Tamanho do texto

Que Halloween, que nada! A festa nacional das crianças é a dos santos Cosme e Damião

Servir caruru para sete crianças no dia de Cosme e Damião é tradição do candomblé
Divulgação
Servir caruru para sete crianças no dia de Cosme e Damião é tradição do candomblé

No calendário religioso, 27 de setembro é dia dos santos gêmeos Cosme e Damião. As lendas sobre os irmãos são muitas, mas todas concordam que a dupla é protetora da molecada. Assim, a data pede farta distribuição de guloseimas para crianças.

Suspiros coloridos vão fazer sucesso
Tricia Vieira / Fotoarena
Suspiros coloridos vão fazer sucesso

Veja aqui receita de suspiro caseiro
Veja aqui receita de pirullito caseiro
Veja aqui receita de pipoca com chocolate

No candomblé, é costume servir, nesse dia, o “caruru dos meninos”. Segundo Vilson Caetano de Sousa Junior, no livro O Banquete Sagrado (editora Atalho), a cerimônia começa com a ida à feira para “escolha dos quiabos, do feijão, das aves que se vai oferecer a Ibeji [do yorubá, Cosme e Damião] e dos demais ingredientes para o preparo do seu caruru”.

A tradição manda que a receita -- feita de quiabo, camarão seco, castanha, gengibre e leite de coco -- venha acompanhada de, no mínimo, seis elementos: pipoca, arroz, farofa, xinxim de galinha, rapadura e pipoca, por exemplo. Antes de os adultos comerem, sete crianças têm de ser servidas. E, como a  festa é infantil, bebidas alcoólicas estão proibidas.

Curta o iG Comida no Facebook e siga no Twitter

Segundo Tereza Paim, do Terreiro Bahia , na Praia do Forte, o ritual pede que a receita seja preparada com um quiabo inteiro, além dos cortados em cruz. Quem pegar a porção com o legume, vai continuar a tradição e servir a comunidade nos anos seguintes. A chef cumpre a regra há 27 anos, idade de sua filha. “Todo bom baiano que ganha neném em setembro faz isso”, diz.

Veja aqui a receita de caruru de Cosme e Damião de Tereza Paim

Religiosidades à parte, o prato é delicioso. No restaurante paulistano. Quem quiser fazer em casa, pode conferir a receita aqui . Um pouco de axé, afinal, não faz mal a ninguém. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.