Almoço executivo: tem, mas é diferente

A oferta de refeições mais baratas em restaurantes refinados é menor fora de São Paulo

Larissa Drumond, iG São Paulo |

O almoço executivo tem presença tímida em outras capitais do país, sobretudo se comparado a São Paulo, onde está consolidado na rotina de muitos dos restaurantes mais bacanas. Dos noventa endereços consultados pelo iG Comida , todos referências regionais em seu tipo de culinária, apenas quinze oferecem o serviço. A vantagem é a mesma: a oportunidade de conhecer o trabalho de grandes chefs por um preço mais acessível e geralmente em três etapas: entrada, principal e sobremesa.

Faça a conta. Os preços de cada prato individual no menu à la carte do prestigiado Fasano Al Mare, no Rio de Janeiro, variam de 65 a 170 reais. No almoço de segunda a sexta, no entanto, é possível saborear criações do chef italiano Luca Gozzani por 78 reais. Compensa.

Se no Rio de Janeiro o modelo de serviço é bem parecido com o de São Paulo, em algumas capitais no nordeste a maioria dos restaurantes não tem almoço executivo e, quando tem, é diferente. Sobremesa e entrada costumam ser cobradas à parte, mas o prato principal custa até 40% a menos, como no Maison do Bomfim, em Olinda. Detalhe: como verão é alta temporada nas capitais litorâneas, alguns lugares cancelam as promoções, retomadas em março.

Conheça 15 restaurantes, em oito grandes cidades do país, que oferecem almoço executivo.

Belo Horizonte

Vecchio Sogno
Preço: 57 reais
Inclui: entrada e prato
Quando:
seg. a sex. (cardápio fixo)

O premiadíssimo chef Ivo Faria assina o cardápio do renomado Vecchio Sogno, referência gastronômica da cozinha italiana em Belo Horizonte, em operação desde 1995. O menu executivo muda todos os dias. A saladinha pode combinar misto de folhas com maçã glaçada e queijo brie ou involtino de parma e queijo de cabra com vinagrete de pera e manga. Entre os principais, ravióli recheado com espinafre e queijo ao molho de camarão e shiitake, dourado grelhado ao molho de massago (ovas de salmão), galeto desossado ao molho de tâmara e pera ou escalope de filé em crosta (parmegiana, tomate seco, champignon ou foie gras, dependendo da escolha do cliente), servido com torta de batata e ervilha francesa. Pratos como esses são motivo de 80% das solicitações de almoço.

Rua Martim de Carvalho, 75, Santo Agostinho, Belo Horizonte (MG), (31) 3292-5251


Brasília

Alice Brasserie
Preço: 50 reais
Inclui: entrada, prato e sobremesa
Quando: ter. a sab. (cardápio muda semanalmente ou quinzenalmente)

Divulgação
Peito de frango grelhado com molho suave de limão é uma das opções do Alice Brasserie
Em julho de 1996, o Restaurante Alice foi aberto em meio ao exuberante jardim da casa da chef Alice Mesquita de Castro, no Lago Norte. Após 11 anos, a casa foi transferida para o Lago Sul, onde nasceu a Alice Brasserie, de acento francês. De terça a sexta, o menu executivo corresponde a 50% de pedidos do almoço. Ao pagar 50 reais, o cliente tem direito ao menu completo; por 39 reais, pode-se escolher entre entrada e prato principal ou este e sobremesa.

São duas opções de entrada, quatro de prato principal e três de sobremesa. Podem aparecer o risoto de galinha d’angola cozida em vinho branco e açafrão, tomate seco, parmesão e manjericão fresco ou o peito de frango grelhado ao molho suave de limão e cogumelos e purê de batatas.

SHIS QI 17 Comércio Local, Ed. Fashion Park, Lago Sul, Brasília (DF), (61) 3248-7743

Bottarga
Preço: 41 reais
Inclui: entrada e prato
Quando: seg. a sex. (cardápio fixo)

O Espaço Maria Tereza, loja de artigos de luxo, integra o restaurante Bottarga, comandado pelo chef carioca Felipe Bronze. Os pratos executivos contam com duas opções de entrada e três de prato principal. A salada caesar em cesta de grana padano com croutons de focaccia pode ser escolhida como entrada. Na seleção de principais, disputam o paladar da clientela o robalo grelhado com quinoa de legumes e salsa picante de tomates verdes, o filé de frango ao tomilho e raspas de limão siciliano e o picadinho de filé mignon, na ponta da faca, farofa e arroz de jasmim. Na opção à la carte, só o robalo em crosta de pistaches com purê de batatas com queijo gruyère e redução de vinho tinto sairia por 44 reais.

SHIS QI 05, conjunto 09, bloco D. Lojas 101/108, Lago Sul, Brasília (DF), (61) 3248-0124/ 4838

Oscar
Preço: 55 reais
Inclui: entrada, prato e sobremesa
Quando:
seg. a sab. (cardápio muda semanalmente)

Comandado pelo chef Adilson Batista e pelo maître Hélvio Cassiano, o Oscar fica no Palace Hotel. Oferece, além do menu executivo completo, a opção de entrada e prato principal, ou este e sobremesa, por 45 reais.

O cardápio executivo muda toda semana e nele se alternam opções de entrada como a salada verde com aspargos brancos ao vinagrete de manjericão ou os legumes provençais com mussarela de búfala ao molho pesto. Da relação de principais, destacam-se o risoto de frutos do mar ao molho de tomate fresco, o bife de chorizo com batatas ao molho de vinho tinto, o risoto de lula com pimentões confitados ou o pernil de cordeiro assado com batata gratinada ao molho de sálvia. O paladar é adoçado com carpaccio de abacaxi com sorvete de canela ou pera cozida no vinho do Porto com sorvete de creme.

SHTN, trecho 1, conjunto 1, Brasília Palace Hotel, Lago Sul, Brasília (DF), (61) 3306-9060

Zuu A.z. D.z.

Preço: 57,70 reais
Inclui: entrada, prato e sobremesa
Quando: seg. a sex. (cardápio fixo sujeito a alterações)

Divulgação
O picadinho do chef, do Zuu A.z. D.z., oferece filé mignon, arroz, banana, farofa e ovo poché
A chef Mara Alcamin também é a responsável por elaborar os pratos executivos, de segunda a sexta, no brasiliense Zuu A.z. D.z. Em média, são solicitados de 200 a 300 combinados por semana. O valor de 35,90 reais dá direito apenas ao prato principal. Por mais 9,90 reais, é possível saborear a entrada e, por outra parcela do mesmo preço, a sobremesa. A entrada consiste de uma saladinha mediterrânea. São sete opções de prato principal, como picadinho da chef – filé mignon, arroz, banana, farofa e ovo poché opcional –, tambaqui com molho de tucupi, farofa e arroz com jambu ou, então, bife de chorizo na brasa, acebolado e na companhia de arroz, feijão com bacon, farofa, banana e batata frita. Para finalizar, três opções de sobremesa, como o clássico brigadeiro.

210 Sul, bloco C, loja 38, Brasília (DF), (61) 3244-1039


Curitiba

Madero

Preço: 31 reais
Inclui: couvert, salada, arroz, feijão, fritas e uma opção de carne
Quando: seg. a sex. (cardápio fixo)

O chef Junior Durski oferece um menu executivo fixo apenas na matriz da rede, que tem outros cinco endereços no país. No lugar de penne com tiras de peito de frango e cogumelos ao perfume de azeite de oliva extravirgem que, sozinho, custa 36 reais no serviço à la carte, é possível escolher couvert, salada, arroz, feijão e fritas na companhia de um grelhado (espetinho de filé mignon, frango ou filé de linguado).

Rua Jaime Reis, 254, São Francisco, Curitiba (PR), (41) 3013-2300


Fortaleza


Le Dîner

Preço: 20 a 27 reais
Inclui: pratos promocionais
Quando: ter. a qui. (cardápio fixo)

A casa ocupa o piso superior de uma livraria. A cozinha é comandada pela chef Thaís Duarte, que disponibiliza suas criações do serviço à la carte por um preço menor. De terça a quinta, são quatro pratos, que variam de 21 a 22,50 reais. Escalope de filé, carne de sol desfiado com cebola, filé de frango ou filé de peixe são escoltados por folhas verdes ou legumes no vapor. Arroz branco, feijão e purê de abóbora são outras guarnições. Na sexta-feira, a casa oferece duas sugestões: bacalhau à Gomes de Sá ao lado de batata inglesa, ovo e cebola ou picadinho de filé mignon com arroz branco e o popular ovo frito. Custa 27 reais, exceto bebidas e sobremesa. O sábado é marcado por baião de dois com bacon e linguiça, seguido por carne de sol com cebola. O precinho para o fim de semana é especial. O típico prato nordestino pode ser saboreado por 20 reais. O prato mais caro do cardápio convencional é o camarão ao queijo gruyère, acompanhado de arroz com brócolis e amêndoas, por 52 reais.

Avenida Santos Dumont, 3636, Aldeota, Fortaleza (CE), (85) 3224-2627

Vojnilô
Preço: 30 reais
Inclui: entrada e prato
Quando: ter. a sex. (cardápio fixo)

O nome do restaurante é uma homenagem do chef Lúcio Figueiredo ao amigo macedônio Vicente Bojovski, que comanda outro restaurante, o Guaramare, no Espírito Santo. Vojnilô é, na verdade, o pseudônimo com o qual Bojovski assina seus quadros, pratos e poesias. Voltando ao tema: o cardápio do Vojnilô é baseado em frutos do mar. Não é à toa que o Peixe Vojnilô, feito com o guaiuba, é o carro-chefe da casa, assado na brasa e escoltado por arroz à grega, batatas salteadas na manteiga e molho de alcaparras. No serviço à la carte, custa 39 reais; no almoço executivo, com salada de folhas verdes e uma sobremesa, sai por 30 reais. Outras opções em promoção são a costela suína caramelizada e a carne com molho barbecue. Antes da conta, ainda há uma dura decisão a ser tomada: sorvete de creme com cobertura de chocolate ou sorvete de tapioca com goiabada cascão?

Rua Frederico Borges, 409, Varjota, Fortaleza (CE), (85) 3267-3081


Olinda

Maison do Bomfim
Preço: 17,90 reais
Inclui: carne, molho e guarnição
Quando: ter. a sex. (cardápio fixo)

Filho de franceses, o chef Jeff Colas nasceu em Gana, na África. Incorporou vários ingredientes brasileiros às suas criações gastronômicas. Referências que acumulou desde 1974, quando chegou ao Brasil. Ao fazer o pedido, as possibilidades de prato principal variam entre peixe, camarão, filé e frango. Para acompanhar, duas guarnições podem ser escolhidas: arroz de açafrão, arroz com brócolis, purê de batata, batata sauté, batata doce, linguini, espaguete, legumes ao vapor ou com manteiga. Até a trivial saladinha tem o seu lugar no cardápio. Pode-se selecionar também um molho para completar o prato, como roquefort, marchand du vin, provençal, pesto e poivre.

Rua do Bonfim, 115, Carmo, Olinda (PE), (81) 3429-1674


Porto Alegre

Marco’s
Preço: de 17,90 a 29,90 reais
Inclui: entrada e pratos promocionais
Quando: seg. a sex. (cardápio muda semanalmente)

O restaurante de peixes e frutos do mar de Porto Alegre, com mais três unidades no estado, é administrado por Marco Antonio Costa. Em todos os dias úteis da semana, existem de três a cinco opções de pratos, todos elaborados pelo chef Maurício Fernan. Entrada é uma só: saladinha verde com molho de frutas vermelhas ou iogurte, por exemplo. Bebida e sobremesa são pagas à parte. O filé de pescadinha real ao molho moscatel e uvas frescas, acompanhado de arroz com castanha-do-pará é o mais barato do menu executivo. Rolê de linguado espanhol recheado com creme de queijo quente, alcaparras, tomates e passas, marinado ao vinho chardonnay e seguido de arroz integral também sai bastante.

Avenida Cristóvão Colombo, 545, prédio 2, Shopping Total, Floresta, (51) 3018-7474/ 7734 e outros três endereços


Recife

Chiwake
Preço: de 23,90 a 29,90 reais
Inclui: pratos promocionais
Quando: seg. a sex. (cardápio fixo)

Divulgação
Tilápia empanada com batata puxada na manteiga e salsa levemente picante, no Chiwake
Aberto em outubro de 2007, o restaurante é um dos poucos no Brasil especializado na culinária peruana. No comando do Chiwake, está o chef Aníbal Fernandes, que estagiou com a chef Simone Bert no Wanchako, em Maceió. Além da genuína culinária dos Andes, como os ceviches – peixes curtidos no limão e servidos com batata doce –, a casa ainda oferece a fusão da culinária japonesa com a peruana, chamada nikkei. Temperos importados do Peru, como aji amarillo, sauco e aguaymanto também são oferecidos.

No horário do almoço, o menu executivo não funciona da maneira predominante em São Paulo e nas principais cidades. Não são servidas nem entrada, nem sobremesa, mas os pratos são promocionais, custando entre 23,90 e 29,90 reais. O mais barato é o pollo ao vinho, uma mistura de frango crocante com frango grelhado em um molho de vinho branco, que custa 23,90 reais. Arroz de curry acompanha. Outra boa pedida pode ser a tilápia inca, por 25,90 reais. O peixe é empanado e acompanha batata puxada na manteiga e molho picante. Para beber, a sugestão é o pisco, bebida andina extraída de uvas brancas. Entre as sobremesas, destaca-se o suspiro limeño, típico de Lima, feito com creme de ovos e regado a calda de vinho do Porto.

Rua da Hora, 820, Espinheiro, Recife (PE), (81) 3423-1529



Rio de Janeiro

Fasano Al Mare

Divulgação
Polvo grelhado em cesta de pão com feijão branco é oferecido como entrada no Fasano Al Mare

Preço: 78 reais
Inclui: entrada, prato e sobremesa
Quando:
seg. a sex. (cardápio muda a cada estação)

No elegante Fasano Al Mare, o italiano Luca Gozzani, vindo de um restaurante florentino com três estrelas no Guia Michelin, apresenta seis opções de entrada, cinco de prato principal e cinco de sobremesa. O cardápio muda de três a quatro vezes por ano, de acordo com as estações. Uma sugestão de entrada é tartare de peixe branco ou polvo grelhado em cesta de pão com feijão branco. A refeição segue com espaguete com vôngole ou risoto ao limão com camarões e pode ser finalizada com suspiro com sorvete italiano.

Avenida Vieira Souto, 80, Ipanema, Rio de Janeiro (RJ), (21) 3202-4000


Forneria São Sebastião

Preço: 45 reais
Inclui: entrada, prato e sobremesa
Quando: seg. a sex. (cardápio muda trimestralmente)

De segunda a sexta, o chef de cozinha Boêmio oferece sete entradas, dez pratos principais e cinco sobremesas no cardápio executivo, que muda a cada trimestre. Pode-se dar início ao almoço com um carpaccio de carne com molho de aliche, alcaparras ou uma saladinha verde com palmito e cenoura, por exemplo. O prato principal se concretiza em penne com peixe ao pomodoro, dourado com legumes grelhados ou, talvez, um paillard com fettuccine. Banana ao forno, pudim de leite, frutas da estação, mil folhas ou sorvete encerram os trabalhos. Tudo por 45 reais.

Rua Aníbal de Mendonça, 112, Ipanema, Rio de Janeiro (RJ), (21) 2540-8045

Gero

Preço: 83 reais
Inclui: entrada, prato e sobremesa
Quando: seg. a sex. (cardápio fixo)

Assim como em São Paulo, a cozinha do Gero no Rio de Janeiro também é supervisionada pelo premiado italiano Salvatore Loi. De segunda a sexta, exceto feriados, é possível combinar entradas, pratos e sobremesas destacadas do serviço à la carte. No total, são dez possibilidades de entrada: desde carpaccio de peixe do dia a polenta fresca com molho de cogumelos. Como prato principal, o cliente pode escolher entre dez massas, cinco risotos, três peixes, além de cinco pratos entre aves e carnes. Risoto com aspargos e camarões ou massa fresca recheada de abóbora e amaretto com manteiga e amêndoas são boas pedidas. Massa folhada com creme de confeiteiro, calda de baunilha ou pudim de pão com creme de baunilha e mais seis sobremesas finalizam a refeição.

Rua Aníbal de Mendonça, 157, Ipanema, Rio de Janeiro (RJ), (21) 2239-8158

Quadrifoglio

Preço: 49 reais
Inclui: entrada, prato e sobremesa
Quando:
seg. a sex. (cardápio fixo)

Divulgação
O rigattoni ranchetto, do sofisticado Quadrifoglio, leva rigatoni com tomate pelatti, bacon e cebola
Um dos melhores restaurantes italianos do Rio, o Quadrifoglio, é chefiado pelo jovem chef Kiko Faria que, para o menu executivo, convoca pratos do cardápio convencional. São sete entradas, seis massas, três risotos e quatro pratos, entre carnes e peixes. Mais oito opções de sobremesa. Entre os pescados, o namorado pode apresentar-se com cebola e tomate. O salmão é servido marinado ou ao molho de uvas e broto de agrião. Representando as massas, estão o risotto con barbabietole e coniglio (risoto com beterraba e ragu de coelho) e o rigattoni ranchetto (rigatoni com tomate pelatti, bacon e cebola), além de outras quatro.

O doce final fica por conta de charmosas panquequinhas de tangerina com sorvete de coco, carolinas recheadas com creme de gianduia e sorvete de creme ou ainda um chocolate crocante recheado com calda de avelã e laranja, conhecido por diamante alla variegato. Saem, em média, cinquenta pratos executivos por dia. Em comparação ao serviço à la carte, 95% dos pedidos de almoço são referentes ao pacote mais em conta. Visto que apenas os pratos principais custam, em média, 50 reais, compensa.

Rua J. J. Seabra, 19, Jardim Botânico, Rio de Janeiro (RJ), (21) 2294-1433

    Leia tudo sobre: prato executivoalmoçocidadesBrasilpreço menor

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG