Tamanho do texto

Saiba como preparar versões crocantes de beterraba, batata e inhame. O resultado sempre é uma opção bacana de acompanhamento que dá graça a qualquer prato

O barulho inconfundível de uma fritura sequinha aliado à textura crocante explicam o grande sucesso dos chips, presentes em couverts, petiscos e guarnições. Além dos clássicos  batata, mandioca e mandioquinha, é possível inovar nos ingredientes.

Tomando alguns cuidados, os chips são fáceis de fazer e bem rápidos também. Leo Botto, chef executivo do grupo Chez , ensina alguma dicas para incrementar o prato ou o acompanhamento da cerveja. Os escolhidos do chef: inhame nordestino (maior que o tradicional), beterraba e casca de batata.

CURTA O IG RECEITAS NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Para não errar, siga essas dicas:

- Tome muito cuidado com a temperatura do óleo. O ideal é que ele esteja a 160ºC, assim não há perigo dos ingredientes sairem encharcados ou murchos.

- Conheça bem as raízes, legumes ou tubérculos que pretende usar. A beterraba, por exemplo, não é frita. Para deixá-la crocante, o melhor método é assar no forno baixo. "A beterraba tem uma estrutura que acumula açúcar e, quando desidratada, fica crocante", diz o chef. Já alimentos ricos em amido ficam crocantes de maneira muito mais fácil.

- O sal? Só no final para arrematar!

Outros chips:
Banana-da-terra
Alho
Mandioca
Alho-poró

Leia mais: Batata em 13 versões 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.