanhamentos nessas situações. Mas isso não é uma regra. Uma pizza de atum ou lombo, por exemplo, fica perfeita com um branco encorpado de uvas chardonnay. 

Motivo: alguns peixes mais fortes e carnes de porco, embora tenham um sabor marcante, são ingredientes delicados na essência. Esse tipo de comida costuma ter suas características acentuadas e valorizadas por um vinho branco.

Pizzas básicas de queijo muzzarela e a tradicional pizza marguerita (e similares) vão bem com vinhos de leve a médio corpo. Já se a receita incorpora calabreza acebolada a melhor pedida é um vinho encorpado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.