Tamanho do texto

Veja imagens da fábrica e confira o passo a passo do tradicional docinho de massa folhada e creme de ovos

Sirva os pastéis de Belém acompanhados de um cálice de vinho do Porto ou como preferir
Fabiano Cerchiari
Sirva os pastéis de Belém acompanhados de um cálice de vinho do Porto ou como preferir
Pastel de Belém (ou de nata) é um doce de ovos, que faz enorme sucesso em Portugal . Ali, é possível comprar o quitute em qualquer cantinho. Mas existe um lugar, fundado em 1837, que faz a receita à perfeição: a Fábrica dos Pastéis de Belém . Ir a Lisboa e não passar lá, é o mesmo que vir ao Brasil e não tomar caipirinha ou comer feijoada .

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

A receita é herança do Mosteiro dos Jerônimos, que ficava ao lado da refinação de cana-de açúcar onde hoje funciona a loja. Com o encerramento dos conventos, em 1834, para ajudar no sustento dos ex-funcionários da casa, o docinho passou a ser vendido no comércio local. Atualmente, eles fabricam  21 mil pastéis de Belém por dia. Quem não tem viagem marcada, pode se deliciar em casa. Confira a receita, o passo a passo, e o trabalho na confeitaria -- diretamente da terrinha.

*Colaborou Simone Gomes

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Aprenda a fazer: pastéis de Belém passo a passo

Visite a cozinha: por dentro da Fábrica dos Pastéis de Belém

Continue lendo: tudo sobre a culinária portuguesa

E mais: viagem gastronômica em Portugal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.