Tamanho do texto

O peruano Astrid y Gáston fica com a primeira posição, mas nove brasileiros aparecem na lista da publicação. Confira o ranking

Astrid y Gáston é eleito o melhor restaurante da América Latina na premiação da revista britânica Restaurant, famosa por seu ranking mundial. D.O.M, de Alex Atala, fica com a segunda posição. O evento aconteceu em Lima, no Peru, e antecede a feira gastronômica Mistura. A classificação da primeira lista específica para a América Latina foi feita por um juri formado por 250 profissionais entre críticos, jornalistas e restauranteurs. 

CURTA O IG RECEITAS NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Entre os brasileiros que aparecem na lista estão D.O.M (Alex Atala), Maní (Helena Rizzo e Daniel Redondo), Roberta Sudbrack (Roberta Sudbrack), Mocotó (Rodrigo Oliveira), Fasano (Luca Gozzani), Attimo (Jefferson Rueda), Olympe (Claude Troisgros e Thomas Troigros) e Remanso do Bosque (Thiago e Felipe Castanho) e Epice (Alberto Landgraf). 

Gastón Acurio, que esteve no Brasil no mês passado em uma palestra com Atala , também levou o prêmio pelo conjunto da obra.

Conheça um pouco mais dos vencedores brasileiros e suas posições na lista:

Alex Atala, do D.O.M. O restaurante também foi eleito o sexto melhor do mundo
Divulgação
Alex Atala, do D.O.M. O restaurante também foi eleito o sexto melhor do mundo

D.O.M (SP) - 2º lugar
Eleito o sexto lugar do mundo, o restaurante do chef Alex Atala não é extamente uma surpresa na nova lista. Com a proposta de dar uma roupagem contemporânea a cozinha brasileira, a casa é conhecida e reconhecida por seus menu-degustação e pelos pratos que usam ingredientes, como a priprioca e a içá. A casa também levou o prêmio de "Melhor Restaurante do Brasil".

Leia mais: Aligot, o purê elástico

Leia mais: D.O.M é eleito o sexto melhor restaurante do mundo

Leia mais: "O sexto doeu"

Helena Rizzo, do Maní (SP). Ela também foi eleita como a melhor mulher chef da América Latina
Divulgação
Helena Rizzo, do Maní (SP). Ela também foi eleita como a melhor mulher chef da América Latina

MANÍ (SP) - 5º lugar
A chef Helena Rizzo, que comanda o Maní ao lado do marido Daniel Redondo, foi eleita pelo juri do 50 Best a melhor chef mulher da América Latina. O restaurante também era certeza da lista. Fundado em 2006, junto com a atriz Fernanda Lima, o Maní oferece técnicas inovadoras a produtos regionais e roupagem contemporânea. O trabalho com raízes e outros ingredientes brasileiros é uma das marcas da cozinha do Maní.

MANIOCA
RISOTO DE BETERRABA

Roberta Sudbrack comanda o 10º melhor restaurante da América Latina
Divulgação
Roberta Sudbrack comanda o 10º melhor restaurante da América Latina


ROBERTA SUDBRACK (RJ) - 10º lugar

O destaque da casa carioca é o ingrediente. A chef gaúcha que empresta o nome ao restaurante privelegia o frescor e as possibilidades que um mesmo produto pode oferecer. Em suas pesquisas Roberta dá ênfase a itens, como o quiabo. A proposta é a fazer uma cozinha brasileira moderna com técnica apurada, mas longe da gastronomia molecular.

OVO CAIPIRA COM PRALINÉ DE FARINHA DE MILHO
CACHORRO-QUENTE NORDESTINO

Leia mais: A corajosa cozinha de Sudbrack

Rodrigo Oliveira, do Mocotó
Tricia Vieira/Foto Arena
Rodrigo Oliveira, do Mocotó


MOCOTÓ (SP) - 16º lugar 
A cozinha sertaneja de Rodrigo conquistou o Brasil. A famosa história da casa do norte que se transformou em um dos principais pontos gastronômicos da cidade agora é reconhecida internacionalmente. No menu, as estrelas são os dadinhos de tapioca e o caldinho de mocotó e um chef que trata as origens com a critividade.

CALDINHO DE MOCOTÓ
PUDIM DE TAPIOCA
TORRESMO DEFUMADO
CRÈME BRÛLÉE DE DOCE DE LEITE E UMBURANA

Luca Gozzani, chef do Fasano
Divulgação
Luca Gozzani, chef do Fasano


FASANO (SP) -23º lugar
O restaurante cheio de história e de muita tradição é um ícone da cidade de São Paulo. Hoje comandado pelo chef italiano Luca Gozzani serve receitas italianas com revisitações modernas. Clássicos e tendências caminham juntos na cozinha.

N HOQUE DE AZEITONAS PRETAS
PASTIERA DI GRANO

Jefferson Rueda, do Attimo
Edu Cesar
Jefferson Rueda, do Attimo


ATTIMO (SP) - 32º lugar
A assumida cozinha caipira de Jefferson Rueda mistura influências italianas com as lembranças de São José do Rio Pardo. No menu, massas e ingredientes da roça se unem com apuro na apresentação e no serviço. O porco e todas as suas possibilidades são uma das paixões do chef, assim como os miúdos e o boi.

COXINHA DE GALINHA CAIPIRA
ESPAGUETE DE RÚCULA ALLA CHITARRA

Leia mais: Jefferson Rueda: "Não existe carne de segunda. Existe boi bão e boi ruim"

Claude Troisgros comanda o restaurante Olympe
Divulgação/GNT
Claude Troisgros comanda o restaurante Olympe


OLYMPE (RJ) - 35º lugar
Comandado pelo carismático Claude Troisgros e seu filho Thomas, o Olympe abriu as portas em 2003 para misturar ingredientes brasileiros à gastronomia francesa. Claude é filho de uma das mais importantes famílias ligadas à gastronomia da França, os responsáveis pela criação da nouvelle cuisine e donos de três estrelas Michelin. Por aqui, Claude faz sucesso, além do restaurante, escreve livros e aprensenta o programa Que Marravilha (GNT).

VATAPÁ DE VIEIRAS

Leia mais: Tapioca para exportação

Felipe e Thiago Castanho, do Remanso do Bosque
Divulgação/Tadeu Brunelli
Felipe e Thiago Castanho, do Remanso do Bosque

REMANSO DO BOSQUE (PA) - 38º lugar
Os irmãos Felipe e Thiago Castanho fazem cozinha paraense com releitura própria. Criados no Remanso do Peixe, o restaurante da família, resolveram apostar na nova casa em menu autoral com sabores amazônicos e produtos regionais da estação, que se renovam a cada 2 meses aproximadamente. A casa também faturou o prêmio de Restaurante com maior potencial.

Alberto Landgraf, do Epice
Divulgação
Alberto Landgraf, do Epice


EPICE (SP) - 41º lugar
Comandado pelo chef Alberto Landgraf, o restaurante tem como destaque o cardápio autoral do cozinheiro que trabalhou com chefs, como o britânico Gordon Ramsay e o francês Pierre Gagnaire. Ingredientes do dia a dia, como abóbora e pera, ganham outra cara e sabor nas mãos do chef.

Leia mais: Conheça o chef do Epice

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.