Tamanho do texto

Cascas, talos e outras partes dispensadas do alimento fazem pratos gostosos renderem muito mais. Aprenda receitas

O ingrediente principal do canapé da ONG Banco de Alimentos é casca de banana-da-terra
Divulgação
O ingrediente principal do canapé da ONG Banco de Alimentos é casca de banana-da-terra
Na onda das boas ações para o bem do planeta, a partir do fim da década de 1990, surgiram algumas ONGs em defesa do aproveitamento integral dos alimentos. Não se trata de transformar o arroz de ontem no bolinho de hoje. E sim de usar verduras, frutas e legumes por inteiro: cascas, talos e tudo que antes ia para o lixo viram receitas gostosas e super nutritivas.

A lei brasileira não permite doação de produtos prontos para consumo. Sobras de restaurantes ou bufês devem ir obrigatoriamente para o lixo. Mas alimentos sem valor comercial – como uma banana solta da penca, legumes maduros ou excedentes de produção – estão liberados.

O SESC (Serviço Social do Comércio) é uma das associações que distribui alimentos para albergues, asilos, creches, abrigos e outras instituições filantrópicas de São Paulo, através do Mesa Brasil . No programa, empresas parceiras, como o supermercado Walt Mart , a Unilever , o CEAGESP , entregam os produtos descartados à instituição. Depois de separados, vão direto para o carro refrigerado que fará o reparte.

Curta a página do iG Comida no Facebook

Como os ingredientes não são processados, um dos pré-requisitos para receber a doação é que as casas tenham cozinha apropriada. Para garantir fim saboroso aos produtos doados, o SESC oferece também cursos de treinamento culinário às instituições beneficiadas, com aulas abertas ao público “Ensinamos, por exemplo, a fazer bolo de casca de banana”, diz Tessa Cristine Alves, nutricionista e coordenadora do programa na unidade Carmo.

Essa arrecadação de alimentos é chamada de colheita urbana e, hoje, mais de 30 instituições trabalham nessa direção. Além da redistribuição de gêneros, a ONG Banco de Alimentos , criada em 1998, pela economista Luciana C. Quintão, ministra cursos, palestras, workshops e oficinas culinárias acerca do tema. “Muita gente acha que no Brasil não se pode doar alimentos”, diz Luciana. “O que ocorre, na verdade, é que o País não tem um sistema para proteger o doador de boa fé.” O fato, segundo ela, faz com que a maioria prefira jogar fora alimentos que poderiam ser reaproveitados. “Assumimos todas as responsabilidades em relação ao ingrediente recebido”, afirma Luciana.

A última ação da Banco de Alimentos foi documentar esse trabalho. Com apoio da editora CookLovers, acaba de lançar o Gourmet & Sustentável: Cozinhando com as partes não convencionais dos alimentos . O livro tem preciosas e charmosas receitas de canapé de banana-da-terra, preparado com a casca da fruta, pão de queijo com talos, bolinho de bagaço entre outras.

Sem dúvida, uma boa deixa para refletir sobre como esses alimentos não convencionais, que podem ser deliciosos, de baixo custo e cujo consumo contribui para o bem do planeta, devem ainda diminuir a enorme (e desnecessária) quantidade de lixo orgânico no planeta.

Mais nutritivo: pão de queijo com talos
Divulgação
Mais nutritivo: pão de queijo com talos
Aprenda a aproveitar o alimento integralmente:

- Substitua a batata palha por casca de melancia ralada e frita (versão, inclusive, mais light).
- Use frutas maduras para fazer bolos, sucos, geleias, doces e vitaminas.
- Aproveite a casca do abacaxi para fazer gostosos sucos e geleias bacanas.
- Talos de hortaliças (couve-flor, brócolis, beterraba, rabanete, agrião, salsa) servem para incorporar à farofas, sopas, refogados, feijão, purês e recheios.
- Use talos do agrião para fazer vitaminas; ou limpe, pique e refogue com tempero e ovos batidos para uma fritada.
- As folhas da cenoura são ricas em vitamina A e devem ser aproveitadas para fazer bolinhos, sopas ou picadinhos em saladas.
- A água do cozimento das batatas concentra todas as vitaminas do tubérculo. Misture leite em pó e manteiga para fazer creme.
- As cascas da batata, depois de bem lavadas, fritas em óleo quente viram crocantes aperitivos.
- A casca da laranja fresca tempera pratos doces à base de leite, como arroz doce e cremes.
- Se preparada como o doce de mamão verde, a parte branca da melancia vira uma bela sobremesa.
- Cascas das frutas (goiaba, abacaxi) batidas no liquidificador viram sucos pefeitos para substituir ingredientes líquidos no preparo de bolos.

Aprenda a fazer canapé de casca de banana

Aprenda a fazer pão de queijo com talos


Gourmet & Sustentável: cozinhando com as partes não convencionais dos alimentos

Autor: ONG Banco de Alimentos
Editora: CookLovers
Preço de vendas nas livrarias: R$ 54,90
Número de páginas: 84









    Leia tudo sobre: receitas