Tamanho do texto

Dez livros indispensáveis para quem curte estar entre o forno e o fogão

Acordo Ortográfico

Gostar de cozinhar, muitos gostam. Mas o aprendizado de técnicas, receitas e macetes leva tempo. Nessa hora, os livros podem muito bem dar uma ajudazinha ¿ e muitos, os que são bem traduzidos ou bem editados, realmente o fazem. Montar uma pequena biblioteca gastronômica pode não ser garantia de virar um rei do forno e fogão, mas pode alimentar ainda mais o gosto e o conhecimento com relação às panelas. Anote as dicas!

Veja a galeria de imagens com as capas

1. Guia de Vinhos do Mundo Todo ¿ Editora Jorge Zahar
As pessoas hoje se dividem em quem quer saber tudo sobre vinho e quem acha isso coisa de enochato. Mas é fato que, quem gosta de cozinhar, precisa saber mais sobre como combinar a bebida servida. Para isso ¿ e para ficar por dentro do assunto definitivamente ¿ esse Guia de Vinhos, com descrição de exemplares do mundo todo e informações detalhadas, ajuda bastante. E o tema, quando é assim bem escrito e organizado, fica mesmo fascinante.

2. Le Cordon Bleu - Todas as Técnicas Culinárias ¿ Editora Marco Zero
Não é que todo mundo sairá dissecando e trançando barbantes em costeletas de cordeiro. Ou limpando escamas e espinhas de peixes exóticos. Porém, conhecer técnicas do renomado Cordon Bleu, o instituto de culinária mais famoso do mundo, pode ser muito interessante (e um novo desafio, por que não?). O livro mostra o passo-a-passo do preparado dos pratos em imagens, além de sugerir cardápios e ter mais de 800 segredos de preparação e técnicas de cozinha internacional.

3. Segredos de Chefs, de Francine Maroukian ¿ Publifolha
O truque de um chef profissional pode facilitar a vida de quem está começando a se envolver com a gastronomia. Dessa ideia surgiu este livro, onde mais de 80 mestres da cozinha mundial revelam suas técnicas para quem quer preparar quitutes dignos de nota. François Payard, Jennifer Newburry, Flávia Quaresma, Laurent Suaudeau e Sergio Arno são alguns dos convidados ¿ que também dão entrevistas falando sobre seus gostos pessoais e dicas das mais simples até as mais sofisticadas.


4. Jamie em Casa ¿ Cozinhe para Ter uma Vida Melhor, de Jamie Oliver ¿ Editora Globo
O chef inglês Jamie Oliver já é uma estrela pop. Com programas de TV, vários livros lançados e um estilo todo descontraído, ele atraiu a atenção de um público antes distante do hábito de cozinhar: os jovens. Mas Jamie também amadureceu seus gostos. Neste volume, ele tenta resgatar o prazer pela culinária mais caseira ¿ com receitas fáceis de preparar e de fazer vista. A molecada que já gosta do tema há de se esbaldar.

5. Betty Crocker Comfort Food - 100 Recipes for the Way You Really Cook ¿ Editora John Wiley Consumer
A definição de comfort food é antiga. Designa aquelas receitas que não são chiques ou recheadas de ingredientes sofisticados, mas que, ao comer, nos faz sentir incrivelmente bem, em casa, confortáveis. São receitas que, preparadas para amigos e familiares, não têm como dar errado ¿ encantam a todos. Neste livro (em inglês, mas fácil de entender), os pratos caseiros mais simplórios ganham toques extras e formam cardápios à prova de falha.

6. Cartas a um Jovem Chef: O Que é Importante para Ter Sucesso, Laurent Suadeau ¿ Editora Alegro
Experiência, na cozinha, faz uma baita diferença no resultado dos pratos. Nesse caso, conhecer as experiências e dicas de um mestre como Laurent Suadeau é um presente. Quem pretende seguir o ramo irá gostar dos textos escritos pelo chef para um suposto jovem que talvez esteja iniciando carreira. No estilo pergunta-resposta, ele divide o conhecimento de quem se tornou cozinheiro estrelado, discute a profissão e dá preciosas informações aos amantes dessa área.

7. Meu Bebê Gourmet, Margarete Steingleder ¿ Editora Disal
É de pequenino que se torce o pepino? Então aproveite para apresentar aos bebês também a cenoura, a vagem, o brócolis em sopinhas e outras receitas deliciosas de fato. Com pratos leves e muito saborosos, a autora dá às mães dicas sobre como apresentar a culinária às crianças, trazendo curiosidade pelo gosto dos alimentos e pela arte de prepará-los. É uma bíblia que com certeza renderá um futuro apreciador da alimentação rica e saudável.

8. Nigella Express: 130 Pratos Rápidos e Saborosos, Nigella Lawson ¿ Ediouro
Quem não conhece a britânica Nigella Lawson precisa corrigir esse erro rapidamente. Nigella, colunista do iG, tornou-se celebridade gastronômica com seus livros e shows de receitas na TV, mas a verdade é que ela é muito mais uma mamãe cozinheira do que uma chef. Com técnicas muito simples, ela conquista todos pelo estômago (e quem passaria batido por uma receita de bolo que leva quatro diferentes tipos de chocolate?). Neste livro, recém-traduzido ao português, ela traz receitas simples e rápidas, mas, como sempre, muito atraentes.

9. As doceiras, de Carla Pernambuco e Carolina Brandão ¿ Editora Nacional
Toda boa biblioteca gastronômica pessoal precisa de um docinho para arrematar ¿ e este é o lançamento ideal. A dupla de chefs estava inspirada ao criar receitas de sobremesas deliciosas desde os clássicos (como um bom pão-de-ló ou o consagrado bolo mármore) até inusitadas como um suflê de goiabada com calda de catupiry ¿ que ficou famoso no restaurante Carlota, de Carla Pernambuco. Não há quem desaprove um arremate desses.

10. 400g: Técnicas de Cozinha, de Betty Kovesi, Carlos Siffert e outros ¿ Editora Nacional
Este acaba de sair nas livrarias e já se tornou leitura obrigatória na biblioteca do cozinheiro amador. Quatro profissionais emblemáticos do mercado brasileiro ¿ Betty Kovesi, Carlos Siffert, Carole Crema e Gabriela Martinoli ¿ mostram técnicas de cozinha tipicamente nacionais. O leitor conhecerá esquisitices como uma maneira de branquear o espinafre ou fazer um fundo de crustáceo. Mas, em meio a 300 receitas bem explicadas, ele sairá deste livro muito mais chef do que entrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.