Tamanho do texto

Conheça os pratos típicos do país, curiosidades e um pouco de sua história culinária

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=comida%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237535092462&_c_=MiGComponente_C

Região
A Espanha está localizada na Europa, tem Madri como capital e tem saídas tanto para o Mar do Norte quanto para o Atlântico e o Mediterrâneo. Faz divisa com Portugal, na porção europeia chamada Península Ibérica.

Dados gerais

Como oitava maior economia mundial, a Espanha e seus 46 milhões de habitantes formam uma monarquia e, como nação, existe desde o século 15. De clima bastante seco e tendo passado pela ocupação de muitos povos, a Espanha criou uma culinária bastante própria ¿ e incrivelmente saborosa.

Ingredientes principais
É um autêntico caldeirão . Fenícios, romanos e árabes foram alguns dos povos que emprestaram seus gostos para a formação da culinária que hoje vemos como tradicional espanhola. Com os romanos vieram pão, azeite e vinho; já os árabes, que ali viveram por cerca de oito séculos, introduziram arroz, alho, laranja, açafrão, especiarias como a canela e muitos outros produtos. A cozinha espanhola também se especializou em carnes diversas, muitas de caça, da perdiz ao javali, e nos embutidos em geral, entre presunto, linguiças etc.

No dia-a-dia
Pelo mundo afora, a paella é o prato mais reconhecido quando se fala na culinária espanhola. O cozido de arroz, frutos do mar, frango e vegetais é, de fato, uma das marcas da Espanha. Mas essa cozinha se divide em muitas outras. Na Andaluzia, destacam-se os peixes. Na Catalunha, a culinária é genuinamente mediterrânea , com os frutos do mar, muito azeite e vinho. Na capital, o cozido madrilenho e outros assados de carne são a principal atração. E Valência é o lugar ideal para provar uma paella deliciosa.

Tradições
A Espanha é o lugar perfeito para apreciar uma invenção local, as tapas . Segundo a lenda, a mania de se alimentar com esses aperitivos servidos em pequenas e variadas porções, com uma infinidade de ingredientes, nasceu com o Rei Alfonso X de Castela (que se alimentou assim, com pequenas porções e vinho, quando teve uma doença).

As tapas são preparadas por diversos estabelecimentos em toda a Espanha e podem levar carnes, embutidos, pescados, legumes, temperos, azeitonas, molhos, pães e outros produtos locais. Em muitas cidades espanholas, quando se vai a um bar e pede-se a bebida, ela já é acompanhada pelas tapas.

Sobremesas
Os doces espanhóis aparecem na forma de folhados, tortas, pães recheados, pudins e são bastante ricos em açúcar e amêndoas. Os churros também são muito tradicionais por lá, feitos de massa doce e rolados no açúcar para apreciar com café ou chocolate quente.

Receita
Confira uma receita à moda espanhola, do chef Allan Espejo .

Paella Tradicional

Ingredientes

1 xícara de azeite de oliva
3 dentes de alho picados finamente
2 pimentões vermelhos cortados em tiras
1 peito de frango desossado grande cortado em cubos
4 tomates picados, sem pele, sem sementes
20 g de açafrão
400 g de polvo
400 g de lula
600 g de camarão rosa
500 g de marisco para decorar
1 pedaço de lagosta
2 xícaras de arroz
1 xícara de ervilhas

Preparo
Cozinhe o frango em água e sal. Numa panela ou paelleira, aqueça o azeite e frite o alho e o pimentão. Refogue o frango, a lula e o polvo. Coloque os tomates e refogue mais um pouco. Junte o açafrão. Ponha o arroz e misture bem. Junte as ervilhas. Quando já estiver um pouco mais refogado, coloque 4 xícaras de água.

Tempere com sal e pimenta a gosto. Após 10 minutos de cozimento, junte os camarões. Deixe cozinhar mais 10 minutos. Enfeite com a lagosta.

Obs.: Se usar ervilhas em lata, só as coloque depois de colocar os camarões.

Leia mais sobre: comida espanhola

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.