Tamanho do texto

Sem contra-indicações, alimento regula o intestino e auxilia no tratamento do diabetes

Biomassa de banana verde. O nome pode parecer estranho, mas não precisa ter medo. Esta espécie de purê, feito com a fruta bem verde, é usado para ‘dar liga’ em pratos doces ou salgados , substituindo, por exemplo, a farinha de trigo. Excelente para a saúde, o alimento se tornou queridinho de quem quer perder peso.

“A biomassa contém amido resistente, uma substância parecida com a fibra, que provoca saciedade e auxilia na prevenção de doenças, como o diabetes”, explica Vanessa Suzuki, professora de nutrição da faculdade Anhembi Morumbi.

Segundo a nutricionista, outro benefício se mostra no regulamento do intestino. “O amido é um alimento prebiótico , ou seja, imune à digestão. Quando fermentado no intestino grosso, ele produz ácidos graxos essenciais para o equilíbrio intestinal”, diz.

De consistência cremosa e sabor neutro, a biomassa de banana verde é uma alternativa saudável ao creme de leite e à farinha de trigo branca. “Eu uso biomassa todos os dias”, revela a cozinheira Giovanna Vilela, especialista em culinária saudável. “Quando eu acho que alguma receita não vai dar certo, eu adiciono a biomassa e, muitas vezes, ela resolve o problema”, garante. Estrogonofe , picadinho , vitamina de frutas , bolo e até panqueca são alguns dos pratos que, na casa de Giovanna, já receberam uma ‘ajudinha’ do ingrediente.

COMO FAZER A BIOMASSA DE BANANA VERDE
O preparo da biomassa é fácil e rápido.

- Encha uma panela de pressão com água até a metade e leve ao ponto de ebulição.

- Acrescente algumas bananas verdes (ainda com casca) e feche a tampa.

- Cerca de dez minutos após o início da pressão, desligue o fogo e mantenha a tampa fechada por mais dez minutos.

- Retire, então, as frutas da panela, descasque-as e coloque-as em um processador de alimentos ou liquidificador.

- Acrescente um pouco de água quente – a quantidade varia de acordo com a consistência desejada – e bata.

O ingrediente dura cerca de três dias na geladeira ou três meses no congelador.

Segundo Giovanna, um erro comum no preparo da receita é usar a água do cozimento, que tem sabor amargo. Outra dica importante é não se esquecer de aquecer a água antes de acrescentar as bananas à panela : o choque térmico é importante no processo. Esta, no entanto, não é a maior dificuldade.

Versátil, a banana pode ser usada em várias preparações doces e salgadas
Thinkstock/Getty Images
Versátil, a banana pode ser usada em várias preparações doces e salgadas

“O mais difícil é encontrar as bananas bem verdes”, explica Giovanna. A cozinheira recomenda a compra direto do produtor ou em feiras de rua. “O ideal é que a banana seja retirada do pé, no máximo, até cinco dias depois de nascer, assim ela não perde o amido resistente”, acrescenta.

Vanessa Suzuki explica que não há restrições ao uso da biomassa e recomenda uma colher (sopa) por dia do alimento. De acordo com a nutricionista, o sabor neutro e as baixas calorias facilitam a incorporação do alimento ao dia a dia. “A cor branca, o sabor brando, o tamanho pequeno de partícula e a baixa capacidade de retenção de água quase não alteram a textura de alimentos como pães , macarrão e barra de cereais , entre outros”. Para que a comida não fique insossa, a dica é usar a biomassa em receitas que já tenham sabor marcante.

Ainda que o alimento seja um ótimo aliado da dieta, não é preciso estar acima do peso para aproveitar dos benefícios à saúde. “É possível, por exemplo, adicionar uma colher de biomassa ao fazer um brigadeiro ”, sugere Giovanna. “Pelo menos vai ter alguma coisa saudável na receita”, brinca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.