Tamanho do texto

Conheça os pratos típicos do país, curiosidades e um pouco de sua história culinária

Os czares russos sempre estavam cercados pelos melhores cozinheiros franceses, que se instalaram por lá a partir do século XVII. Mas, por conta de toda a trajetória histórica e revoluções, a população russa passou por grande escassez de alimentos. Agora, o país volta a recuperar o brilho perdido.

Com território extenso e grandes áreas agrícolas, os russos cultivam muito centeio, cevada, milho, aveia e trigo. Fortemente influenciada pelos costumes orientais, os chás não faltam à mesa. O zakuski , um mix de aperitivos é muito parecido com o consumo dos mezze (pequenas porções de petiscos).

Na versão russa, há blinis (panquecas típicas), pirozhki (massa fermentada recheada e assada), conservas em vinagre, legumes, algumas preparações com caviar e outras à base de arenque.

E é das águas geladas dos mares do norte que chega o arenque e o bacalhau à culinária do país. Trutas, carpas, estrujões  e outras espécies de peixes desenham o cardápio da população. Algumas preparações são extremamente simples, com toque de azeite e condimentos. Outras, com bases na cozinha clássica francesa, dão especial glamour ao prato.

Com invernos rigorosos e verões curtíssimos, o consumo de carboidrato e gorduras é indispensável para aguentar as baixas temperaturas invernais. É o caso do borsh , que leva couve, batata e beterraba cozidos em um espesso caldo de carnes, acompanhado por uma farta porção de smetana (creme de leite).

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.