Tamanho do texto

Não trate esse utensílio valioso apenas como um pedaço de madeira: a tábua de corte precisa de cuidados para proteger a sua saúde

Ela é, talvez, um dos acessórios de cozinha mais antigos que existem e que ainda estão em pleno uso. A tábua de corte (também chamada tábua de carne, apesar de servir para muitos produtos) nasceu junto com a necessidade de cortar alimentos apoiando tudo com mais precisão ¿ e evitando dedos avariados pela faca.

*Veja a galeria de imagens com as tábuas que são novidade no mercado

A tábua de corte foi, também, um utensílio que evoluiu muito pouco até o final do século passado. Até os anos 1980, quase toda dona de casa possuía o mesmo modelo de tábua: de madeira, espessura de dois ou três centímetros no máximo e com um cabo na extremidade. Mas a coisa mudou (felizmente).

Levou um bom tempo até pesquisadores darem palpite na aparelhagem de cozinha e concluírem que as tábuas de corte feitas de madeira eram uma escolha ruim. Material absorvente, a madeira retém os líquidos naturais dos alimentos e não os desprendem facilmente. Mesmo lavando bem e deixando secar ao sol ¿ que seria o ideal ¿ as bactérias ainda assim podem se espalhar e contaminar as tábuas.

Segundo a professora de culinária Julieta Torres, de São Paulo, hoje em dia é de conhecimento geral que uma boa tábua de corte é aquela feita em plástico ou outro material não-absorvente. O ideal, na verdade, mesmo para quem escolhe tábuas de polipropileno ou vidro, é manter duas unidades em uso, explica ela. Uma tábua serve para o corte de carnes e outra para vegetais, verduras e frutas, pois assim evita-se a transferência de odores e, de novo, a proliferação de bactérias, mais presentes nas carnes que em outros alimentos.

Quem insiste em ter tábuas de madeira (já que hoje em dia existem algumas de material tratado, que absorvem bem menos líquidos e têm espessura de mais de dez centímetros), deve ter o cuidado de deixá-la sempre bem seca e em local arejado. Mas com as inúmeras opções do mercado, fica até difícil decidir.

Para quem escolhe o plástico, existem tábuas com laterais basculantes, que ajudam a colocar os alimentos picados direto nas panelas sem perder pedaços aqui e ali. Existem ainda modelos anatômicos, com bordas que se encaixam na lateral das travessas e, mais recentemente, tábuas que não são tábuas ¿ mas sim apoios de acrílico ou silicone.

Todas elas devem ser sempre bem lavadas após o uso, de preferência com algumas gotas de água sanitária para higienizar profundamente. Porque as tábuas de corte são garantia de dedos intactos, mas também precisam ser garantia de boa saúde geral.

Leia mais sobre: utensílios de cozinha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.