Tamanho do texto

Nem sempre dá para descongelar alimentos correndo. Aprenda a usar a técnica sem prejudicar a qualidade da refeição

Descongelar do jeito certo garante frutas e alimentos com propriedades nutricionais originais
Thinkstock Photos
Descongelar do jeito certo garante frutas e alimentos com propriedades nutricionais originais
Para conservar as propriedades nutricionais, a textura e sabor dos alimentos e manuseá-los de modo seguro, o descongelamento deve ser feito lentamente. Tentar acelerar o processo, com água ou calor, pode comprometer o resultado. Na pressa, o cozinheiro pode acabar estragando as propriedades do alimento, jogando fora suas fibras e vitaminas e deixando-o com um sabor terrível. Além do risco de haver proliferação de bactérias e fungos nos alimentos, uma vez que ficam expostos. Aprenda os cinco mandamentos para descongelar sem erros. As dicas são da culinarista Maria Helena Zachi, especialista em conservação de alimentos, de São Paulo.

Veja também : 25 respostas para as dúvidas mais frequentes de cozinha

E ainda: Cuidados que fazem a diferença na cozinha

1. Do freezer para a geladeira

Descongelar alimentos em temperatura ambiente, apenas tirando-os do freezer e colocando-os sobre a pia, pode ser mais rápido. Mas não é o melhor. Use a geladeira para descongelar. Programe-se com antecedência para esperar o processo acabar e, assim, a comida ficará mais protegida contra bactérias. Comidas expostas ao clima podem passar direto, em questão de minutos, de descongelada a estragada.

Leia também: O jeito certo de cozinhar macarrão

Cada tipo de alimento pede um tempo para descongelar
Thinkstock Photos
Cada tipo de alimento pede um tempo para descongelar
2. Não coloque produtos sob a água
Isso também pode acelerar o descongelamento mas é aí que vão embora muitas vitaminas do alimento e, na grande maioria das vezes, também o sabor, pois a comida fica encharcada. Isso sem falar no desperdício de água. A melhor escolha ainda é descer o alimento do freezer para a geladeira calculando o tempo. Para carnes (que são as peças mais difíceis de descongelar), fica assim:

De 3 a 5 Kg: 1 a 2 dias de geladeira
De 5,5 a 7 Kg: entre 2 e 3 dias
De 7 a 10 Kg: entre 3 e 4 dias

Veja também:  Receitas de liquidificador

3. Fique longe das ferramentas
Não use facas, espátulas ou martelos para quebrar as porções de comida que foram congeladas. Isso servirá apenas para destroçar filés ou legumes inocentes que, quando afinal estiverem na temperatura ideal, terão perdido forma e estrutura para cozinhar, assar ou fritar.

Siga o iG Comida no Twitter e no Facebook

Saiba quanto tempo os alimentos duram fora da geladeira e o que acontece se forem consumidos depois desse prazo

4. O fogão como aliado
Certos alimentos podem, sim, ir direto do freezer para o cozimento. É o caso de carnes moídas, hambúrgueres ou salsicha, por exemplo. Caldos e sopas também podem ser retirados do pote de congelamento e ir direto derreter no caldeirão. Isso não afeta suas propriedades nutritivas.

Veja também: aprenda a comer gema mole com segurança

5. Se há pressa mesmo, apele
Se o bloco gelado se recusa a voltar à vida, uma opção é utilizar a função de descongelamento do micro-ondas (leia no manual do forno o tempo ideal para cada tipo de alimento). Alguns produtos, é bom dizer, não mantém a textura, aroma ou o sabor que teriam ao descongelar apropriadamente na geladeira. A pressa traz essa imperfeição.

Veja também : Faça pratos deliciosos no micro-ondas

 Leia também: Hotéis de Copacabana são acusados de fornecer comida imprópria

 Leia também : Cuidado ao servir alimentos em festas